Livro Traduzido | Resident Evil Archives Vol. II

INTRODUÇÃO

RESIDENT EVIL 0

Nas profundezas do Centro-Oeste Americano, as pitorescas Montanhas Arklay da cidade de Raccoon foram tomadas por uma onda de mortes e desaparecimentos misteriosos. Os corpos foram encontrados mutilados, e o Departamento de Polícia de Raccoon declarou que os incidentes eram resultado de homicídios. Em 23 de Junho de 1998, a cidade enviou a Equipe Bravo de sua unidade especial de polícia, S.T.A.R.S. (Serviço de Táticas e Resgates Especiais) para investigar os incidentes.

O helicóptero da Equipe Bravo sofreu uma imprevisível pane no motor acima das montanhas, e pousou na floresta próxima. Por sorte, não houve perdas. Enquanto a equipe tratava seus ferimentos e buscava nos arredores, eles encontraram um veículo de transporte policial bastante danificado. Não havia sinal do prisioneiro sendo carregado, mas a documentação o identificava como Billy Coen, de 26 anos de idade, um ex-tenente da Marinha dos EUA. Ele fora acusado por vinte e três homicídios e condenado à execução. Os dois motoristas do veículo foram mortos, e a Equipe Bravo decidiu resolver a questão.

Uma das mais novas recrutas da equipe, Rebecca Chambers, descobriu um trem parado no meio da floresta e foi investigá-lo. Enquanto andava pelo trem, descobriu que todos a bordo estavam mortos. Pouco depois, algo bizarro aconteceu… seus cadáveres começaram a caminhar, e persegui-la! Eles eram zumbis! Apesar de sua inexperiência, Rebecca conseguiu se defender do inesperado ataque. Eventualmente, ela encontrou Billy, que propôs que eles trabalhassem juntos para fugir. Rebecca se nega, determinada a seguir a ordem de prendê-lo. Mas ao ser atacada por um terrível monstro formado por uma massa ambulante de sanguessugas, foi Billy quem a salvou.

Sem aviso, o trem começou a andar. Rebecca e Billy ficaram encurralados a bordo com os zumbis e grosseiros monstros de sanguessugas. Com uma feroz tempestade lá fora, o trem começa a pegar velocidade. Ele estava fora de controle, em direção a um precipício. Eles tinham que pará-lo! Os dois trabalharam juntos para frear e mudar o curso do trem. O trem arrebentou uma barricada e descarrilou. Ele rolou e, finalmente, parou em meio a uma chuva de faíscas.

Eles foram avançando, e descobriram estar no Centro de Treinamento Administrativo da Corporação Umbrella. A base era dirigida pelo finado Dr. James Marcus, um dos três fundadores da gigante farmacêutica. Ali, eles haviam desenvolvido um terrível vírus que transformava criaturas vivas em zumbis. A cada esquina, Billy e Rebecca eram forçados a enfrentar hordas de pesquisadores zumbificados. Lutando lado a lado, Rebecca começou a questionar a culpa de Billy, e acabou pedindo a ele que contasse a história verdadeira. Cabisbaixo, ele contou tudo a ela.

Billy fazia parte de um esquadrão especializado, ordenados, por uma inteligência equivocada, a destruir uma vila cheia de pessoas inocentes. Como punição pela recusa de Billy em seguir a ordem inescrupulosa, o comandante do esquadrão usou Billy como bode expiatório para encobrir seu erro.

O então morto Dr. Marcus finalmente apareceu diante deles, usando um corpo duplicado criado para ele pelas sanguessugas. Ele era o inteligente pesquisador que primeiramente criou o T-Virus, mas sua pesquisa começou a fugir cada vez mais dos ideais da companhia. Como resultado disto, dez anos atrás, seus companheiros de pesquisa Albert Wesker e William Birkin o assassinaram. O vírus tomou conta de seu corpo depois de sua morte, e passou os últimos dez anos revivendo-o. Enquanto Marcus dizia estas palavras, uma horda de sanguessugas se reunia em torno dele. Ele se transformou na grotesca Sanguessuga Rainha, e atacou Billy e Rebecca.

No final, os dois conseguiram derrotar a Sanguessuga Rainha e fugir. Rebecca arrancou a corrente de identificação de Billy. Ela prometeu a ele que, quando fizesse seu relatório, diria que ele estava morto. Sob o céu ao amanhecer, os dois seguiram seus diferentes caminhos.


RESIDENT EVIL

A Cidade de Raccoon enviara sua Equipe Bravo para investigar as Montanhas Arklay nos limites da cidade, mas todo o contato com a equipe se perdeu, e seu paradeiro era desconhecido. No dia seguinte, 24 de Julho, a Equipe Alpha foi enviada à área para procurar por eles. Depois de sobrevoar as montanhas várias vezes, eles localizaram o helicóptero caído da Equipe Bravo, e pousaram para investigar. Lá, eles foram imediatamente atacados por uma matilha de cães zumbificado, que matou um dos membros de sua equipe. O comandante da equipe, Albert Wesker, os guiou para se abrigarem em uma mansão próxima.

No fim, apenas três deles conseguiram chegar à entrada. Um tiro quebrou o silêncio. O membro da equipe Chris Redfield correu para investigar, e chegou a tempo de ver seu colega de equipe sendo devorado por um zumbi. A mansão que deveria ser seu refúgio era, na verdade, um antro de monstros! Com o terror do horrível primeiro encontro ainda fresco em sua mente, Chris iniciou uma busca aflita para encontrar os seus dois colegas de equipe, e uma maneira de escapar em segurança.

Em sua busca, ele encontrou Richard Aiken e Rebecca Chambers da Equipe Bravo. Aiken estava gravemente ferido, com Rebecca tentando estancar o sangramento.

Outro membro da Equipe Alpha, Jill Valentine, também estava explorando a mansão. De repente, ela ouviu vozes vindas de outra sala. Pareciam duas pessoas se comunicando pelo rádio, mas em se tratando da conversa em si, ela mal podia acreditar no que ouvira. Eles estavam falando sobre um plano para destruir os S.T.A.R.S.! Jill entrou na sala e encontrou seu companheiro da Equipe Bravo, Barry Burton. Ele se esquivou de suas perguntas, mas esta sua atitude evasiva só fez com que ela ficasse mais desconfiada. Ela, mais tarde, foi informada pelo comandante da Equipe Bravo, Enrico Marini, de que havia um traidor na força, passando informações para a Corporação Umbrella. Com isto, ela ficou determinada a chegar à verdade da questão.

Jill e Chris finalmente se encontraram, e seguiram para o Complexo de Pesquisas Arklay, localizado no subsolo da mansão. Lá, eles descobriram que seu comandante, Wesker, estava mancomunado com a Umbrella. Eles, pouco depois de descobrirem isto, viram Barry atrás deles, apontando uma arma para eles. Em um único momento, todas as peças deste terrível incidente se encaixaram. Wesker apontou sua arma para eles também, e começou a lhes contar tudo. Tudo o que havia acontecido era parte do plano da Umbrella de usar os S.T.A.R.S. como cobaias de seu vírus. Atraí-los para a mansão era parte deste plano. Tudo havia sido planejado desde o início.

Na verdade, entretanto, Wesker havia traído até mesmo a Umbrella. Tudo havia sido feito por sua própria ambição.

Ele havia se livrado de todos que entraram em seu caminho, inclusive o restante da equipe. Agora que eles haviam ajudado a concluir seu objetivo, ele se livraria de Chris e Jill também. Mas antes que pudesse puxar o gatilho, ocorreu outro disparo. Barry havia atirado em Wesker. Ele lhes contou que Wesker havia feito sua família de refém, para forçá-lo a trair seus companheiros. Enquanto Barry se desculpava, Wesker apertava o painel de controle, libertando a imensa criatura experimental Tyrant de sua cápsula. Wesker esperava que ele seguisse seus comandos, mas ele indiscriminadamente enfiou nele suas garras. A criatura verdadeiramente “tirana”, então, voltou sua atenção para suas próximas presas: Chris, Jill e Barry.

Chris e Jill fugiram, e contataram por rádio o helicóptero de resgate. Mas o que os recebeu foi na cobertura não foram seus salvadores, mas o Tyrant. Eventualmente triunfando após uma batalha desesperada, eles foram vencidos pelo cansaço enquanto o helicóptero os levava para casa. Os eventos daquela noite mais tarde seriam conhecidos como “Incidente da Mansão”.


RESIDENT EVIL 2

Dois meses após o terrível incidente nas Montanhas Arklay, a tragédia chegou até a própria Raccoon. Duas pessoas, um homem e uma mulher, se encontravam em um inferno de verdade: uma cidade tomada por uma população zumbificada. O homem era Leon S. Kennedy, um novo recruta em seu primeiro dia na Força Policial de Raccoon. A mulher era Claire Redfield, que havia vindo à cidade em busca de seu irmão Chris, de quem ouviu falar pela última vez dois meses atrás.

Os dois acabaram se encontrando na rua. Eles imediatamente correram por segurança para a delegacia, mas o que deveria ser o lugar mais seguro da cidade estava, na verdade, tomado por policiais zumbificados! Leon e Claire se separaram para procurar sobreviventes.

Em sua busca, Leon conheceu uma mulher chamada Ada Wong, uma bela oriental misteriosa que viera à cidade em busca de um jornalista em particular. Eles encontraram o jornalista, que havia se trancado em uma cela de prisão. Ela disse a ele que estava procurando por pistas do paradeiro de seu namorado, um empregado da Umbrella que desaparecera. Mas ele não estava disposto a lhes dar nenhuma informação útil, exceto por lhes oferecer uma maneira de sair da cidade.

Enquanto isso, Claire encontrou uma sobrevivente, uma garotinha chamada Sherry Birkin. Claire a chamou, achando que era perigoso demais para ela ficar andando sozinha, mas a garota apenas fugiu. Quando Leon e Ada, mais tarde, viram a garota, ela correu deles também. Porém, desta vez, ela deixou cair um medalhão. Ada pegou o medalhão e o abriu. No momento em que viu o que tinha dentro dele, ela se foi, deixando Leon para trás.

Os zumbis que tomaram a cidade haviam sido criados pelo T-Virus, desenvolvido pela Corporação Umbrella. Agora, havia outro vírus ainda mais terrível: o G-Virus. O G-Virus causava mutações em nível genético, resultando em transformações evolutivas sem fim, que poderiam ser passadas adiante na reprodução da criatura. Seu criador era o pai de Sherry, William Birkin.

Na realidade, Ada era uma espiã contratada por Wesker… agora trabalhando para uma das rivais da Umbrella… para roubar o G-Virus. A Umbrella também havia enviado seu próprio esquadrão de elite para procurar pela amostra. Com a companhia atrás de sua vida e do trabalho de sua vida, Birkin injetou o G-Virus em si mesmo, transformando-se em um monstro conhecido apenas como “G”. O G agora estava em busca de um novo hospedeiro no qual pudesse se reproduzir. Ele precisava de um hospedeiro que fosse geneticamente semelhante a ele, e escolhera Sherry para isto.

Leon e Ada, cada um sem saber da história do outro, se aproximaram muito. Infelizmente, Ada foi mortalmente ferida em um ataque do Tyrant. Com o que parecia ser o seu suspiro final, Ada ativou o mecanismo de autodestruição do laboratório de pesquisas de Birkin.

Leon e Claire correram para a plataforma onde Sherry estava sendo mantida, e embarcaram em um trem, que era usado para carregar materiais para o prédio, para fugir. Eles injetaram em Sherry a vacina do G-virus e o trem deixou o local, correndo para a superfície. Mas justamente quando tudo parecia estar correndo bem, o G apareceu no trem. O som de explosões podia ser ouvido em meio aos alarmes de perigo biológico. Leon e Claire não tinham opção, a não ser explodir o trem com o G dentro dele, e fugir em busca de segurança. O único problema era que o vagão de controle estava trancado. Sherry conseguiu passar por um duto de ventilação e chegar ao vagão de controle. Lá, ela pressionou o botão de freio. Assim, os três saltaram do trem.

Eles correram juntos para a saída de um túnel subterrâneo, o mais longe que suas pernas poderiam levá-los. Logo que conseguiram sair, uma explosão ecoou do túnel atrás deles.

Leon não demorou para celebrar sua vitória, mas jurou ali mesmo acabar com a Corporação Umbrella. A ameaça opressiva do G e a imagem de Ada morrendo ficaram irreversivelmente gravadas em sua mente.


RESIDENT EVIL 3

Enquanto Leon e Claire lutavam para fugir, outro evento estava ocorrendo em Raccoon. Jill Valentine, a agente dos S.T.A.R.S. que sobrevivera ao Incidente da Mansão, havia ficado em Raccoon para investigar as pessoas responsáveis: a Corporação Umbrella. Foi durante este tempo que o vírus, e os zumbis, começaram a se espalhar. Esta nova epidemia fez com que ela relutantemente desistisse de sua busca. Em vez disto, ela decidiu se encontrar com Chris na Europa.

Ela andou pela cidade, esquivando-se de monstros e, eventualmente, acabou encontrando um colega sobrevivente do incidente da mansão, um piloto de helicóptero dos S.T.A.R.S. chamado Brad Vickers. Mas o encontro caloroso dos dois logo se tornaria um eterno adeus, assim que uma grotesca figura de capa preta apareceu e deu um fim a Brad, proferindo o nome dos S.T.A.R.S. como uma maldição. Jill escapou da criatura e chegou à delegacia de polícia.

Dentro da delegacia, Jill acabou ouvindo uma transmissão de rádio de uma pessoa pedindo ajuda. Havia sobreviventes lá fora! Jill se armou, e estava saindo de lá quando o grande homem apareceu diante dela novamente. A criatura, conhecida como Nemesis, parecia segui-la onde quer que ela fosse.

Um tiro ecoou em seus ouvidos. Ela seguiu na direção de onde ele veio, e lá encontrou um homem vestido como um soldado. Seu nome era Carlos Oliveira, membro de um Serviço de Contenção Biológico da Umbrella, que havia sido enviado para resgatar os sobreviventes. Jill tinha suas dúvidas se a companhia que causara o desastre estaria tão preocupada com sobreviventes, mas não viu razão para ir contra um mero soldado de aluguel. Sua equipe estava em uma situação muito pior do que qualquer um deles poderia prever. Carlos a incentivou a ir com ele para a plataforma de bonde da cidade, com o qual eles poderiam ir até o ponto de encontro do helicóptero.

O bonde estava quebrado, mas, a bordo, eles se encontraram com o líder do esquadrão da U.B.C.S., Mikhail Victor, e o membro do esquadrão Nicholai Ginovaef. O grupo seguiu até um posto de gasolina para pegar materiais que fizessem o trem funcionar, mas Nicholai foi mortalmente ferido em uma explosão. Mikhail também morreu em um ataque do Nemesis. Como os últimos sobreviventes, Jill e Carlos seguiram sozinhos no trem. Eles chegaram ao ponto de resgate, apenas para ver o o helicóptero de resgate destruído pelo Nemesis. E mais, o ataque do tentáculo de Nemesis infectou Jill com o T-Virus.

Mesmo com o seu único meio de fuga destruído, Carlos se recusou a desistir. Ele partiu em busca de uma vacina para Jill. Sua determinação beirava a negligência, mas no fim, ele conseguiu salvar Jill.

Os dois saíram em busca de um novo meio de fuga, quando, de repente, Nicholai surgiu diante de Jill, são e salvo. Ele disse a Jill que era um “supervisor” enviado pela Umbrella para monitorar a luta com as B.O.W.s, e que Jill tinha um preço. O cruel Nicholai, então, roubou o último helicóptero restante em Raccoon para si.

A partir de então, as coisas ficaram piores. O Nemesis apareceu diante de Jill novamente, agora transformado em uma forma muito maior e mais monstruosa do que antes. Usando suas últimas forças, ela o enfrentou, e finalmente o transformou em uma massa sangrenta.

Com a violenta batalha finalizada, um helicóptero pousou ao lado dela. Carlos estava lá, junto com outro rosto familiar. Ela não conseguia acreditar no que via, mas vê-los foi como uma luz de esperança. Enquanto eles partiam, um imenso míssil passou por eles, com destino ao centro da cidade.

Houve uma terrível explosão, e a cidade foi tomada por chamas. A cidade de Raccoon foi varrida do mapa.


RESIDENT EVIL: CODE VERONICA

Já se passavam três meses desde a aniquilação da cidade de Raccoon. Claire estava na Europa, procurando por seu irmão desaparecido Chris, que foi registrado pela última vez envolvido em atividades anti-Umbrella.

Claire conseguiu se infiltrar em um laboratório de pesquisas em Paris, mas foi capturada e transferida para uma prisão na Ilha Rockfort. Pouco depois de sua chegada, porém, a prisão da ilha isolada virou ruínas com um ataque aéreo desconhecido. O zelador percebeu que não haveria motivo para tentar confiná-la agora, e a libertou. Em liberdade, zumbis andavam em grupos. O complexo havia se tornado um inferno sem saída na Terra.

Enquanto Claire fugia, alguém começou a atirar nela. Mas quando ela estava prestes a contra-atacar, o atirador surgiu. Era um furioso rapaz de 17 anos, um prisioneiro chamado Steve Burnside. Claire pensou que deveria haver uma razão maior para ele ter sido aprisionado tão jovem, e que houvesse algo em seu “comportamento”. Antes que ela pudesse saber mais, ele fugiu para o aeroporto sem ela.

Claire conseguiu usar um dos computadores da prisão para conseguir informações de seu irmão, depois enviou um e-mail para Leon, pedindo ajuda. Ela tinha certeza de que ele encontraria Chris.

Pouco depois, Claire encontrou o comandante da ilha, Alfred Ashford, neto do fundador da Corporação Umbrella, Edward Ashford. Acreditando que Claire fosse um dos inimigos misteriosos, ele atirou nela sem piedade. Claire percebeu que este grupo deveria ter sido responsável pela epidemia de T-Virus, mas ainda não fazia idéia de quem eles eram ou por que haviam atacado a ilha.

Enquanto Claire seguia em busca de um meio de fuga, ela foi impedida por um monstro gigante. Justo quando a esperança parecia perdida, ela foi salva por um tiro da arma de Steve. Mas quando outro zumbi surgiu diante dele, Steve foi incapaz de atirar. Finalmente, quando ele percebeu que Claire estava em perigo, ele descarregou seu cartucho inteiro nele, em seguida caindo de joelhos, chorando. O zumbi era o seu próprio pai. Ex-funcionário da Umbrella, seu pai vinha planejando vender segredos da companhia. Quando seus planos vieram à tona, a Umbrella matou sua mãe, e prendeu Steve e seu pai. Com a explicação para o incomum comportamento de Steve surgindo, Claire gentilmente o confortou…

Claire se viu frente a frente com um fantasma: Albert Wesker. Ele havia vindo em busca da irmã gêmea de Alfred, Alexia, que desenvolvera o T-Veronica e o injetou em si mesma. Wesker invadira a ilha com seu esquadrão, com a intenção de capturar Alexia.

Wesker permitiu que Claire fosse embora, esperando usá-la como isca para se vingar de Chris. Claire e Steve partiram da ilha em um avião, mas acabaram indo parar no Pólo Sul. Ali perto, havia um imenso complexo de pesquisas da Umbrella. Alfred foi atrás deles, mas eles atiraram nele, e mais uma vez partiram em busca de um jeito de sair de lá. Enquanto isso, Alexia acordava de seu sono criogênico auto-induzido por quinze anos…

Chris chegou na Ilha Rockfort, recebendo a mensagem de Leon. Ele tinha o pressentimento de que o vírus havia se espalhado pela ilha, e seu pressentimento se confirmou quando ele encontrou Wesker. Wesker disse a Chris o que estava procurando e onde Claire estava. Chris correu para a Antártida em seu caça para se encontrar com Claire e Steve. Ele tentou salvar os dois, mas Alexia transformara Steve em uma cobaia para o T-Veronica. Steve, a princípio, atacou Claire, mas sua humanidade persistente ressurgiu quando ele olhou dentro dos olhos dela. Claire o fez se lembrar de quem ele era, e em seus últimos momentos, ele se tornou realmente humano novamente.

Wesker capturara Claire de novo, e a trancara em uma cela de prisão. Chris ativou o dispositivo de autodestruição do complexo para destrancar as portas e libertá-la. Enquanto eles tentavam fugir em busca da segurança, seu caminho foi bloqueado por Alexia, agora transformada em uma imensa formiga-rainha. Os dois a destruíram com a arma Linear Launcher, acabando com os planos de Wesker de capturá-la. Wesker os perseguiu em fúria, mas eles conseguiram se livrar dele, e entraram no caça de Chris para deixar a base da Antártida para trás. Eles não sabiam que Wesker havia encontrado outra forma de obter o T-Veronica…


MONÓLOGO DE LEON

1998…

Nunca vou esquecer.

Foi o ano em que aqueles assassinatos cruéis ocorreram nas Montanhas Arklay.

Logo depois, a notícia correu pelo mundo todo revelando que foi culpa de um experimento viral secreto conduzido pela Empresa Internacional Farmacêutica, Umbrella.

O vírus se espalhou perto de uma comunidade nas montanhas, a cidade de Raccoon. E atingiu a cidadezinha pacífica de forma devastadora, enfraquecendo seu alicerce.

Sem ter escolhas, o Presidente dos Estados Unidos ordenou um plano de contingência – de esterilizar Raccoon.

Com toda a história indo a público, o governo dos Estados Unidos decretou a suspensão indefinida dos negócios da Umbrella.

Logo, suas ações quebraram, e para todos os efeitos, a Umbrella estava acabada.

Seis anos se passaram desde aquele horrendo incidente…