Personagens | Piers Nivans

Ano de nascimento: 1986 (26 anos em 2012).
Tipo sanguíneo: A
Altura: 1,78m
Peso: 67kg

Aparições em títulos da série:

Biohazard / Resident Evil 6 (2012)
Biohazard The Stage, peça teatral (2015)


Biografia e Participação na Série:

Piers Nivans é 1º Tenente na BSAA, e após se formar em primeiro lugar na academia militar, ingressou na organização em 2010, graças às suas habilidades como atirador de elite: uma incrível precisão, muita coordenação motora e concentração. Sua formação militar é de família, e vem desde seu bisavô, o que sempre o fez querer proteger os outros.

Seu comandante é Chris Redfield, com quem tem uma grande amizade e por quem tem muito respeito, o que fez com Chris praticamente adotasse Chris como seu aprendiz. Em um e-mail para Claire Redfield, irmã caçula de seu capitão, a quem conheceu depois de um trabalho conjunto entre BSAA e Terra Save (ONG da qual Claire participa), ele demonstra sua admiração por Chris ao pedir uma foto anterior à sua “transformação”, antes de Chris ficar extremamente forte para confrontar Albert Wesker.

Em 12 de Agosto de 2010, ele e Chris são convocados para uma operação na Universidade de Philosophy, na Austrália, quando Rebecca Chambers, se passando por professora substituta, envia um relatório sobre uma investigação de alunos desaparecendo no campus e suas suspeitas de um dos professores da universidade, Liam Howard, estar envolvido com vírus e armas biológicas. Eles conhecem Sophie Home, agente da BSAA da Oceania, e Tyler Howard, o filho do professor, que está lá para impedir seu pai de continuar suas pesquisas e revelar que está vivo, depois de ter sido dado como morto para ingressar no serviço secreto americano.

Liam revela que o seu objetivo com suas pesquisas era a de trazer seu filho de volta à vida, mas como isto seria impossível sem o seu DNA, seu objetivo passou a ser o de resetar o mundo. Para isto, ele propôs ao reitor Ezra Sennett uma pesquisa que pudesse fazer com que a humanidade ultrapassasse seus limites da inteligência, e utilizou a aluna Mary Grey como a sua cobaia perfeita. Mary tinha uma doença incurável no sangue, e o vírus a mantinha viva, além de torná-la aluna prodígio da universidade.

Depois que o professor se injeta com o vírus e Tyler se vê obrigado a matá-lo, o que enfurece Mary. A garota sofre uma mutação e se transforma em um imenso monstro, sendo morta por um disparo de lança-foguetes, lançado por Chris. Ao fim da operação, Piers ainda ganha de Sophie Home o seu número de telefone.

No ano de 2012, ao lado de Chris e da jovem agente Merah Biji, também membro da BSAA, para conter uma ameaça biológica em um tradicional colégio interno na Ásia, o Marhawa Academy. Eles logo descobrem que um novo vírus, o C-Virus, é usado para causar o terror no local, após ser injetado em uma de suas alunas, que acabou sofrendo mutação e se transformando em uma criatura bizarra, mas ainda controlada por uma figura misteriosa. Piers e Merah se mostram mais do que amigos em diversos momentos, mas não fica claro se há algum envolvimento real entre os dois.

Mais tarde, no fim do mesmo ano, em 24 de Dezembro, ainda seguindo os rastros do C-Virus, a Equipe Alpha da BSAA, da qual Chris e Piers são membros, chegam à República da Edonia, no Leste Europeu, para conter uma guerra civil, onde o vírus foi usado por soldados mercenários. A caminho do prédio da prefeitura local, eles encontram a agente do governo americano Sherry Birkin, que está em missão de proteger o até então mercenário na região Jake Muller, em quem Piers não confia e acaba até demonstranso hostilidade, sendo repreendido por Chris. Sherry, Jake e a equipe acabam precisando unir forças para derrotar armas biológicas liberadas pelos rebeldes.

Por fim, ao finalmente chegarem à prefeitura, eles encontram uma misteriosa mulher, que se nomeia como Ada Wong. Ela diz que os responsáveis por entregar o C-Virus aos soldados mercenários é a Neo-Umbrella, chamando a atenção de Chris. Infelizmente, a equipe Alpha cai em uma armadilha arquitetada pela mulher, da qual sobreviveram apenas Piers e Chris, que sofre um ferimento na cabeça e é levado a um hospital local. Para a surpresa de todos, porém, Chris, desnorteado, foge do hospital desmemoriado e desaparece. A BSAA inicia buscas pelo rapaz, e Piers é nomeado como o líder da equipe Alpha. Ele chega a ser contatado pela agente Sheva Alomar, que trabalhara com Chris em 2009 na missão em Kijuju, oferecendo ajuda na busca pelo colega.

Depois de muitas investigações, Chris é localizado na Edonia seis meses depois, e é confrontado por seus ex-comandados em um bar, onde vinha se embebedando com frequência. Piers traz à sua memória a morte dos membros da equipe Alpha e diz que eles precisam dele, para a contenção de uma nova ameaça do C-Virus, desta vez na China. A memória de Chris vai voltando aos poucos, assim como sua sede de vingança por Ada Wong, sendo contido várias vezes por Piers, que tenta a todo custo proteger o capitão de fazer alguma bobagem e arriscar sua vida, o que leva os dois a baterem de frente em diversas ocasiões.

Eles seguem os rastros de Ada Wong até um antigo prédio, onde a abordam, mas são interrompidos de apreendê-la pela chegada de Leon Scott Kennedy e Helena Harper, ambos agentes especiais do governo americano. Ada foge, mas Chris e Piers a seguem em uma perseguição de carro, e quando a encontram, testemunham seu assassinato por um membro d’A Família, antiga sociedade secreta atualmente liderada por Derek Simmons. Chris e Piers não sabem que, na verdade, aquela era Carla Radames, “transformada” em Ada com o uso do C-Virus. A jovem era uma pesquisadora a serviço de Simmons e havia criado o C-Virus para agradá-lo, mas não fazia ideia que seria usada como cobaia por aquele a quem ela idolatrava cegamente. O objetivo d’A Família era manter o equilíbrio no mundo, e Carla decidiu criar a Neo-Umbrella justamente para instaurar o caos e atacar Derek.

Após a morte de Carla/Ada, Piers pega uma das amostras de vírus que ela carregava em sua maleta, pouco antes de seguirem para a tentativa de impedir o lançamento de mísseis sobre a China cheios de C-Virus pela Neo-Umbrella. A missão acaba falhando, e eles são contatados por Leon e Helena para salvar Sherry e Jake, raptados pela Neo-Umbrella e levados a um antigo petrolífero. Enquanto descem até chegar ao complexo, Chris expressa a Piers o seu objetivo de se aposentar após esta missão e entregar a liderança da equipe Alpha a Piers de uma vez por todas, que agradece e fica lisonjeado pela oferta.

Quando finalmente encontram Jake e Sherry, os quatro testemunham o despertar da grande arma biológica da Neo-Umbrella, a gigantesca criatura HAOS. Eles pedem à dupla que deixem o complexo, enquanto ficam imcumbidos de aniquilarem a criatura. Na batalha, porém, Piers é ferido gravemente pelo monstro e tem seu braço esmagado. No mesmo instante, Chris fica prestes a ser esmagado por HAOS, e Piers decide usar a amostra do C-Virus que coletara anteriormente para regenerar seu braço e ajudar o amigo. Aos poucos, ele vai sofrendo mutação, ganhando poderes elétricos em seu braço regenerado, mas continua lutando ao lado de Chris, que garante o tempo todo que ele ficará bem quando deixarem o complexo.

Mesmo com a persistência do HAOS, eles chegam às cápsulas de lançamento para a superfície, mas Piers se recusa a sair de lá, empurrando Chris para uma das cápsulas e o obrigando a partir sozinho. À distância, Chris observa o HAOS sendo aniquilado por um raio lançado por Piers, que destrói a criatura e causa o seu sacrifício. Por conta deste evento, Chris decide não abandonar a BSAA e continua como o capitão da equipe Alpha, em honra à memória de Piers.