Livro Traduzido | Resident Evil Archives Vol. II

PERSONAGENS | RESIDENT EVIL 5

Chris Redfield

Dados Pessoais:
Idade – 35
Tipo sanguíneo – O
Altura – 1,85cm
Peso – 85kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da América do Norte)

Chris é membro da filial da América do Norte da BSAA (Aliança de Avaliação de Segurança do Bioterrorismo), uma organização anti-bioterrorista criada pelo Consórcio Farmacêutico Global. Como agente com autorização em Nível 10, ele tem permissão para investigações e operações de alto nível da filial. Ele foi um dos membros fundadores da BSAA, e coloca sua percepção superior, riqueza de experiência e excelentes habilidades de combate em prática como carta na manga da organização.

Chris recebeu informações da filial africana da BSAA de que negociações em larga escala de B.O.W. (armas biológicas) estavam ocorrendo na Zona Autônoma de Kijuju. Ele se voluntariou para fazer parte da Equipe Alpha na missão de prender o líder do tráfico, Ricardo Irving. Sua motivação não era apenas uma vontade de erradicar o bioterrorismo, mas um desejo de encontrar pistas da localização de sua ex-parceira, Jill Valentine, que fora declarada morta anos atrás.

Ele desenvolveu seu corpo de missões anteriores com o desejo de um dia ter sua vingança contra Albert Wesker. A última vez que Chris o encontrou foi no curso de sua missão de se infiltrar na propriedade de Ozwell E. Spencer. Ele não era páreo contra Wesker naquele momento, e por causa disto, esta missão se tornou a última de Jill.

Chris um dia fora piloto da Força Aérea dos EUA, onde sua convicção resoluta provou ser seu ponto fraco: Ele foi dispensado após uma série de conflitos com superiores. Ele foi treinado para o uso tanto de helicópteros quanto de aeronaves, e possui grande proficiência no uso de armas de fogo pesadas. Estas habilidades acabaram fazendo com que ele fosse recrutado pela unidade de forças especiais de Raccoon, os S.T.A.R.S. (Serviço de Resgate e Táticas Especiais), onde se tornou membro da Equipe Alpha. Dentro do esquadrão de elite, ele assumiu a inestimável posição de PM (Frente). A unidade foi encerrada, no entanto, quando foi traída por seu próprio líder, Albert Wesker.

Em 1998, a famosa contaminação – mais tarde conhecida como “Incidente da Mansão” – ocorreu no Complexo de Pesquisas de Arklay, e Chris foi um dos únicos sobreviventes. Após este incidente, ele seguiu sozinho para a Europa para tentar encontrar pistas que acabassem com a Umbrella, a companhia farmacêutica que havia causado o incidente e lucrara com o desenvolvimento de armas biológicas. Em Dezembro daquele ano, sua irmã Claire foi a Paris procurando por ele, onde foi capturada pela Umbrella. Quando Chris partiu para a Ilha Rockfort para salvá-la, ele teve um reencontro inesperado com Wesker, apesar de os assuntos entre os dois acabarem não sendo resolvidos novamente.

Cinco anos após o incidente da mansão, Chris e Jill viajaram para a Rússia, como participantes de uma Unidade Regional Particular de Contenção Biológica. Sua missão era a de eliminar uma nova B.O.W. sendo desenvolvida pela filial da Umbrella na Rússia, de codinome T-A.L.O.S.. Por um acaso do destino, Wesker estava se infiltrando no complexo exatamente no mesmo momento, mas Chris e Jill nunca souberam de sua presença.

A Umbrella acabou pouco depois, mas o uso de B.O.W. em incidentes bioterroristas continuou se espalhando pelo globo. Para acabar com o último legado da Umbrella, Chris e Jill criaram o exército da BSAA, tornando-se parte dos ilustres “Onze Originais”.


Sheva Alomar

Dados Pessoais:
Idade – 23
Tipo sanguíneo – AB
Altura – 1,65cm
Peso – 52kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

Sheva pertence à filial da África Ocidental da BSAA, onde é designada como suporte de Chris durante sua missão na Zona Autônoma de Kijuju.

Assim como Chris, ela é uma SOA (Agente de Operações Especiais; Agente para simplificar), que assume missões especiais como único soldado. Durante as operações da BSAA, no entanto, Agentes tipicamente atuam em dupla, e a familiaridade de Sheva com a região de Kijuju, suas habilidades em artes marciais e sua proficiência em Inglês a tornaram a parceira ideal para Chris.

Seu compromisso sério com a justiça é aprimorado por uma conduta otimista e gentil, e ela valoriza profundamente suas amizades, uma característica que é mostrada pela sua reação às mortes de seus queridos amigos da Equipe Delta. A palavra tatuada em seu braço esquerdo significa “Heroína” em suaíli.

Sheva nasceu em uma pequena cidade industrial na África, onde vivia uma vida feliz com seus pais até os oito anos de idade. Então, um dia, uma tragédia aconteceu: Um acidente na fábrica local tirou as vidas de todos os trabalhadores, incluindo seus queridos pais. O nome da fábrica era Usina Umbrella 57.

Pouco depois, Sheva foi adotada por seu tio, que esperava receber alguma indenização por acolhê-la. A indenização, porém, nunca veio, e Sheva logo deixou sua casa. Desejando ver seus pais novamente, ela seguiu pela savana, esperando chegar à sua cidade-natal. Apesar de suas jovens pernas acabarem cedendo, ela por sorte foi acolhida por um grupo de guerrilha local.

Quando Sheva contou a eles pelo que passou, a guerrilha lhe informou que o que havia tirado a vida de seus pais não fora um mero acidente, mas um teste de uma arma biológica. Os trabalhadores não sabiam que estavam trabalhando em armas biológicas; no entanto, a Umbrella deu um jeito para que fossem eliminados, para encobrir as evidências. No entanto, a Umbrella não destruiu só a fábrica: com ajuda do governo, a Umbrella destruiu a cidade toda. Sem ter casa para onde voltar, Sheva entrou para a guerrilha, motivada pelo ódio à crueldade da Umbrella e do governo, que permitiu que eles se saíssem impunes.

Apesar de Sheva começar fazendo pequenos serviços para o grupo, ela de vez em quando usava armas. As coisas seguiram assim até os seus quinze anos, quando ela foi contatada por um homem que afirmava trabalhar para o governo Americano. O homem contou a ela que a guerrilha estava planejando comprar uma arma biológica da Umbrella para usar em um ataque bioterrorista. O homem pediu sua ajuda para ajudá-lo a impedir a negociação, prometendo que a guerrilha seria libertada: Tudo o que eles queriam era o representante da Umbrella. Sheva acreditou nas palavras do homem, e concordou em ajudar. O plano foi um sucesso, mas mesmo após a guerrilha ser libertada, Sheva não voltou para ela.

Sheva foi adotada pelo homem do governo. Ele a levou para a América, onde ela recebeu uma educação de primeira classe. Sua inteligência natural lhe permitiu dominar o inglês em apenas seis meses, e ela se formou na faculdade dois anos depois. Após sua graduação, o homem a encorajou a ingressar na recém-formada BSAA. Lá, ela recebeu treinamento básico, seguido de oito meses de treinamento em combate real sob a orientação de Josh Stone da Equipe Delta.

O alvo de seu ódio agora não é somente a corporação que levou seus pais, mas todo o bioterrorismo. Ela escolheu a palavra “Shujaa” tatuada em seu braço para simbolizar esta aspiração.


Jill Valentine

Dados Pessoais:
Idade – 33
Tipo sanguíneo – B
Altura – 1,72cm
Peso – 56kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da América do Norte)

Jill é a parceira mais confiável de Chris, sua companheira da BSAA que sempre esteve firme e forte ao lado dele. Em Agosto de 2006, ela acompanhou Chris na invasão à propriedade de Spencer, onde encontraram Wesker. Jill foi forçada a se sacrificar para salvar Chris, jogando-se Wesker em um precipício. Apesar dos corpos de nenhum deles terem sido encontrados, a BSAA declarou Jill como morta em serviço, em 23 de Novembro do mesmo ano.

Na realidade, Wesker sobrevivera à queda, e usou os anos seguintes ao desaparecimento deles para reviver Jill. Ele a colocou em um sono criogênico na esperança de utilizá-la como cobaia para os estágios preliminares de seu “Projeto Uroboros”. Acabou acontecendo, no entanto, de o corpo de Jill conter algo valioso, além da imaginação de Wesker.

Anos antes, o corpo da Jill fora infectado com o T-Virus, e este vírus foi, de alguma forma, reativado pelo sono criogênico. Contudo, ele imediatamente desapareceu de novo. Estudos cautelosos revelaram a presença de potentes anticorpos virais dentro dela. Apesar de isto excluí-la como candidata a cobaia direta, sua resistência indicaria o elemento-chave que levaria o Projeto Uroboros adiante.

Suas propriedades especiais também a tornaram uma cobaia para outro tipo de droga: o experimental “P30” da Tricell. A droga concedia a Jill habilidades super humanas, mas tirava seu livre arbítrio. Agora, sob o controle de Excella e Wesker, ela agia contra Chris e Sheva, vestindo um capuz e uma máscara para esconder sua verdadeira identidade. Seu senso de justiça estava em constante luta com suas ações como serva de Wesker, e quando Chris e Sheva finalmente conseguiram remover o dispositivo interno de administração do P30, ela voltou completamente a si. Quando chegou a hora de Chris e Sheva enfrentarem Wesker e impedir o Projeto Uroboros, Jill se uniu a Josh Stone da filial da África Ocidental da BSA para ir ajudá-los.

Jill foi uma das “Onze Originais”, membros fundadores da BSAA. Ela é muito conhecida e respeitada como uma líder na luta contra o bioterrorismo, e Josh ficou  feliz em segui-la quando lutaram lado a lado.

Assim como Chris, Jill foi uma sobrevivente do Incidente da Mansão, e anteriormente serviu a Equipe Alpha dos S.T.A.R.S., onde assumia a função de Segurança de Retaguarda da equipe. Antes de ser recrutada para os S.T.A.R.S., ela fez parte do programa de treinamento da Força Delta dos EUA, onde recebeu formação no desarmamento de explosivos. Ela é perita tanto do arrombamento de fechaduras quanto em tocar piano, um conjunto de habilidades que se mostrou mais útil enquanto passava pelas armadilhas da mansão Spencer.

Quando os outros sobreviventes do Incidente da Mansão viajaram para a Europa, atrás da Umbrella, Jill continuou sua busca em Raccoon. Ela acabou ficando em meio à epidemia em larga escala que aconteceu por lá, mas conseguiu fugir antes da destruição completa da cidade. Jill mais tarde ingressou na missão de destruir o T-A.L.O.S. na Rússia, e o incidente na África levou sua mente e seu corpo ao limite. Ter sobrevivido a uma série de experimentos é um atestado de suas habilidades supremas de sobrevivência.


Albert Wesker

Dados Pessoais:
Idade – 48 (RE5)
Tipo sanguíneo – O
Altura – 1,90cm
Peso – 90kg

Toda vez que um incidente de B.O.W. viral acontece pelo mundo, um homem sempre parece estar lá, seja no primeiro plano ou controlando as coisas das sombras. O nome deste homem é Albert Wesker.

Ao descobrir as propriedades de alteração de mente de certos parasitas na Europa, Wesker criou um plano para obter uma amostra destas “Las Plagas” do culto Los Illuminados. Então, em 2004, ele enviou Ada Wong e Jack Krauser para se infiltrarem no culto e voltarem com uma amostra de uma Plaga Controle. Seus grandes planos, no entanto, foram arruinados quando Krauser foi derrotado por Leon, e Ada o traiu, trazendo para ele uma amostra de uma inferior Plaga subordinada. Destemido, Wesker mais tarde adquiriu uma Plaga controle morta através de meios alternativos.

Cinco anos depois, Wesker apareceu na África, com a filial farmacêutica da companhia Tricell e uma de suas maiores participantes, Excella, sob seu comando. Ele queria usá-las para criar seu sonho: A realização do “Projeto Uroboros”.

Wesker um dia servira Spencer como pesquisador de genética na Umbrella, e herdara o estimado desejo de Spencer – usar o Vírus Progenitor para criar uma nova raça de seres humanos. Toda a história manchada de sangue de Wesker foi em função disto, da ambição de seu “pai”.

Como presidente da Umbrella, Spencer deu o sangue de sua vida pelo desenvolvimento de B.O.W.s. Por trás de suas ações, porém, havia uma motivação ainda maior e mais terrível: Usar vírus para evoluir a humanidade, e se declarar um Deus em um novo mundo criado por ele. A realização deste sonho, entretanto, exigiria preparação. Ele reuniu algumas centenas de crianças com genes superiores por todo o mundo, e então lhes inseriu o Vírus Progenitor para futuramente aumentar sua inteligência e lhes garantir habilidades super humanas. O plano foi chamado de “Projeto Wesker”, por causa do pesquisador-chefe de Spencer na época, e todas as crianças, portanto, receberam o sobrenome “Wesker”. Estas crianças eram de todas as partes do mundo, e estavam sob supervisão cerrada.

Vários anos depois, Albert Wesker surgiu novamente no Complexo de Treinamento Administrativo da Umbrella em Raccoon. Spencer o reconheceu como ápice do grupo de elite das “crianças Wesker”, e queria mantê-lo por perto. Spencer, então, avançou para o próximo estágio do projeto Wesker: injetar todos os Wesker com um vírus experimental. Quase todos os indivíduos morreram, mas Albert foi um dos poucos sobreviventes. Ele, assim, renasceu com habilidades super humanas que o colocou no nível de uma B.O.W..

Depois de seu período no Instituto de Pesquisa de Arklay, Wesker ingressou nas forças especiais de Raccoon, os S.T.A.R.S.. Ele serviu por indicação como capitão da Equipe Alpha, mas estava secretamente agindo como espião da Umbrella. Ele sacrificou sua equipe para adquirir dados de combate de B.O.W. em uma mansão nas Montanhas Arklay, mas não tinha intenção de entregar os dados para a Umbrella – em vez disto, ele pretendia levá-los com ele para uma das concorrentes da Umbrella. Porém seus planos foram arruinados quando Chris e Jill mataram a B.O.W. Tyrant. Acreditava-se que Wesker havia morrido naquele momento também, mas, na verdade, sua morte havia sido apenas forjada, como parte do processo de se injetar com o vírus de Spencer.

Vários meses após o Incidente da Mansão, Wesker apareceu mais uma vez na Ilha Rockfort, conduzindo uma força de invasão da concorrente da Umbrella. Ele roubou com sucesso o T-Veronica, e teve um reencontro inesperado com Chris, que havia ido até lá para salvar sua irmã mais nova.

Em 2006, Wesker deu um fim ao homem que o havia criado. Chris e Jill por acaso também estavam lá para prender Spencer, mas não podiam competir com as habilidades super humanas de Wesker. Ele ridicularizou os dois, mas quando estava prestes a acabar com Chris, Jill se jogou sobre ele e o levou com ela em direção a um precipício. Wesker sobreviveu, levou Jill com ele e a injetou com a droga P30 para mantê-la sob seu estrito controle. Depois disto, ele aprofundou seu envolvimento com a Tricell, na esperança de utilizá-los para realizar o Projeto Uroboros.

A condição de Wesker não era inteiramente estável, e para manter sua condição, ele tinha que se injetar regularmente com uma droga chamada PG67A/W. Chris e Sheva causaram nele uma overdose desta droga, enfraquecendo, assim, suas habilidades. Em uma tentativa final de destruí-los para sempre, Wesker se injetou com o Uroboros – uma tentativa que se mostrou em vão. Wesker foi derrotado por Chris e Sheva, e seu corpo se perdeu em meio a um mar de lava.


Excella Gionne

Dados Pessoais:
Idade – 26
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,751cm
Peso – 55kg
Unidade Atual: Tricell África (Chefe executiva)

Excella nasceu de duas linhagens nobres: a famosa família mercantil Gionne na Europa e a família Travis, fundadora da Tricell Inc. Sua educação e beleza convenceram Excella de sua própria superioridade genética, e ela tem uma tendência a ver os outros como inferiores. Ela herdou o talento de seu pai para os negócios, pulou várias séries na escola e passou rapidamente pela faculdade, com graduação em engenharia genética. A Tricell percebeu sua capacidade e a trouxe para sua filial farmacêutica com apenas 18 anos de idade.

A Tricell é uma associação dividida em três filiais: transporte, desenvolvimento de recursos naturais e farmacêutica. O termo “cell” em seu nome deriva da palavra em latim, que significa “ocultar”.

A companhia começou como a companhia mercantil Travis Trading, que esteve ativa há vários anos atrás. A Travis Trading tinha uma profunda relação com a África, graças à enciclopédia “Pesquisa da História Natural”, pesquisada e escrita por Henry Travis no século 19. As informações registradas nos livros de Henry sobre os abundantes recursos naturais do país forneceriam a base para a exploração do petróleo e dos minerais africanos. A companhia, mais tarde, começou a coletar organismos africanos, tais como plantas, animais e insetos, que utilizaram como a base de sua filial farmacêutica. Na década de 1960, a companhia assumiu o novo nome de Tricell, uma referência às suas três filiais.

Excella era agitada, e resolveu se satisfazer com não menos do que a primeira posição na companhia. Talvez tenha sido por estas qualidades que ela tenha chamado a atenção de Wesker, que forneceu a ela informações sobre as Plagas e o T-Virus. Excella usou esta informação para ganhar mais influência dentro da Tricell, e acabou sendo promovida a chefe da filial africana da companhia. Wesker, então, explorou os sentimentos dela por ele para recuperar o desativado Centro de Pesquisa da Umbrella na África, uma parte essencial de sua pesquisa no Vírus Progenitor. Entre reativar o complexo na África e usar Ricardo Irving para arrecadar fundos para a pesquisa através de negociações de B.O.W.s no mercado negro, Excella fez tudo o que pôde para ver o Projeto Uroboros de seu querido Wesker se tornar realidade.

Excella tinha o sonho de que, ao fim do projeto, ela ficasse ao lado de Wesker como rainha de seu novo mundo. Wesker, no entanto, a traiu, e a injetou com o Vírus Uroboros. A bela européia logo sofreria uma morte nada deslumbrante, como mais um dos monstros de Wesker.


Ozwell E. Spencer

Dados Pessoais:
Idade – 75
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,794cm
Peso – 65kg

O último fundador sobrevivente da Umbrella, as ambições de Spencer sempre estiveram latentes. Foi ao longo dos anos que ele providenciou as mortes de seus companheiros fundadores, James Marcus e Edward Ashford.

Spencer tem um forte senso de elitismo, acreditando que os fracos existem para serem guiados pelos fortes. Quando ele descobriu o Vírus Progenitor, ele percebeu que podia usá-lo para transformar este ideal em realidade. Mesmo quando fundou a corporação Umbrella e iniciou o desenvolvimento do T-Virus, ele manteve suas intenções em segredo de todos, apenas alguns poucos sabiam. Quando Chris e os outros finalmente levaram a Umbrella à ruína, Spencer desapareceu do mundo público.

O tempo passou, e Spencer se passou a viver enclausurado. Reduzido à vida em uma cadeira de rodas, ele se escondeu da mão gelada da morte em uma propriedade isolada, a vida prolongada por tubos e fios, atormentado pelos demônios de seu passado. O maior medo de Spencer era o de morrer antes de ver a realização de seu ideal, e colocou sua última esperança restante nos Weskers sobreviventes – crianças criadas para realizar o grande objetivo do Vírus Progenitor – aos quais ele se referia como sua obra de arte.

No fim, a BSAA invadiu a remota propriedade européia de Spencer na esperança de prendê-lo. Mas quando Chris e Jill o encontraram, ele já estava morto – liquidado pelas mãos de Albert Wesker.


Ricardo Irving

Dados Pessoais:
Idade – 30
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,80cm
Peso – 75kg
Unidade Atual – Tricell África

Irving é um homenzinho arrogante que vendeu sua alma por causa de dinheiro. Ele age como diretor da refinaria de petróleo da Tricell África e como negociador de B.O.W. no mercado negro. Os lucros que ganhava iam para o desenvolvimento de novas B.O.W.s, e as demonstrações de B.O.W. que ele fazia para os clientes também serviam como experimentos do potencial de combate das B.O.W.s. A ligação entre suas ações e as da Tricell África são mantidas sob alto sigilo: Irving não tem envolvimento algum com a filial farmacêutica que patrocina a BSAA, e sua afiliação com a divisão de desenvolvimento de recursos é confidencial. O resultado era o de que, mesmo que a BSAA formulasse um plano para prendê-lo, o nome da Tricell África nunca viria à tona. Ele era considerado um homem agindo ilegalmente por conta própria.

Irving pôde explorar esta rede de negócios para se preparar para a chegada da BSAA, usando sua B.O.W. protótipo experimental para eliminar os soldados da BSAA, enquanto recolhe dados do desempenho deles. Ele chegou ao ponto de transformar as pessoas da região de Kijuju em Majini, mas não importava o que lançava contra eles, Sheva e Chris continuavam avançando. Começando a ficar desesperado, Irving se escondeu em sua propriedade, onde foi abordado por Jill com a mente sob controle. Ela ordenou que ele impedisse Chris e Sheva de uma vez por todas, e lhe deu um parasita baseado em uma Plaga controle. Irving relutantemente se injetou com ela, mas mesmo este sacrifício de sua humanidade não conseguiu fazê-lo vencer, e ele morreu pelas mãos de Chris e Sheva.

Irving foi uma das poucas pessoas que deveriam saber como as Plagas da Europa chegaram até a África, e que tipos de novas B.O.W.s foram feitas com elas. Infelizmente, ele levou esta informação consigo para o túmulo.


Reynard Fisher

Dados Pessoais:
Idade – 35
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,80cm
Peso – 85kg
Unidade Atual – BSAA

Um espião da BSAA, Fisher se disfarçou de açougueiro na Zona Autônoma de Kijuju para abastecer Chris e Sheva com suprimentos após sua chegada. Depois de se reunir com sucesso com Chris e Sheva, no entanto, ele tem um fim trágico nas mãos da população transformada em Majini.


Josh Stone

Dados Pessoais:
Idade – 35
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,85cm
Peso – 93kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

Um soldado veterano e membro da Filial da África Ocidental da BSAA. Josh lidera a Equipe Delta designada para a captura de Irving. Sua profunda compaixão pelos outros faz com que ele ganhe a confiança dos homens sob seu comando. Sheva também treinou com ele logo que entrou para a BSAA. Apesar de ele focar muito no protocolo, Josh tem a flexibilidade e o julgamento para se adaptar rapidamente quando as circunstâncias mudam.

A equipe Delta de Josh foi enviada para compensar a destruída Equipe Alpha, mas eles também logo foram destruídos por uma armadilha criada por Irving. Josh foi capturado e levado para a refinaria de petróleo, onde encontrou Chris e Sheva, e se juntou com eles na perseguição por Irving. Josh então retornou ao QG, onde convenceu seus superiores – hesitantes devido à pressão da Tricell – a mandarem suporte para Chris e Sheva. No caminho, ele encontrou a inconsciente Jill, e concordou em levá-la com ele no helicóptero para irem salvar seus amigos.

Além dos agentes independentes como Chris e Sheva, a BSAA consiste de equipes conhecidas como SOU (Unidade de Operações Especiais). Josh, Dan e Dave são todos SOU da filial da África Ocidental.


Dan DeChant

Dados Pessoais:
Idade – 53
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,85cm
Peso – 89kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

DeChant era o comandante da Equipe Alpha, mandada primeiro para prender Irving. Ele se aposentou cedo do serviço militar americano, e se tornou um soldado mercenário de uma companhia militar particular na África. Lá, ele testemunhou as tragédias causadas por B.O.W. na área, e se sentiu compelido a ingressar na BSAA para tentar impedi-las. Ele perdeu sua vida em um ataque do Uroboros.


Kirk Mathison

Dados Pessoais:
Idade – 28
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,79cm
Peso – 80kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

Um piloto em treinamento na BSAA, Kirk não tem experiência militar anterior. Ele usou seu helicóptero para dar suporte aéreo a Chris e Sheva, mas acabou sendo derrubado pelos Kipepeo.


Dave Johnson

Dados Pessoais:
Idade – 27
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – 1,80cm
Peso – 77kg
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

Dave era um campeão de rally antes de ingressar na BSAA, e sua técnica em dirigir na savana é simplesmente incrível. Ele era amigo de Sheva dos seus tempos de treinamento na BSAA, mas depois foi morto pelo Ndesu.


Doug

Dados Pessoais:
Idade – Desconhecida
Tipo sanguíneo – Desconhecido
Altura – Desconhecida
Peso – Desconhecido
Unidade Atual – BSAA (Filial da África Ocidental)

Um piloto de helicóptero, Doug acompanhou Jill e Josh em sua missão de resgatar Chris e Sheva. Ele se tornou outra vítima de guerra nas mãos dos Majini armados.