Resident Evil 6 | Files Traduzidos

Campanha do Chris


Chris Redfield

Chris Redfield é um membro da BSAA de 39 anos de idade, trabalhando para a Filial Norte-Americana. Ele era o líder da Equipe Alpha até sofrer amnésia pós-traumática e se tornar um bêbado agressivo no subúrbio do Leste Europeu.

Nesta época, uma epidemia biológica na China choca o mundo. Piers Nivans, seu companheiro de equipe no Alpha, encontra Chris e o convence a retomar seu papel de liderança na BSAA. Apesar de sua perda de memória, Chris manteve a firmeza e as habilidades de líder que o tornaram um dos principais agentes da BSAA.

Abaixo está uma transcrição de uma comunicação enviada da BSAA da América do Norte a Piers.

Aqui é o quartel general. Nivans, você está ouvindo? Houve um ataque bioterrorista na América e na China. Não temos ainda muitas informações da situação, mas o governo dos EUA está recusando nosso auxílio em seu campo, então precisamos que a Equipe Alpha cuide da situação na China. Temos relatos de B.O.W.s J’avo com os quais sua equipe já teve experiência antes.

Também soubemos que você encontrou Chris Redfield, então, se puder, leve-o com você a Lanshiang. Ele pode ser de grande ajuda.


A BSAA

Logo após a dissolução da Corporação Umbrella em 2003, muitas outras companhias farmacêuticas viram suas pesquisas com armas biológicas entrarem para o mercado negro.

Tanto nas mãos do crime organizado ou de terroristas, armas biológicas estavam destruindo vidas por todo o mundo. Em resposta às vozes clamando por ação a ser tomada, o Consórcio Farmacêutico Global formou a força-tarefa antibioterrorista conhecida como Aliança de Avaliação a Segurança contra o Bioterrorismo (BSAA).

Inicialmente, a BSAA era apenas uma organização civil, apenas com posição de conselheira, mas quando a ameaça demonstrada pelo bioterrorismo se espalhou, as Nações Unidas decidiram patrocinar o grupo para ter uma força de reação rápida que pudesse lidar com ameaças pelo mundo todo. Com seu novo patrocínio em vigor, a BSAA obteve a autorização para conduzir investigação em países por todo o mundo, e realizar prisões onde estivessem.

No entanto, pede-se frequentemente à BSAA para não intervir em incidentes dentro dos Estados Unidos. A razão por trás disto pode ser vista em um memorando escrito por Chris em 2005.

O governo dos EUA terminou de colocar em ordem a epidemia no Aeroporto de Harvardville. Eles não conseguiram descobrir muita coisa para ajudar o incidente a fazer sentido, além do fato de que o T-Virus e o G-Virus foram a causa dos zumbis. Mas fizeram um bom trabalho no caso. Levaram apenas um dia.

Não é uma grande surpresa, acredito. Os governos vêm lidando com estes tipos de incidentes desde Raccoon. Acho que é por isto que a BSAA nunca é convidada para a festa. Eles têm seus próprios agentes. Só espero que eles nos chamem quando as coisas estiverem demais para resolverem sozinhos.

A Claire esteve envolvida, mas eu entrei em contato com ela, e ela pareceu estar bem. Fiquei preocupado.


J’avo

O C-Virus transformará hospedeiros humanos em criaturas chamadas de J’avo. Estas criaturas perdem todo o autocontrole, mas falham ao exibir qualquer queda notável nas funções mentais. Isto explicaria registros de J’avo manuseando armas de fogo habilmente e se comunicando com outros J’avo em sua língua materna. J’avo tenderão a seguir as ordens finais que lhes foram dadas antes de serem infectados com o C-Virus, e farão isto sem pensar em sua própria segurança ou bem-estar.

O vírus cria um estado febril no hospedeiro, e quanto mais o hospedeiro é ferido, mais quente ele fica. Muitos J’avo foram visto sucumbindo aos seus ferimentos, queimando até a morte em chamas brilhantes e quentes que consumiam seus corpos.

Dito isto, o que normalmente seria um ferimento mortal é rapidamente curado através dos efeitos do vírus. Mais sobre isso e outras características podem ser vistas neste trecho de um diário escrito por um membro da BSAA.

Nossa missão no Leste Europeu finalmente terminou e chegou a hora de ir para casa.
Estamos combatendo coisas chamadas J’avo, um tipo totalmente novo de mutação viral.
Eles são ágeis, espertos e seus ferimentos se curam automaticamente.
Eu odiaria ver um desses solto em meio ao público geral.


Mutações J’avo

Depois que o C-Virus transforma um humano infectado em um J’avo, o hospedeiro continuará mutando, com a mutação geralmente ocorrendo em uma parte específica de seu corpo. Quando o corpo do hospedeiro é ferido, as propriedades regenerativas do C-Virus tentam reparar o dano. Os reparos substituem o tecido humano normal por membros quitinosos parecidos com os de insetos. Em alguns casos, os reparos têm propósitos utilitários, substituindo braços por membros em forma de foice ou de escudo.

Outros relatos dizem que alguns J’avo desenvolvem asas e ganham a habilidade de voar. Certas mutações, como as asas anteriormente mencionadas, foram observadas em numerosas ocasiões; o número exato de tipos de mutações que realmente existem é desconhecido até este momento.

O nome “J’avo” foi dado pelo departamento europeu de pesquisa e desenvolvimento da BSAA.

Piers,

Obrigado pela amostra da nova mutação. Já começamos a mexer nela para ver o que a faz ocorrer. Isso deixou todos nós muito empolgados, na verdade.

Estamos chamando de J’avos estes infectados com o C-Virus, que é uma palavra sérvia para “demônio”. Também estamos usando palavras do idioma sérvio para nomear quaisquer variantes da mutação que surjam. Por exemplo, J’avo com braços em forma de foice são chamados de Ruka-Srp. Ruka significa “braço” e Srp significa “foice”. J’avo com asas de mariposa no lugar das pernas são chamados de Noga-Let, onde Noga significa “perna” e Let significa “vôo”. Sérvio soa muito legal para estas criaturas, você não acha?

Sei que vocês aí em campo provavelmente começarão a usar codinomes que sejam mais fáceis de lembrar e que façam mais sentido, mas não se esqueça, se um dia um repórter te perguntar “O que era aquela coisa com garra?”, não diga que era uma Espátula!


Piers Nivans

Piers Nivans é um membro da BSAA de 26 anos de idade, trabalhando para a Filial Norte-Americana. Chris Redfield é seu comandante.

Sua coordenação precisa e suas habilidades de concentração são inigualáveis, tornando-o melhor franco-atirador da BSAA. Ele consegue reagir rapidamente às mudanças de condições no campo de batalha, e, como tal, geralmente encontrará uma maneira de completar sua missão, independente de quaisquer condições adversas.

Um homem sério e determinado em batalha, ele ainda tem tempo para oferecer uma palavra gentil aos seus companheiros. São estas qualidades que fazem com que seu comandante comente que o futuro da BSAA esteja em homens como ele.

Nivans prefere não pensar em sua equipe como subordinados, mas como membros de uma grande família. Ele acredita que a força da BSAA esteja nos laços entre todos os seus agentes.

Ele tem o maior respeito pelo Capitão Redfield, e o Capitão Redfield confia implicitamente nele. Piers assumiu a equipe depois que Chris desapareceu. Abaixo está uma anotação de um oficial de alto escalão da BSAA, detalhando a situação de Piers durante esta época.

Faz um mês desde que Piers assumiu o comando da equipe Alpha e está fazendo um trabalho excelente. Ele não é tão forte como líder quanto Chris era, mas definitivamente supera os padrões. Eu não me importaria em torná-lo capitão permanente da equipe Alpha, mas acho que ele preferiria ver Chris voltando para o trabalho. Ele realmente o respeita. Provavelmente pensa que a BSAA não é a mesma sem ele.

Vamos esperar que nossos agentes no Leste Europeu encontrem alguma pista dele.


Ogroman

O Ogroman é um tipo de B.O.W. usado pelos insurgentes durante a guerra civil na Edônia. Ogroman é derivado da palavra sérvia para “corpo gigante”. Como o nome sugere, esta criatura é uma das maiores B.O.W.s estáveis de que se tem conhecimento da existência. Sua força é incalculável, e ele é violento e destrutivo.

Falta inteligência a estas B.O.W.s, e elas apenas agirão sob as ordens que lhes são dadas sem pensar ou hesitar.

Pode ser facilmente derrotada se poder de fogo suficiente for concentrado no sistema de auxílio grudado em suas costas. A urgência da situação na época deixou o Exército de Libertação da Edônia sem escolha, senão a de utilizá-lo sem aprimorar sua vulnerabilidade. Este fato pode ser confirmado em uma anotação escrita por um comandante deste exército.

A BSAA invadiu nosso território até a prefeitura. Se eles tomarem o controle de lá, não teremos esperanças de retaliação.

Nossa única opção agora é a de mandar aquela besta gigante que a mulher asiática chamava de “Ogroman”. Ela nos alertou para não usá-lo em batalha até que o ponto fraco em suas costas fosse resolvido, mas ele ainda deve esmagar alguns membros da BSAA antes de ser derrotado.


O C-Virus

O C-Virus transformará hospedeiros humanos em criaturas chamadas J’avo. O vírus muta o hospedeiro de formas horrendas, e é a mais recente arma biológica a ameaçar a segurança do mundo.

Um dos primeiros usos conhecidos foi como uma droga preservadora de saúde dada aos soldados mercenários em um dos muitos conflitos mortais do Leste Europeu.
Depois de seu uso na Europa, muitas criaturas J’avo começaram a aparecer pelo mundo.

O C significa Crisálida, já que o vírus encuba o hospedeiro humano dentro de uma carapaça em forma de casulo antes de sua mutação final.

Os primeiros testes dos pesquisadores da BSAA revelaram pouca coisa, e será necessário tempo para entender completamente o novo vírus.

Abaixo está uma anotação escrita por um destes pesquisadores.

O C-Virus é um vírus RNA que corrói as células sanguíneas dos infectados e causa estranhas mutações em formato de insetos.
O vírus T-Veronica da epidemia na Ilha Rockfort, em 1998, pode ter sido usado como sua base, considerando a similaridade entre as aparências das mutações. Neste momento, acreditamos que o G-Virus possa ter sido combinado de alguma forma com o T-Veronica para criar o C-Virus.

Quem poderia ser maluco o bastante para querer criar algo assim?


Napad

O Napad é uma criatura que resulta de uma mutação de alto nível causada pela exposição ao C-Virus. Napad é derivado da palavra sérvia para “ataque”.

Esta criatura tem uma epiderme dura e protetora, além de uma musculatura densa e grossa. A criatura ataque ao sacudir seus grandes e poderosos braços para todos os lados. Ao ficar nervoso, foi observado que ele bate no peito como um gorila.

A temperatura normal do corpo de um Napad é mais alta do que a de um J’avo. É tão alta, na verdade, que seu corpo constantemente solta vapor para manter um nível de temperatura não ameaçador à sua vida. (Como o Napad consegue soltar vapor sem se desidratar não se sabe.)

Qualquer dano à criatura, seja por tiro ou trauma de golpe, quebrará seu exterior de carapaça, revelando sua musculatura macia por baixo. O centro nervoso sob a carapaça em suas costas é muito sensível. Danos nesta área matarão a criatura instantaneamente.

Abaixo está a transcrição de uma comunicação enviada por um membro da BSAA ao quartel general.

“Tem um grande aqui!”
“Droga. Esta coisa é forte.”
“Não chegue perto dele! Fique longe e não continue atirando!”
“Espera! Ele está coberto por algum tipo de carapaça.”
“Usem suas espingardas para quebrá-la! Não vamos chegar a lugar algum desse jeito!”


Finn Macauley

Finn Macauley é um soldado da BSAA de 22 anos de idade, trabalhando para a Filial Norte-Americana.

A primeira ação real que presencia é na guerra civil na Edônia. Chris Redfeld é o seu comandante. Ele é honesto e sincero, além de um tanto tímido. Como especialista em explosivos, ele é designado a destruir barricadas e metralhadoras antiaéreas.

Infelizmente, ele se torna vítima dos planos de Ada, sucumbindo a uma infecção que o transforma em uma das muitas B.O.W.s que fora obrigado a enfrentar. Depois de perder sua humanidade durante a transformação em uma criatura irracional, ele é morto pelas tropas de apoio da BSAA enviadas à Edônia para se livrar das B.O.W.s.

Finn enviou uma carta para sua mãe um dia antes de ser mandado para a Edônia.

Querida mãe,

Espero que você esteja bem. Amanhã, embarco para a Edônia como membro da equipe Alpha da BSAA Norte-Americana. Como ainda sou apenas um novato, é uma honra poder entrar para esta equipe. Só espero não atrapalhar os outros.

O nome do capitão da nossa equipe é Chris Redfield. Ele é uma grande lenda por causa de seu histórico de combate contra o bioterrorismo. Eu tive a chance de falar com ele uma vez, mas ele parecia tão assustador que eu não consegui dizer nada. Mas provavelmente terei outra chance na Edônia, então vou tentar não ficar tímido da próxima vez. Preciso ouvir mais você e ser mais extrovertido.

Bem, tenho que ir. Vai demorar um pouco até que eu possa voltar a te escrever de novo, então não fique muito preocupada comigo. Queria poder trazer algo para você da Edônia, mas você sabe como se pode ficar ocupado no campo de batalha.

Finn


Amnésia de Chris

Chris Redfield sofreu amnésia pós-traumática depois que ele e sua equipe caíram em uma armadilha criada por Ada Wong na República da Edônia. A maioria de sua equipe morreu, e um Chris inconsciente foi levado para o hospital local.

Após acordar, Chris não tinha lembranças de quem era ou o que aconteceu, mas sua mente estava tomada por uma confusa e inexplicável culpa. Chris decidiu fugir, e deixou o hospital antes que alguém pudesse examiná-lo.

Até Piers Nivans e a BSAA o encontrarem, Chris vivie como um bêbado mal-humorado e violento, esperando se livrar da dor do que aconteceu naquele dia fatídico.

Abaixo está uma declaração dada pela bartender que trabalha no bar que Chris visitava regularmente, durante sua época de alcoólatra no Leste Europeu. Ela foi interrogada pela BSAA.

Ele começou a vir aqui há uns cinco meses.

Nós perguntamos quem ele era, mas ele disse que nem se lembrava, então começamos a chamá-lo apenas de “cachorro errante”. Mais um urso do que um cachorro, na verdade, pela aparência dele. Ele está sempre parecendo bem depressivo, grosseiro, nunca foi bom em pagar pelas biritas que toma – basicamente, é o pior cliente que já tivemos. Oh, e eu ouvi falar que ele arruma dinheiro fazendo algum tipo de trabalho como guarda-costas, o que não me surpreende. Ele usa o dinheiro para beber e pagar pela hospedagem.

Então, e aí? Ele está encrencado ou algo assim? Ha ha. Eu sabia que alguém viria atrás dele, em algum momento.


Poisawan

Poisawan é um cortiço localizado na cidade chinesa de Waiyip, construída em torno das ruinas de uma fortaleza destruída. Chris Redfield e a equipe Alpha perseguiram uma B.O.W. com habilidade altamente desenvolvida de camuflagem até esta área.

No começo do Século 20, a área era uma base de operações do colonialismo britânico. O Imperador da China conseguiu incitar as pessoas nas redondezas a eliminar os ingleses de suas terras. Após o abandono britânico, as áreas de Poisawan se tornaram uma zona sem lei. Sem ter alguém no controle, as pessoas começaram a construir casas a esmo, até criarem a atual bagunça labiríntica que o distrito é hoje.

Depois do ataque terrorista, metade dos habitantes da área conseguiu sair, mas o paradeiro do resto é desconhecido. No entanto, um bilhete foi encontrado, dando pistas do que pode ter acontecido a eles. Acredita-se que tenha sido escrito vários dias antes do ataque.

Uma bela mulher chamada Wong apareceu em Poisawan recentemente.

Ela disse que estava procurando por homens jovens e saudáveis, então me aproximei dela com interesse. Parecia que ela vinha perguntando para as pessoas como eu se estariam interessadas em participarem de testar novos medicamentos. A quantia em dinheiro que ela estava oferecendo é suficiente para viver bem por um ano. Não sei que tipo de medicamento eles estão testando, mas não dá para resistir a este preço.

Testar novos medicamentos soa um pouco assustador, mas não consigo deixar de pensar no dinheiro. Acho que vou aceitar a oferta da Wong.


Iluzija

A Iluzija é uma criatura resultante de uma mutação de alto nível criado pela exposição ao C-Virus. Iluzija é derivada da palavra sérvia para “fantasma”.

Esta criatura lembra bastante uma monstruosa cobra gigante, que pode camuflar seu corpo para se misturar aos arredores. Quando a criatura avista sua presa, começa a se comportar irregularmente.

Quando está enfraquecida, sua habilidade de se camuflar fica bastante reduzida. Para compensar a perda deste mecanismo de defesa, partes de sua pele se tornarão extremamente duras, ficando difícil feri-la com armas convencionais.

Abaixo está um memorando deixado para trás por um pesquisador envolvido na criação da Iluzija para a Neo-Umbrella.

Chamamos esta mutação de “Iluzija”. Esta foi uma surpreendente descoberta.

Sua habilidade de camuflagem é tão efetiva que ela se torna praticamente invisível. Isto, é claro, lhe dá uma grande vantagem sobre sua presa. As escamas não apenas escondem a criatura em forma de cobra, mas também são extremamente duras e funcionam como uma ótima armadura. Mas, por dentro, esta criatura é como qualquer outro animal.

Seu único ponto vulnerável é a sua boca, que fica visível ao se abrir para o ataque. Mas a vítima terá apenas um momento para explorar isto, antes de ser engolida viva.


Arquivo de Chris

Chris Redfield iniciou sua carreira militar como piloto na Força Aérea dos Estados Unidos. Sua relutância em fazer concessões o colocou em conflito direto com seus superiores. Incapaz de resolver estas diferenças, Chris se retirou da Força Aérea.

Ele foi, então, recrutado pelas forças especiais da cidade de Raccoon (S.T.A.R.S.) por causa de suas habilidades superiores de batalha e qualificações como piloto. Após o que se tornou conhecido como o Incidente da Mansão nos arredores de Raccoon, Chris partiu sozinho para acabar com a Umbrella e deixar o mundo ciente da ameaça das armas biológicas.

Depois da dissolução da Umbrella em 2003, Chris decidiu ingressar na BSAA e continuar a luta. Isto o levou à África em 2009, e em conflito direto com seu ex-chefe, Albert Wesker. Chris matou Albert durante a operação, e finalmente conseguiu acabar com todos os fantasmas da Umbrella e de Raccoon.

Em 2012, durante uma operação na Edônia, todos os soldados da BSAA, exceto Piers Nivans, foram transformados em B.O.W.s. Chris sofreu um trauma na cabeça que o levou à amnésia, e levou seis meses até que Piers conseguisse encontrá-lo novamente. Chris era muito importante na BSAA, e foi um grande choque para a organização quando ele foi relatado como desaparecido do hospital. A busca por ele foi liderada por Piers e todas as filiais da BSAA auxiliavam como podiam.

Abaixo está um e-mail enviado pela Filial da África Ocidental para Piers durante esta época.

Destinatário: Piers Nivans, Filial Norte-Americana da BSAA.
Remetente: Sheva Alomar, Filial da África Ocidental da BSAA.

Fiquei muito triste em saber do recente desaparecimento de Chris. Ele é tão importante na BSAA, e foi muito importante para mim também. Por favor, me avise se houver qualquer coisa que eu possa fazer para ajudar. A Filial da África Ocidental da BSAA está sempre aqui para o seu apoio.


Chris e Leon

Chris Redfield e Leon Kennedy trabalham para duas organizações diferentes, e não há motivo para interação entre eles. Mas eles compartilham uma ligação – a irmã de Chris, Claire.

Após o Incidente da Mansão em 1998, Chris partiu sozinho para a Europa, determinado a acabar com a Umbrella. Antes de partir, ele deixou de informar Claire sobre seu paradeiro, então ela foi a Raccoon para encontrá-lo. Lá, ela conheceu Leon, e juntos eles lutaram para fugir dos horrores de Raccoon. Por conseguinte, Claire se reencontrou com Chris na Ilha Rockfort.

Ela ama e respeita seu irmão, e considera Leon um amigo de confiança.

Com Claire como contato em comum, seria apenas uma questão de tempo até os dois se conhecerem. Apesar das interações entre suas respectivas organizações serem altamente restritas, quando finalmente se encontraram, ambos conseguiram entender as profundas convicções um do outro, particularmente as que tinham relação com a erradicação de armas biológicas. A conversa que aconteceu entre os dois é confidencial. Contudo, Hunnigan escreveu os detalhes do encontro em um relatório que ela enviou a Adam Benford. Abaixo está um trecho deste relatório.

A associada da Terra Save, Claire Redfield, apresentou os dois e eles trocaram um firme aperto de mão, sorrindo. Era quase como se os dois fossem amigos que não se viam há 10 anos. Eles não falaram muita coisa e foi uma conversa rápida, mas acredito que chegaram a um entendimento dos problemas de cada um em suas batalhas contra o bioterrorismo.

Acredito que este encontro tenha sido um passo importante na quebra da barreira entre o governo dos EUA e a BSAA.


Neo-Umbrella

Na Edônia, Chris e sua equipe da BSAA caíram em uma armadilha criada por Ada Wong. Ela usou o C-Virus para transformar sua equipe em B.O.W.s.

Como líder da Neo-Umbrella Ada trouxe o C-Virus que fora desenvolvido na China para a guerra civil na Edônia, onde secretamente o forneceu aos insurgentes para administrá-lo em seus guerreiros mercenários. Os mercenários, então, tornaram-se criaturas conhecidas como J’avo, e ela coletou dados de suas transformações.

Chris passou a maior parte de sua vida lutando contra a companhia farmacêutica Umbrella, quase sendo derrotado em inúmeras ocasiões. Não é difícil imaginar o que ele pensou quando ouviu pela primeira vez o nome Neo-Umbrella. A razão pela qual Ada nomeou a organização assim é uma pergunta que só ela pode responder.

A Equipe Alpha foi quase completamente aniquilada após entrar em contato com a Neo-Umbrella e com Ada. Porém, ainda não havia provas reais da existência da Neo-Umbrella naquela época. A mulher que se intitulava Ada podia até estar mentindo até onde a BSAA sabia, então eles foram cautelosos em não tirarem conclusões.

No fim das contas, a Neo-Umbrella oficialmente se fez ouvir quando o novo vírus atingiu a China, e Ada Wong foi confirmada como a líder. Abaixo está um bilhete escrito por Marco Rose da BSAA Norte-Americana antes de ser mandado para a China para conter a nova organização e seus ataques.

Vou ser mandado para a China hoje, já que eles foram atacados com um novo vírus. Vou liderar a Equipe Bravo. Ouvi falar que a Equipe Alpha encontrou Chris, então acho que ele irá liderá-los. Será bom vê-lo.

Não acredito que estes idiotas por trás do ataque estão se autonomeando como “Neo-Umbrella”. Acho que eles pensam que são muito importantes para usarem este nome. Mal posso esperar para pegar a Ada e fazê-la implorar por perdão diante do mundo todo.


Dos Arquivos da Neo-Umbrella

Para: Toda a Equipe da Neo-Umbrella

Às 23:29 de hoje, os sinais de nossa líder Ada Wong pararam. Ao mesmo tempo, o Plano D foi dado como ativado. Todo o pessoal nos complexos a extremo oeste deve seguir para uma das zonas de segurança pré-determinadas. Este aviso de emergência é para toda a equipe humana, e não para as cobaias J’avo. Um cabo de emergência será mandado para o complexo subaquático, quando o Plano D estiver ocorrendo totalmente.

Plano D:
1. Infectar todos de Lanshiang, disparando um míssil em Tatchi.
2. Durante a confusão, despertar o Haos no complexo subaquático, e mandá-lo em direção à terra firme.

Com isto, o mundo todo provará do pânico que foi Raccoon; o caos será a nova ordem. Vamos deixar nossa líder, Srta. Wong, orgulhosa.


Arquivo de Piers

Todos os homens da família de Piers Nivans eram militares, começando pelo seu bisavô. Desde quando consegue se lembrar, Piers queria seguir os passos de seu pai.

Ele se formou como primeiro aluno de sua classe em uma academia militar de elite, onde foi altamente reconhecido por suas habilidades como franco-atirador. Após sua graduação, ele ingressou nas Forças Especiais do exército. Pouco depois de entrar para as Forças Especiais, ele se desiludiu.

Enquanto continuava participando de atividades sem hesitar, ele ansiava por um chamado maior, uma razão para todo este treinamento. Em 2010, ele encontrou este chamado quando Chris Redfield, impressionado com as habilidades de franco-atirador de Piers, chamou-o para ingressar na BSAA.

Piers ficou impressionado com o modo como Chris conduzia a Equipe Alpha; ele os tratava como uma família, e não como soldados descartáveis. Chris, por outro lado, sabia que não poderia ser um agente de campo para sempre, por isso recrutara Piers. Chris acreditava que o futuro da BSAA estava em indivíduos talentosos como Piers, e Piers, no que lhe dizia respeito, agora tinha uma causa pela qual valia a pena lutar.

Piers conversou com alguns de seus subordinados sobre Chris um ano atrás. Abaixo está um memorando escrito por um deles, que parecia estar bastante interessado no que Piers tinha a dizer.

Piers falou outro dia sobre Chris Redfield, o que o cara enfrentou quando tinha a minha idade. Devo dizer, é loucura.

Quando Chris tinha 25 anos, ele se envolveu no famoso Incidente da Mansão. Enfrentou B.O.W.s antes mesmo de se chamarem B.O.W.s, e sobreviveu! Só isto por si só já é incrível o bastante! Mas então, três meses depois, ele partiu uma missão solo para procurar sua irmã na Ilha Rockfort, que era comandada pela Umbrella. Ele encontrou monstros criados por um novo vírus e até enfrentou Albert Wesker.

Acho que eu nunca conseguiria lidar com tudo o que ele fez até hoje. Ele é um baita cara. Uma lenda mesmo!

Eu queria ser como ele. Só não sei se realmente tenho o que precisa.


Chris e Albert

Chris Redfield e Albert Wesker, pai de Jake Muller, têm uma história que vem desde quando os dois eram da mesma equipe dos S.T.A.R.S. e encontraram as primeiras B.O.W.s conhecidas pelo mundo durante o Incidente da Mansão em 1998.

Descobriu-se mais tarde que este “acidente” foi arquitetado por Albert, que estava trabalhando para a Umbrella. Por causa disto, Chris perdeu muitos bons amigos e companheiros. Chris decidiu acabar com a Umbrella e evitar a disseminação das B.O.W.s, o que o levou a confrontos com Albert em inúmeras ocasiões.

Em 2009, Chris estava na África, tentando impedir Albert de matar a maior parte da população do planeta. Durante a batalha, Albert se transformou em uma B.O.W., mas foi morto, graças a Chris e a sua parceira, Sheva Alomar. Felizmente, os planos de genocídio global de Albert nunca foram realizados.

Um relato dos sentimentos de Chris durante esta época está abaixo.

Acabar com Wesker foi definitivamente um grande ponto de virada. Eu entendi pelo que estava lutando. Mas, novamente, ao mesmo tempo, matar um monstro como ele me fez sentir como se tivesse realizado tudo o que eu planejava.

Não tenho intenção alguma de desistir da luta. Mas não posso fazer sozinho. Poderá chegar uma hora em que alguém como Wesker apareça novamente, e uma geração mais jovem precisará carregar o fardo. Então, vou voltar a trabalhar com uma equipe e ensinar a geração mais jovem o que precisam saber. A BSAA precisará deles.


Complexo Subaquático

O complexo de pesquisas da Neo-Umbrella no fundo do mar foi construído para que o grupo pudesse ter um local secreto para criar B.O.W.s.

Equipes de cientistas extraíram magma de baixo do solo do oceano para encontrar bactérias e micróbios que pudessem resistir a condições extremas, e então adicionaram novos atributos ao C-Virus para dar vida às poderosas B.O.W.s.

Onde a Neo-Umbrella conseguiu patrocínio financeiro para construir um complexo tão majestoso continua sendo um fato desconhecido.

Abaixo está um memorando escrito por um pesquisador do complexo de pesquisas no fundo do mar.

Faz uma semana desde que minhas ordens me trouxeram aqui. Quem imaginaria que uma estrutura assim poderia existir a esta profundidade sob a água? E a única razão pela qual a construíram foi para criar e manter o Haos. Apenas uma incubadora grande e cara. Espero que valha a pena.


Haos

Haos é uma B.O.W. gigantesca e a máxima arma criada pela Neo-Umbrella em seu complexo subaquático.

A criatura tem a pele translúcida, deixando a estrutura óssea humanoide e os órgãos internos visíveis a olho nu. Além disto, também há órgãos produtores de gás que secretam um gás que transforma humanos em zumbis. Este gás é milhares de vezes mais concentrado do que o da Lepotitsa, e sua taxa potencial de infecção é exponencialmente ampla.

Se um dia ele chegar à superfície, seguiria com seu plano e continuaria se dividindo e se multiplicando. Em apenas alguns dias, estas criaturas Haos contaminariam o planeta inteiro. Caso ocorresse a morte da líder da Neo-Umbrella, Ada Wong, a criatura Haos ainda seria liberada. No entanto, dependendo de quando acontecesse, haveria a possibilidade de que a criatura ainda fosse liberada em um estágio incompleto de seu desenvolvimento.

E foi o que aconteceu, Ada de fato morreu antes que a criatura pudesse chegar à sua forma completa, e ele foi despertado e liberado de acordo com o plano do sistema. Abaixo está um registro deste evento.

23:29
Morte de Ada Wong confirmada.
Executando Plano D.
Iniciando procedimentos para despertar do Haos.
Progresso da metamorfose: 70,3%.
Parte inferior do corpo ainda incompleta.
Plano não será afetado.