Criaturas & B.O.W.s | Tyrant (T-002)

Tyrant T-002O Tyrant T-002 é resultado dos testes feitos em sua versão anterior, o Proto Tyrant (ou T-001). Com o intuito da Umbrella de criar uma arma biológica humanoide, uma espécie de super-soldado capaz de responder a comandos, o Tyrant foi considerado a forma de vida mais poderosa já criada, com força, agilidade e resistência incomuns e muito superiores às características de seu protótipo.

O T-002 estava em desenvolvimento no Complexo de Pesquisas Arklay, mas suas pesquisas foram interrompidas por conta do vazamento acidental do T-Virus ocorrido nos laboratórios subterrâneos da mansão construída como fachada para as atividades ilegais da empresa. Mesmo ainda estando em formação e considerado “prematuro” para ser usado em testes de campo, a companhia aproveitou o incidente para testar as habilidades de combate da criatura contra os S.T.A.R.S., o esquadrão de elite da polícia de Raccoon. O então agente duplo Albert Wesker, capitão dos S.T.A.R.S. e informante da Umbrella, deveria coletar os dados de batalha da criatura contra os policiais bem treinados e, posteriormente, eliminar a criatura junto com a mansão, acionando o sistema de autodestruição do complexo.

No entanto, já em contato com uma companhia rival para a qual pretendia “se vender”, Wesker planejava roubar o Tyrant e entregá-lo a eles, junto com seus dados de batalha e outros dados de pesquisas da Umbrella, como prova de sua lealdade. O agente ainda faz uso da ferocidade da arma biológica para forjar a sua morte e poder “agir nas sombras” a partir daquele momento, porém, seus planos são interrompidos quando o Tyrant, já transformado em Super Tyrant (após perder o seu limitador, provavelmente devido aos danos sofridos na primeira batalha contra os S.T.A.R.S. ainda dentro do laboratório), é finalmente eliminado pela força de elite, momentos antes da mansão ir pelos ares.

Os testes e dados de batalha do T-002 serviram posteriormente para a criação da série T-103 e produção de Tyrants em massa.

Super Tyrant: a partir da série T-002, um Tyrant se transforma em um Super Tyrant quando perde o seu limitador de poderes, tendo as suas habilidades já incríveis ampliadas exponencialmente. Além de mais forte e agressivo, ele fica muito mais rápido também, com reflexos que o tornam capaz até de desviar de tiros.


Estratégias:

Resident Evil (1996) – No primeiro Resident Evil pode parecer um pouco mais complexo enfrentá-lo por conta da jogabilidade mais “travada”, mas ela também acaba favorecendo, já que a movimentação do inimigo também é mais restrita. Na primeira parte, no laboratório, ele apenas anda em sua direção, portanto, basta disparar alguns tiros da arma mais poderosa que tiver para derrubá-lo rapidamente. Siga o esquema de dar um tiro e correr, até ele cair. O desafio está na segunda parte, no heliporto, opcional para quem salva os dois personagens ou aquele que o acompanha durante todo o jogo (Barry, no caso de Jill; Rebecca, no caso de Jill). Agora, o Tyrant corre e você tem um tempo para derrotá-lo, mas suas armas serão inúteis contra ele. Apenas dê alguns poucos tiros para distraí-lo e se esquive cuidadosamente de seus golpes, mantendo também uma boa distância, mas nunca o perdendo de vista. Não se esqueça de carregar itens de cura no inventário. Aguarde até que Brad jogue o lança-foguetes para você, equipe-se, mire e dê o tiro certeiro para detoná-lo.

Tyrant T-002Resident Evil (Remake) – Por ser uma versão melhorada do primeiro jogo, o T-002 parece estar mais inteligente e ágil. Na primeira parte do laboratório, a estratégia é a mesma, já que ele ainda não corre: atirar até derrubá-lo. Dê um tiro, corra, dê outro tiro, corra. Lembre-se de manter a arma sempre carregada, para que não seja necessário carregá-la “em tempo real” durante o jogo. A segunda parte, contra o Super Tyrant, é um pouco mais complexa neste Remake: a criatura está muito mais feroz, e ataca também os seus amigos, e você deverá ajudá-los antes que ele os mate. Mantenha os tiros para distraí-lo, a esquiva, os itens de cura no inventário e aguarde até o Brad jogar o lança-foguetes. Há a chance de ele conseguir desviar o primeiro foguete, mas dispare o segundo imediatamente depois disto.

Resident Evil The Umbrella Chronicles – O T-002 é o inimigo final do último capítulo de “Mansion Incident”, que reconta os eventos do primeiro game da franquia. Por se tratar de um “shooter em trilhos”, a dica é usar as armas mais fortes que tiver à disposição para derrotá-lo. A primeira parte, no laboratório, é mais uma vez mais fácil. Na segunda, no heliporto, opte por armas mais rápidas, como metralhadoras, para tirar a maior quantidade de energia possível em menor tempo. Capriche também nas QTEs para se esquivar de seus ataques.

Bônus: O Tyrant de ouro no laboratório, exclusivo da versão para Sega Saturn, apesar de aumentar a dificuldade do jogo, tem a mesma resiliência do primeiro Tyrant. Basta seguir a mesma estratégia do anterior e não haverá problemas. Apenas se lembre de carregar mais munição, pois desta vez serão dois Tyrants.