Criaturas & B.O.W.s | Rachael Ooze

Durante a missão à qual foi designada no navio Queen Zenobia, a agente da FBC Rachael Foley é brutalmente atacada por Oozes. Ela consegue escapar de um primeiro confronto, relatando em um bilhete o que sofreu, mas logo é atacada novamente e acaba morrendo. Jill Valentine encontra o seu corpo em uma sala do navio, mas Rachael só desperta como Ooze depois de certo tempo, quando o vírus T-Abyss faz efeito em seu corpo infectado.

Provavelmente por ser uma recém-infectada, Rachael ainda preserva seus traços humanos, como cabelos e o formato de seu corpo, além de partes de sua roupa mantidas. Ela também ainda consegue se expressar, e grita de dor e ódio durante seu confronto com Jill.


Estratégias:

A primeira batalha contra Rachael é progressiva: conforme você lhe causa danos, em certo momento ela foge e entra por um duto de ventilação, reaparecendo em outra sala e repetindo o processo até chegar na cafeteria do navio. Lá, você se reencontrará com Parker Luciani, e assim os dois podem abrir fogo contra ela. As armas mais indicadas antes e durante a batalha na cafeteria são rifle, espingarda e metralhadora, já que se trata de um boss.

Existe uma conquista/troféu em que é preciso matar Rachael antes de chegar na cafeteria, mas isto é mais possível de conseguir em um NG+, já tendo peças equipadas nas armas para deixá-las mais fortes e com maiores chances de ataques críticos. Como em todos os Ooze, a cabeça é o ponto mais fraco do corpo. Apenas tome cuidado para ela não chegar perto demais, pois ela tem os ataques comuns dos Ooze tradicionais, mas ainda pode te golpear também com o braço mutado.

Rachael reaparece mais tarde, em um momento onde você tem tempo cronometrado para fugir. O ideal é ignorá-la, mas como tem Scagdead no meio do caminho, a tarefa pode ficar ainda mais difícil. Mas nada que algumas granadas explosivas não ajudem a resolver!