latina porn lesbian porn

Wesker's Report

 

 

 


 

Meu nome é Albert Wesker.

Eu ansiava me tornar um grande pesquisador-chefe na Umbrella Inc. Uma empresa farmacêutica que conduz secretamente o desenvolvimento de Armas Biológicas, mais conhecidas como B.O.W.. Mas na base de treinamento e desenvolvimento de líderes, situada em Raccoon City, eu conheci um pesquisador brilhante e talentoso que decidiu seguir um caminho diferente. William Birkin.

Imediatamente, eu passei a integrar os S.T.A.R.S., uma unidade especial do Departamento de Polícia de Raccoon. A Umbrella, por problemas administrativos no desenvolvimento ilegal de Armas Biológicas, tinha muitas pessoas de sua equipe trabalhando no departamento de polícia.

Eu me tornei o líder dos S.T.A.R.S. e conduzi todos os tipos de atividades de inteligência para a Umbrella. Enquanto continuava a servi-los, eu trabalhava em meus próprios planos e esperava a hora certa para executá-los.

Então, finalmente, a oportunidade chegou.

 



- 1998 – Julho – 24/07 –

 

Os insanos incidentes de assassinatos que ocorreram na floresta, próxima a mansão, foram o início de tudo. A mansão era um laboratório secreto de B.O.W. e estava claro que o mau desenvolvimento do T-Virus fora a causa das mortes.

Inicialmente, a Umbrella me instruíra secretamente a manter os S.T.A.R.S. fora do caso, mas com as emoções exaltadas dos cidadãos, os S.T.A.R.S. não tiveram outra escolha a não ser ingressar nele.

Foi quando minha ordem seguinte foi dada. Levar os S.T.A.R.S. à mansão, me livrar deles e então informar a situação ao quartel general para que os combates deles contra as B.O.W.s pudessem ser usados como dados de análise, permitindo à Umbrella um quadro de compreensão das habilidades de combate das B.O.W.s.

Das duas equipes dos S.T.A.R.S., eu despachei primeiro a equipe Bravo. Como esperado, a elite dos S.T.A.R.S. deu o seu melhor e eles se tornaram dados de amostra úteis. Então, em seguida, eu enviei a equipe Alpha para “procurar e resgatar” a equipe Bravo perdida. Os membros da equipe Alpha também demonstraram seu valor e, como eu esperava, muitos morreram.

Sobraram cinco sobreviventes dos onze membros iniciais dos S.T.A.R.S.. Da equipe Alpha eram Chris Redfield, Jill Valentine e Barry Burton. E da equipe Bravo, eram Rebecca Chambers e Enrico Marini.

Era hora de começar a executar meus planos. Em meio aos acontecimentos, eu poderia pegar a mais poderosa arma biológica da Umbrella, o Tyrant, e unir forças com uma corporação rival à Umbrella. Para comprar esta corporação rival, eu precisaria dos dados de combate do Tyrant.

Os membros sobreviventes privilegiados dos S.T.A.R.S. eram a cobaia perfeita. Eu decidi fazer um deles bancar o Judas e guiar os outros até o Tyrant.

Este Judas foi o Barry.

Barry era do tipo forte de verdade e justiça e amava sua família mais do que qualquer outra coisa. Seu tipo é fácil de manipular. Eu apenas tirei a coisa mais importante dele. Meu único erro de cálculo foi o grande potencial de Chris e Jill. Mas com o homem de família Barry bancando o Judas, o plano seguiu como o planejado.

Então, os ventos mudaram repentinamente. Eu tive que eliminar Enrico, que descobriu o que estava por trás de tudo. Usei Barry para chegar até ele. Depois de me livrar com sucesso daquele irritante, esperei a amostra do espécime que Barry traria para mim na sala do Tyrant.

Eu injetei o vírus que recebi de Birkin, antes de tudo. Se eu fizesse com que a Umbrella acreditasse que eu estava morto, seria muito mais conveniente para me vender à corporação rival. De acordo com Birkin, o vírus tinha efeitos profundos. Ele colocaria meu corpo em um estado de “morte” temporária. Em seguida, me traria de volta à vida com poderes sobre-humanos. Para isso, eu liberei um incrível Tyrant de seu sono e deixei que ele me atacasse.

Enquanto minha consciência se esvaia, eu estava certo de que todo o meu plano acabaria dando certo.

Eu nunca imaginei que os S.T.A.R.S. pudessem derrotar a criação do mal. Eu perdi o Tyrant e o plano que criei e custara minha humanidade acabou falhando. Agora, tudo e todos que entrarem em meu caminho serão exterminados. Foi assim por um bom tempo e sempre será. A qualquer custo, eu tinha que fazer os S.T.A.R.S. pagarem.

 



- Setembro –

 

Dois meses se passaram desde o incidente da mansão. Para recuperar tudo o que havia perdido em minha nova organização, eu juntei forças com Ada Wong, uma agente que também fora enviada para espionar a Umbrella.

Eu sabia dentro de mim que William Birkin era o desenvolvedor-chave, mas o que ele não sabia era que a Umbrella não gostava de brincadeiras... com ninguém. Em algum momento, Birkin seria assassinado, e o G-Virus estaria nas mãos da Umbrella.

Mas a equipe de resgate liderada por Hunk foi na nossa frente. No momento em que chegaram até Birkin, ele se injetou com o G-Virus... Ele se tornou sua própria criação, e os liquidou.

Pouco depois, o T-Virus levado pelos ratos se espalhou por toda a cidade de Raccoon, e a Umbrella se viu diante de sua pior situação.

 



- 28.09 –

 

Os bons cidadãos se tornaram zumbis, e a cidade caminhava para seu destino de devastação. Humanos não eram páreo contra os zumbis.

No meio do caos, a Umbrella da Europa enviou um novo tipo de B.O.W., chamada “Nemesis”. O Nemesis caçaria e destruiria a sobrevivente dos S.T.A.R.S., Jill. Tornou-se obrigatório que nossa organização também obtivesse os dados de Nemesis.

 



- 29.09 –


Para encobrir toda a situação, a Umbrella enviou um Tyrant para cuidar de Leon e Claire, que estavam tentando desvendar os segredos deles.

E então, uma nova revelação. Birkin costumava esconder as descobertas de seus estudos no pingente de sua filha Sherry. Era bem possível que o G-Virus estivesse lá. Enquanto a Umbrella estava ocupada encobrindo tudo, tínhamos que capturar Sherry antes deles. Enviei Ada disfarçada para descobrir a localização de Sherry. Eu, o “homem morto”, por outro lado, tinha que trabalhar nas sombras.

A obrigação e prioridade de um espião é a sua missão, seguir a missão como uma máquina, sem quaisquer interferências emocionais.

Mas com a interação e o envolvimento dela com Leon S. Kennedy, um sentimento começou a crescer dentro dela.

Meus instintos sentiam perigo, algo precisava ser feito, e rápido. Meus instintos não me decepcionaram. Apesar de Ada quase ter colocado as mãos no G-Virus, que Leon havia obtido de Sherry, aquele sentimento a levou à morte. Mas ela ainda era um tanto útil. Eu tinha que salvar sua vida. Meu pessoal correu para recuperar o G-Virus que Leon jogou fora. Mas Hunk, o único sobrevivente da equipe de resgate da Umbrella, chegou antes de nós.

 



- 30.09 –


A única opção que nos restava era trazer Birkin, o monstro, de volta, como espécime de amostra e fazer com que ele acabasse com Leon e Claire para obter os dados de combate. Mesmo com Birkin tendo perdido a batalha para Leon e Claire, conseguimos amostras do G-Virus de seu corpo.

 



- 01.10 –

 

Pela manhã, o governo bombardeou a cidade de Raccoon numa tentativa de impedir a epidemia viral. Esta, claro, era uma desculpa.

Mais tarde, Claire partiu para a Europa para encontrar seu irmão desaparecido Chris, e Leon uniu forças com uma organização clandestina anti-Umbrella.

Sherry está salva em nossas mãos. Eu nunca subestimaria o Birkin.

Tem algo nesta garotinha...