Facebook Twitter Google Plus Instagram YouTube

Padrim - www.padrim.com.br/horrordatabase

Online

Nós temos 346 visitantes online


ANÁLISE: Minha experiência com "The Order 1886" (Playstation 4)
Escrito por Monique Alves   
Ter, 30 de Junho de 2015 00:00

Terminei The Order: 1886, game exclusivo para Playstation 4. Eis que, depois de vários meses, eu peguei firme e terminei, e apesar de ter absorvido bem rápido o final abrupto do jogo, segundos depois dos créditos finais e do epílogo, demorei alguns dias para escrever este texto, até como forma de organizar melhor as ideias.
 
Antes de qualquer coisa, já aviso: este texto não é bem uma análise, é muito mais um relato de minha experiência pessoal com um game que, antes de seu lançamento, foi muito esperado, e o hype da galera chegava às alturas. Por causa da imensa demanda, acabei demorando alguns dias para receber o jogo, e coincidiu com um trabalho freelance que estava fazendo, seguido de uma viagem e então o lançamento de um dos jogos que mais me viciaram este ano (pelo menos até agora): Bloodborne.

 

 The Order 1886

 
ARTIGO ESPECIAL: Aprendendo a lidar com escolhas em “Life Is Strange”
Escrito por Monique Alves   
Ter, 26 de Maio de 2015 00:00

No dia 19 de Maio, Life Is Strange recebeu o seu terceiro (e surpreendente, tanto quanto os anteriores) episódio. Quando me deparei com o fato de que o Kapoow ainda não tinha um artigo sobre este jogo, fiquei um tanto quanto desapontada, mas ao mesmo tempo feliz pela oportunidade de falar sobre uma trama que eu venho acompanhando desde o início e que me encanta e me atrai a cada reviravolta.

Se você não é familiar com Life Is Strange ou sequer ouviu falar deste belíssimo “trabalho em progresso” da Square-Enix, trata-se de um game em formato episódico, com seu capítulo de estreia lançado no final de Janeiro deste ano. A protagonista Maxine “Max” Caulfield é um fator incomum em meio a uma tradicional escola de elite na pequena cidade de Arcadia Bay, e a sua excentricidade ganha um novo grau inusitado quando ela descobre que possui o dom de manipular o tempo, revertendo-o para refazer ações. A dinâmica do jogo é a de analisar objetos e falar com pessoas, o que lhe dará pistas a respeito dos mistérios a serem solucionados na trama.

 

Life is Strange

Life Is Strange é um game em formato episódico da Square-Enix.

 
ANÁLISE: “Toren” é um adventure indie criado por brasileiros
Escrito por Monique Alves   
Sáb, 16 de Maio de 2015 00:00

Desde a primeira vez que ouvi falar de Toren, imediatamente me interessei em saber mais sobre o jogo quando fosse lançado. A razão era uma só: a sua semelhança conceitual com outro jogo que eu gosto bastante, Child Of Light da Ubisoft. Mas logo que comecei a jogar, percebi que as semelhanças terminavam no fato de serem protagonizados por uma garota equipada com uma espada, até porque um é RPG, enquanto Toren é um adventure.
 
Para quem não sabe, este jogo é uma grande vitória para o cenário de games brasileiro, já que foi desenvolvido pela Swordtales um estúdio nacional, e teve apoio da lei Rouanet (lei de incentivo à cultura), além de ter sido destaque em diversos festivais indie e ter sido finalista de Design Art na Brasil Game Show 2014. Não bastasse isto, Toren tem tido grande destaque internacional, sendo vendido por lojas como a tradicional Gamestop.

 

Tören

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 Próximo > Fim >>

Página 7 de 8