Resident Evil 7 | Files Traduzidos


E-mail de Mia

De: Mia Winters
Enviado: 18 de julho de 2017 23:04 Terça-feira
Para: Ethan Winters

Dulvey, Louisiana.
Fazenda Baker.
Vem me pegar.


Lista de Nomes

Ben (morto)
Harold (transformado)
Arthur (transformado)
Tamara (transformada)
Craig (morto)
Leila (morta)
Shaun (morto)
William (morto)
Travis (transformado)
Peter (morto)
Andre (morto)
Clancy (L)
Mia
Heidi (transformada)
Clyde (morto)
Lindsay (transformada)
Steven (transformado)
Nathaniel (morto)
Edward (morto)
Nadine (morta)
Alex (morto)
Tom (morto)
Reid (transformado)
Susan (transformada)
Josef (morto)
David (morto)


Recibo da Loja de Reformas Domésticas

Niko Ferramentas

Serra $24,99 x 1 = $24,99
Corda $34,79 x 4 = $139,16
Coleira animal $19,99 x 20 = $399,80

Subtotal = $563,95
Imposto = $22,26
Total = $586,21


Artigo de Jornal – Pessoas Desaparecidas

Três desaparecidos em exploração urbana

As autoridades estaduais estão pedindo ajuda para localizar três homens que desapareceram durante sua viagem no Distrito de Dulvey, vindos de Nova Orleans, no 9º dia deste mês.

Os homens desaparecidos foram identificados como Peter Walken, Andre Strickland e Clancy Javis. Os três produziam vídeos para a Internet e viajavam a Dulvey para filmar sua mais recente produção. Os vídeos do grupo consistem principalmente em exploração de edifícios abandonados e casas mal-assombradas.


Artigo de Jornal – Mais de 20 Desaparecidos

“Mais de 20 desaparecidos em 2 anos”

O Cap. Howell, da polícia estadual, contou a repórteres que iniciou uma busca por Helen Midkiff, uma estudante universitária da Carolina do Norte que estava viajando para Louisiana. A Sra. Midkiff não é vista deste a noite do dia 21.

Relatos de pessoas desaparecidas no sul da Louisiana aumentaram drasticamente nos últimos dois anos.

A maioria dos desaparecidos são turistas e nômades. Acredita-se que pelo menos 20 pessoas tenham desaparecido.

A polícia suspeita de crime e acredita que possa haver uma conexão entre os incidentes. Planos foram feitos para aumentar os interrogatórios locais e expandir a equipe para avançar nas investigações.

Alyssa Ashcroft, 19 de Janeiro de 2016


Diário de Jack

2 de Outubro
Relatórios afirmam que uma tempestade está vindo.
Tive muitos problemas com limpeza depois daquele último, anos atrás. Acho que é hora de reforçar as janelas e o telhado. Talvez eu consiga que Lucas ajude.

9 de Outubro
A água finalmente recuou. A casa está bem, mas a casa antiga foi muito danificada.
Lucas não para de falar sobre um navio enorme que naufragou no pântano. Se isso for verdade, é melhor reportar para o distrito.
Vou verificar isso amanhã.


Nota de Jack

Marguerite,
Leve aquele hippie de merda que pegamos da sala para a área de processamento.


Nota de Travis

Querida Courtenay,

Esses malditos estão me procurando, mas talvez isso dê uma chance de você escapar.

Encontre os relevos em forma de cabeças caninas.

Eu vi uma das cabeças na sala de dissecação subterrânea. Pegue. É a chave para sair daqui.

Tem algo de errado comigo.
Deve ser aquela merda que me fizeram comer.
Se eu vou morrer, que pelo menos ir lutando.
Vou pegar aquela escopeta que vi na sala de recreação e fazer eles se arrependerem do que fizeram comigo.

Você precisa cair fora daqui.
Eu te amo, Courtenay.

Com amor,
Travis


Nota na Sala do Incinerador

Lucas,

Eu peguei o cara que vive tentando escapar.
Tranquei ele no incinerador da esquerda para não fugir de novo. Acabe com ele quando ele estiver pronto.

Você sabe como abrir a porta, né?
Lembre: 3 “as e uma palma de mão.

Faça o que quiser com a garota dele.


Nota sobre Relevo

Tô cansado de perseguir esses bostas no quintal.

Da próxima vez que um dos hóspedes correr, esconda os relevos de cachorro para que eles não saiam da casa.

Vamos esconder eles assim:
– Relógio de parede da sala de estar
– O livro na sala de recreação
– A sala de dissecação no porão


Carta do Médico

Querida Sra. Baker,

Como você tem se sentido recentemente? Faz muito tempo desde que você veio fazer um check-up.

Estou escrevendo para avisar que terminei de examinar seus raios-X. Essas áreas escuras no crânio são estruturas semelhantes a fundos, que parecem estar relacionadas a mofo.

As alucinações e ruídos que você diz ouvir podem estar relacionados a esses desenvolvimentos.

Se os sintomas forem devidos a um parasita fúngico, ele deve ser removido antes que seja tarde. Não quero lhe assustar, mas estou seriamente preocupado com a sua saúde.

Por favor, venha ao hospital assim que ler esta carta. Como seu médico, recomendo fortemente que faça mais testes.

Crawford Lang,
Hospital Geral de Dulvey


Anotações da Investigação de Zoe

Estou sentindo meu corpo cada vez mais estranho. Logo vou ficar que nem meus pais.

É tudo culpa dela.

Será que devo fugir?
Não, não posso. Se ela descobrir, eu morro.

Aquela mulher que estava com ela, Mia, sabe de algo.

Se eu tivesse o soro poderia me curar.

Preciso descobrir mais.


Aviso de Marguerite

Zoe,

Você tentou subir pro segundo andar de novo, não foi?! E achou que eu não ia notar?!?!

Mesmo depois do que aconteceu com Eveline, você continua falando sobre algum remédio estranho.

E o que você está tramando com o meu altar?
É melhor manter esses dedos grudentos longe dele!

Ninguém toca no meu altar sagrado!

Acha que seu pai e eu somos idiotas?! Sua criança mimada e patética…
Queria que vc NuNCa tivesse nascido. Patética e mesmo assim
sempre nosDESPREZANDO e tEntando deixar nossa CASA! Depois de TUDo que FIZEMOS por VOCÊ… Patética PATÉTICApatética patética…

Se você SEQUER tocar no meu altar vou cortar seu peito e servir de assado…


Documentação do soro

Sobre o soro série:

Os seguintes itens poderão sintetizar soro.

1. Série D nervo craniano
2. Série D nervo periférico


Caderno de Marguerite

11 de Outubro

Meus ouvidos zuniram o dia todo e não consegui dormir desde que a criança apareceu. É como Zoe die: tem alguma coisa estranha com a criança e a mulher que ela trouxe junto.

15 de Outubro

Estou vendo coisas, ouvindo coisas, não paro de sentir náuseas.
Fui ver o médico da cidade e ele tirou um raio-X.
O que está acontecendo comigo?

23 de Outubro

A criança me deu um presente.

Outubro –

Coloquei o presente na sala secreta, bem nos fundos do segundo andar, onde ninguém vai achar.

Aquele braço é um sinal de confiança da criança.
Aquele braço vai nos trazer felicidade.

E qualquer um que corromper essa felicidade…
Não vou deixar ele viver.


Nota na Cabeça do Delegado

“O porco está esperando você na sala de dissecação, putinha.”


Diário de Lucas

de abril
Mamãe me levou pro hospital na cidade.
Eles tiraram uma foto da minha cabeça em uma máquina esquisita.
Então mamãe comprou um quebra-cabeças de 259 peças para mim na loja.

de abril
O idiota do Oliver continua me provocando.
“Você é doido!”

de abril
Eu menti pro Oliver. Eu disse pra ele vir pro meu aniversário, e aí fechei ele no sótão com o controle remoto.
Ele não parava de chorar. “Me deixa sair, Lucas!”

de abril
Mudei o controle remoto pra idiota da Zoe não entrar no sótão.
Fundi ele em um dos meus troféus de concurso de inventores.
Agora ela nunca vai encontrar.


Página Arrancada do Diário

…de abril
Oliver parou de berrar, mas às vezes eu escuto batidas lá de cima.

…de maio
Fede DE VERDADE!
E tem algum líquido esquisito pingando do teto.
Bom, já que eu tive tempo, mudei o troféu de controle remoto de novo.
Agora vai brilhar mesmo de noite.


Nota no Relógio

“A mesma hora que todos os outros relógios.”


Nota em Cadáver Queimado

(Senha)

Você é o próximo.


Carta de Jim

Querida Janet,

E aí, como estão as coisas?
Acho que vai demorar meio ano até você receber esta carta. A vida é tão chata aqui. Dia após dia, o mesmo velho mar.

Embora tenha uma coisa que é diferente.
Desta vez, temos alguns passageiros conosco, o que dificilmente acontece.

É um casal com uma menininha. Acho que são parentes distantes do capitão.
Imagine, viajar em um navio tanque em vez de um cruzeiro. Eles devem estar sob pressão!

Tentei falar com a menininha antes e o pai dela me olhou muito feio. Por que ele está tão preocupado?

Pensando bem, o capitão disse que não tinha nenhum parente…
Talvez eu esteja pensando demais.

Sinto sua falta.
Com amor,
Jim


Testamento de Giovanni

É tarde demais para nós, mas pelo menos posso informar ao mundo o que aconteceu aqui.

Fiquei no turno da noite ontem, então fui cochilar no quarto comum lá pelo meio-dia.

Estava meio acordado e ouvi uma garotinha rindo. Ou foi coisa da minha cabeça?

Acordei às 19:30 e tinha uma bagunça no corredor. Drew, um dos engenheiros, entrou e disse que alguma coisa estava acontecendo embaixo, talvez um motim. A cara dele estava branca.

Ele me disse que iria verificar, mas não voltou.

Devia ser lá pelas 19:50 quando ouvi o grito. Fui pra lavanderia conferir e vi Clark ser devorado por algum tipo de monstro negro.

O monstro virou e começou a vir até mim, com dentes de tubarão enormes, batendo o queixo. Gritei que nem uma menininha e saí correndo.

Agora estou aqui no quarto comum, tremendo enquanto escrevo. Tem uma horda inteira dessas coisas zanzando nos corredores agora. Ainda escuto gritos de vez em quando, mas de jeito nenhum que vou lá fora agora.

É isso: escrevi tudo que eu sei.

Giovanni Finetti


Ordens

Divisão de Operações Especiais
Diretor Alan Droney e Supervisora Mia Winters

Relatórios recentes sugerem que se Eveline continuar na localização atual, ela corre grande risco de roubo por organizações oponentes. Suas ordens, portanto, são de transferir Eveline para nossa filial na América Central para custódia até aviso posterior.

Durante a transferência, cumpra os seguintes protocolos:

– Aja como os guardiões adultos de Eveline o tempo todo para evitar suspeitas.
– Gerencie os sinais vitais de Eveline com o Códex de Genoma.
– Se a missão for comprometida, descarte Eveline.


Documento Secreto

E-Nec tox n

Destr c qualquer cob bas no
mod bio s E.
U e somente rte de ativ rie E.

E t deve ser est antes .
Faça isso cando uma amostra no
reci da necr xina.


Memorando do Mecânico

Louis,

O cabo está totalmente queimado. Nós tínhamos um substituto, mas tivemos que usá-lo para consertar algo na ala médica 3A. Você vai ter que pedir ele para o Dr. Waddell.

Precisam de mim na sala de máquinas, mas não posso descer lá até que façamos essa coisa funcionar.

Dwayne


Documento sobre E-Necrotoxina

E-Necrotoxina

Destrói as células de qualquer cobaia com base no modelo de arma bioquímica série E.
Use somente para o descarte de ativos série E.

A toxina deve ser estimulada antes do uso.
Faça isso colocando uma amostra de células série E no recipiente da necrotoxina.


Relatório de Infecção

Este relatório detalha os sintomas que aparecem quando a bactéria* que cresce dentro da série E infecta um humano.

Leia este documento minuciosamente antes de lidar com agentes série E transformados em armas.

*Daqui em diante, chamada de “mofo”.

Infecção inicial
O mofo ingere nutrientes do corpo da cobaia para se propagar e vai tomando conta das células no corpo.

Como efeito colateral, a cobaia infectada ganha habilidades regenerativas notáveis.

Durante os experimentos, removemos braços e pernas de cobaias e descobrimos que elas foram capazes de recolocar os membros amputados em minutos.

Estágio médio da infecção
Quando o mofo chega ao cérebro, os pensamentos da cobaia se “sintonizam” com o agente série E.
A cobaia começa a ouvir coisas e sofrer alucinações, e logo fica sob controle completo do agente série E.

Se este estado continuar, o hospedeiros perderá todo o senso de ego.

Infecção completa
Após cada célula do corpo ser tomada pelo mofo, a cobaia começa a perder a forma humana. As mutações físicas variam caso a caso, mas todas resultam na aquisição de incrível força física.

Conter uma cobaia neste estágio seria extremamente difícil.


Registro de Emails

Enviado:
Sexta, 16 de janeiro de 2015 12:42

Graças a vocês, faz uma semana que minha cabeça está clara e de volta ao normal. E ela AINDA acha que me pegou! Vocês precisam mesmo trabalhar para resolver isso. Não apenas ela se parece com uma menininha, mas é tão estúpida quanto, também.
Mamãe e papai ainda estão totalmente sob influência.
Estava me perguntando. Essa obsessão toda com “família” é algo que vocês programaram nela?
É meio zoado.

Enviado:
Sexta, 4 de novembro de 2015 2:10

Aquela puta da Mia ainda está entre a Evelândia e a realidade. Ela fica bem violenta, então tranquei ela em uma cela.
Achei que talvez Eveline fosse ficar com raiva, já que Mia é a favorita dela e tal, mas parece que não se importa. Na verdade, ela vai visitá-la às vezes. Ela acha que Mia é a mãe dela.
Como eu disse, sua “arma bioquímica” é zoada.

Enviado:
Sexta, 1º de setembro de 2016 1:10

A obsessão da Eveline com família está saindo do controle. Ela está fazendo todo mundo raptar cada vez mais idiotas na rua para acrescentar à família esquisitona dela.
Talvez ela esteja cansada de Mia não aparecer, mas é uma merda pra mim, porque eu tenho que limpar a bagunça sempre que alguém novo chega.
Aliás, a Evie parece doente ou algo assim.
A pele dela está ficando toda enrugada, e cabelos brancos estão surgindo.
Isso era para acontecer? É como se ela estivesse envelhecendo de repente.


Relatório de P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) (1 de 2)

O projeto originou-se em 2000 e fazia parte de diversos conceitos da iniciativa SCEF (superioridade de combate experimental do futuro) da empresa, que trabalhava com a assistência técnica da H.C.F. para desenvolver uma arma biológica que neutralizasse os combatentes em larga escala e com um mínimo de contato direto. A SCEF acabou sendo extinta, e todos os recursos foram transferidos a esse projeto.

A diferença entre este projeto e as demais armas convencionais é sua capacidade de transformar combatentes inimigos em aliados, convertendo elementos hostis em serventes submissos.

Como essa opção elimina os gastos com prisioneiros de guerras e com o combate em si, já era de se esperar que a XXX e ate a organização XXX de XXXX ficassem bem ansiosas para participar.

O projeto nunca existiria se não fosse a descoberta de XXXXXXXXX em XXXXXX, o avançado fungo de “evolução vicariante” que normalmente chamamos de “mutamiceto”.

O método de fabricação de cada arma biológica consistia em introduzir o genoma mutamiceto em um embrião humano pré-estágio 4 e realizar a cultivação em ambiente controlado durante 38 a 40 semanas.

Os organismos resultantes eram intitulados “espécimes candidatos” e classificados quanto à usabilidade, indo da impraticável e defeituosa Série A até a Série D e enfim à Série E, considerada perfeita.

Foi selecionado um fenótipo comum para as armas biológicas: uma menina de dez anos de idade, para se assemelhar às populações urbanas ou refugiadas.

O primeiro espécime da Série E, chamado de Eveline, mostrou-se capaz de expurgar o mutamiceto XXXXXXXXX do próprio tecido quando bem entendia.

Também é importante observar que o mutamiceto de Eveline impõe profundo controle sobre o corpo e a mente quando introduzido em um organismo hospedeiro.

Ainda temos muito o que descobrir sobre o mecanismo com o qual Eveline conquista e mantém este controle, mas a teoria atual é a de que o vetor é semelhante aos feromônios autoindutores usados no sensor de quórum das bactérias pseudonomas.

O controle de Eveline é exercito atrás de uma série de estágios distintos, e o primeiro é a alucinação.

Quase que imediatamente após a infecção, a cobaia começa a ter visões da Eveline (mesmo que ela não esteja ali) e até a ouvir sua voz (inaudível para os demais).

As experiências com as cobaias no decorrer dos estágios de infecção indicam que, no início, Eveline é a ilusão de uma garotinha comum, que deseja companhia ou ajuda. Com o passar do tempo, ela começa a fazer exigências cada vez mais radicais, como automutilação e ataques contra outras pessoas.

O choque psicológico provocado por isso ajuda a abrir as barreiras naturais da mente para o efeito doutrinador de Eveline. Quando o controle mental finalmente é obtido, a infecção do mutamiceto já avançou por todas as células, de forma que o corpo XXXXXXXXXXXXXX.


Relatório de P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) (2 de 2)

As propriedades de Eveline também incluem a capacidade de formar organismos a partir do micélio: filamentos fúngicos.

O termo “organismo” é usado aqui a grosso modo; em termos técnicos, trata-se de superorganismos constituídos de incontáveis micélios. O que importa é que eles manifestam um forte instinto de sobrevivência e reagem agressivamente a menor das provocações. A resiliência fúngica e notável força deles se traduzem num considerável potencial de combate.

Os pesquisadores chamam esses superorganismos de “Mofados” porque são feitos de mofo. O nome tem uma certa elegância.

Em relação ao tratamento de infecções acidentais, realizar XXXXX nas amostras do tecido de Eveline produz um soro fungicida.

Administrar o soro em cobaias infectadas provoca a calcificação dos micélios, mas se a invasão das células já estiver em estágio avançado, o soro será fatal. Como a oportunidade para tratamento é muito restrita, a função principal do soro é descartar cobaias infectadas, e não curar.

Ao explorar o potencial do soro, descobrimos que submetê-lo a XXXXX maximiza a potência dele, transformando-o no composto que chamamos de E-Necrotoxina, que XXXXXXXXXXXXX até em doses ínfimas.

O mais interessante de se observar no comportamento de Eveline é sua obsessão com o conceiro de família.

Durante os experimentos, notamos que é comum as cobaias infectadas agirem como o “pai” ou a “mãe” dela, tratando-a como se fosse de fato a filha deles.

Por que ela decidiu que a família seria o tema do controle mental dela?

Ainda é especulação, mas pode ser que ela entenda instintivamente que o núcleo familiar é melhor para se misturar em grupos sociais do que uma menina solitária.

Por outro lado… Bem, os mais sentimentais diriam que ela procura compensar uma suposta falta de “amor” vivenciada na sua criação em quarentena. O amor de um pai, ou mãe.