Entrevista | Bate-papo com o YouTuber Zangado sobre Resident Evil

0

Como e quando você conheceu Resident Evil? Você se considera um fã da franquia?
Com certeza. Eu conheci em 1997 através de um colega de escola que falava de um jogo de terror que o irmão mais novo dele morria de medo.

Qual é o seu título favorito da série?
Essa pergunta é difícil de responder, o que eu mais finalizei foi Resident Evil 2, eu perdi a conta de quantas vezes. Mas eu sou muito fã de Nemesis. Entao seria algo entre o 2 e 3. Hoje eu digo o 3, amanhã eu mudo de ideia e digo o 2, hehe…

interview-zangado-gamesE personagem, qual é o seu favorito?
Isso eu me recuso a escolher um. Dos homens, o Leon, primeiro dia de serviço o cara se adaptar daquela forma é talento demais; e das mulheres, Jill, de uma mulher assustada do primeiro jogo para uma “badass” total no 3, que chutou a cabeça do Nemesis pra bem longe.

Qual é a sua opinião sobre a eterna discussão entre os clássicos e os novos títulos de Resident Evil?
Argumentei de uma forma bem clara nos meus vídeos sobre isso e o pessoal assimilou, RE tomou proporções de guerra química mundial, quando as coisas chegam a tal ponto não se pode mais ter um protagonista dentro de uma mansão. São bombas e cidades sendo devastadas, toda a raça humana está ameaçada, e o jogo deixa de ter o terror e vai mais pra ação.

O que achou de Resident Evil 6, com suas múltiplas campanhas, e qual foi a sua favorita? E quanto a Resident Evil Revelations, o que achou dele?
Jogar com os amigos é sempre mais divertido, só que jogos de terror são complicados, porque o suspense se perde, devido aos papos pelo headset, a dificuldade diminui, realmente não funciona. A minha favorita foi do Leon, porque tentou resgatar as origens, pelo menos na sua primeira hora.

Você acha que a franquia pode voltar ao bom e velho Survival Horror, agora que o gênero está voltando com força total às grandes desenvolvedoras, com The Evil Within, Silent Hills (P.T.), entre outros títulos que vêm sendo anunciados?
Não, a não ser que eles finalizem a série e façam um reboot. Eles vão tentar isso em Revelations 2, vamos ver.

O anúncio do lançamento do Remake do primeiro Resident Evil, anteriormente lançado exclusivamente para o Gamecube/Wii, agora em HD e multiplataformas, te agradou?
Eu já joguei em emulador, e gostei bastante, eu acho interessante para os novos gamers conhecerem um pouco mais sobre a série e do estilo de gameplay antigo.

Você aprovaria um Reboot da franquia Resident Evil?
Sim. Na verdade, eu gostaria que RE encerrasse logo para que isso acontecesse.

O que você acha do universo cinematográfico criado por Paul W.S. Anderson?
Péssimo. O roteirista dos filmes nunca jogou os games na vida. Mudar o enredo do jogo é aceitável, mudar todo o enredo e até mesmo menosprezar os protagonistas que nós conhecemos, em seguida supervalorizar outro inventado, não tem a mínima lógica.

Para finalizar, você gostaria de deixar uma mensagem aos fãs da série que estão lendo a sua entrevista?
Resident Evil é uma das franquias mais rentáveis da Capcom, e por conta da proporção do enredo tomou rumos diferentes e deixou de ser um game de terror. Mas como Silent Hill e Alone in The Dark vão tentar ser mais sombrios do que nunca, acredito que a Capcom vá tentar resolver essa história o quanto antes para dar um jeito na série, de forma que agrade a maioria dos fãs e não fique essa divisão de gostos, como é hoje em dia. Grande abraço a todos e tudo de melhor.