Fãs encontram a ATRIZ de Rebecca Chambers do Resident Evil de 1996!

10

A busca pelos atores da abertura live-action do Resident Evil clássico de 1996 continua, mas felizmente encontraram mais um dos atores! Sim, chegou a hora de sabermos por onde anda a Linda, atriz de Rebecca Chambers, nossa ruivinha querida!

Existe um grupo de fãs na gringa realmente devotos a encontrar estes atores, e também os dubladores do jogo clássico. O Resident Evil Database contribuiu com a entrevista com o dublador de Barry Burton, o Barry Gjerde, em 2015, e de lá para cá já foram feitos muitos progressos!

Mas o foco aqui é a Linda. E ela é linda mesmo! Quem a encontrou foi o Fred Derf em 18 de Março deste ano. Além de uma foto de como ela está hoje, eles ainda conseguiram trocar umas palavrinhas com ela! Confira abaixo um resumo do bate-papo do Fred com a Linda, onde ela conta um pouco de sua experiência com as gravações das cenas live-action do jogo.

Primeiramente, ele perguntou se ela era mesmo a atriz da Rebecca, e ela ficou bem surpresa por ter sido encontrada! “Oi, Fred! Que surpresa, sabe, eu nunca tinha visto [o trabalho final], então é muito legal finalmente ter esta chance! Eu era muito jovem quando fiz as gravações e nunca vi nem metade do meu trabalho. Então, obrigada!”

Em seguida, o Fred perguntou do que ela se lembra das gravações e de como ela conseguiu o trabalho, e ela respondeu: “Vou te dizer uma coisa, o trabalho foi muito divertido! Na época, este tipo de coisa ainda era meio avançada e altamente tecnológica. Eu lembro de chegar na gravação e eles terem uns Dobermans [se referindo aos Cerberus] “robôs” incríveis feitos por eles. Eles eram muito reais. Além disso, eu era loira!! Meu cabelo não era da cor certa para o trabalho, então eles tingiram!! Eles passaram um spray de cor meio acobreada.”

Ela continuou: “Lembro da equipe sendo muito gentil. Foi um trabalho bacana. Fácil. Os japaneses geralmente são extremamente gentis. Ser estrangeira, branca, loira, magra de olhos azuis nos anos 90 era o sonho. Não vou mentir, você recebe muita atenção e as pessoas te amam. Então, eu era muito feliz no Japão. A vida era fácil. Eu ia a 10-15 testes por dia. Então não tenho ideia de quanto eles me viram ou se foram diretamente na minha agência e escolheram a modelo. Eles tinham uma agenda das modelos em uma van, a gente ficava dirigindo desde cedo até anoitecer todos os dias, geralmente das 10h às 20h, indo em testes. A agenda era bem básica. 10h00 lingerie, 12h00 revista, 13h00 comercial para a Morinaga e assim por diante. Tinham muitos clientes fixos e testes. Trabalhos com cabelos, de catálogo.”

O Fred também perguntou se ela se lembra da história da atriz de Jill Valentine (Inezh) estar incomodada com os mosquitos na “floresta”, e como estava o dia quando gravaram. Linda respondeu: “Eu não lembro dos mosquitos. Geralmente mosquitos não são um problema no Japão, mas em parques acho que sim. Era um dia bonito. Ensolarado. Não muito frio. Então devia ser começo ou fim de primavera. Talvez começo de outono. Eu estava do lado de fora e estava quente.”

Ainda questionada sobre Inezh e Jason (ator de Joseph Frost), ela contou o seguinte: “Eu acho que eles eram americanos. Eles eram legais. Eu era bem mais nova, então lembro que eles pareciam adultos perto de mim. Eu tinha ossos menores, era mais magra. Lembro que ela [Inezh] parecia uma mulher. Não do tipo modelo. Mais saudável e esbelta. Bonita, mas não do tipo modelo. Ela tinha mais corpo, e geralmente garotas assim não trabalham bem [como modelo]. Eu ainda era muito jovem. Achava que eles eram mais velhos e nossos papéis eram diferentes, tanto que as gravações não fizemos juntos.”

Para encerrar o bate-papo, o Fred ainda perguntou se ela sabia que o jogo havia se tornado um sucesso tão grande, uma franquia tão popular, e eis o que ela respondeu: “Eu não fazia ideia. Eu nem lembrava que estava nele até você aparecer! Eu acabei indo fazer outros trabalhos. Muitos outros. Sony. Toshiba. Comerciais de carro. Mas eu amei o tempo que passei no Japão. Os melhores anos da minha vida.”

O Fred ficou de tentar falar com ela de novo, inclusive o Resident Evil Database enviou umas perguntinhas, mas não se sabe se ela vai topar respondê-las, então vamos manter os dedinhos cruzados para novidades em breve!

E como dissemos lá em cima, a Linda não foi a única atriz que foi descoberta por eles! Já encontraram o Chris Redfield (Charlie Kraslavsky), Barry Burton (Gregory Smith, que tem entrevista com ele aqui no site!) e Albert Wesker (Eric Pirius). A Linda foi a mais recente, e agora a busca por Inezh e Jason continua! Estamos na luta para conseguir entrevistas com o Charlie e o Eric, mas eles aceitam e somem, a gente retoma contato, eles falam que vão mandar as respostas e somem… Mas continuaremos insistindo!

Não deixe de conferir o blog Raccoon S.T.A.R.S., que é dedicado à busca deles, com várias entrevistas que eles já conseguiram com os atores encontrados. O conteúdo é em inglês, mas vamos conversar com eles para trazermos as traduções aqui para o Database!

Big thanks to Dr. Raichi for reaching out at me regarding Linda’s interview! I am really humbled to be considered as a part of this amazing quest. <3

COMPARTILHAR
  • Thommy Sants

    Estou em choque!

  • Thommy Sants

    Ahhhh…
    Gostei da sinceridade dela. Ela me passa ser uma pessoa super alegre.

  • Uau! Que fantástico tê-la encontrado. Surpreso quando vi que ela não sabia do sucesso do jogo e por consequência que ela é muito amada por conta disso. Poderiam conseguir uma entrevista por vídeo conferência, isso seria divino.

  • Deivid

    da hora terem achado, mas pena que ela era tri desligada, fez o trampo e nem soube pra que, kkk’ nem que jogo era e pah, mina vacilona, kkkkkkkkkkk’

  • Bruks

    Poxa, que legal, Moni! 🙂 Então pelo visto os nomes utilizados nos créditos são reais, e não pseudônimos, só estão faltando os sobrenomes!

  • Paulo Smack

    Que Surpresa! Porem surpresa desagradável. Não sei se é possível acreditar nela, porém… Não deu o mínimo valor sequer, ao trabalho que fez, nem quis saber pra que era, ou o que era. Seria melhor ela falar, que não era ela, e que não sabia do quê estavam falando. Nada contra a pessoa, mas não acredito. Humildade passa longe. Interessante é ela ainda lembrar o nome da personagem……

  • Marco Aurelio

    Ótima matéria, é interessante saber um pouco de como eram feitos estes tipos de trabalhos, que ela parece nem lembrar e nem tem noção da importância, mas é muito considerada pelos fãs. Seria muito interessante se a Capcom reunisse todos e fizesse uma refilmagem da abertura.

  • mateuslira

    Cara, vc leu a matéria mesmo? Como ela não foi humilde? Eela respondeu todas as perguntas, foi gentil, elogiou a equipe daCapcom e disse que o tempo que ela passou no Japão foi a melhor época da vida dela, ela só nao lembrava pq ela não ta no mundo dos games (pergunta pra sua mãe ou tia se ela faz idéia do que seja resident evil, final fantasy ou metal gear por exemplo) e nao fazia idéia de que esse trabalho curto que ela fez (dentre dezenas outros pra outras empresas) há mais de 20 anos atrás, por acaso se tornou uma das maiores franquias de games da história

  • Bruno Santana Brito

    Vai ver era tudo meio que secreto. Hoje em dia tem projetos que os atores participam sem saber de fato do que se trata. Daí só depois que lança que eles ficam sabendo kkkk. Mas pelo jeitinho dela de falar tem uma característica meio de desligada mesmo, gostei do jeito dela.

  • Muito Bom!!!!