Livro Traduzido | Resident Evil Archives

PALAVRA-CHAVE #2 – INCIDENTE DA MANSÃO

A aniquilação da cidade de Raccoon chocou toda a nação. O incidente devastador começou com um acidente de vazamento viral, em uma mansão solitária. Aquela imensa mansão, construída no meio da floresta da montanha Arklay, foi construída pelo arquiteto George Trevor, que foi contratado por Ozwell E. Spencer. Contudo, a mansão era na verdade o Complexo de Pesquisa de Arklay, onde a Umbrella estava conduzindo experimentos para guerra biológica, dando origem ao T-Virus. O imprevisível acidente biológico estava prestes a envolver toda a cidade de Raccoon em um pesadelo sem fuga.

Em Junho de 1998, um jornal semanal local recebeu relatos de visões de Cerberus. Em Julho, vítimas continuaram sendo descobertas nas Montnhas Arklay. O Departamento de Polícia de Raccoon imediatamente fechou as estradas nas montanhas, e devido ao forte apelo do público, ordenou aos S.T.A.R.S. que iniciassem uma investigação na área. A Equipe Bravo, liderada pelo Capitão Enrico Marini, foi enviada. Pouco depois, eles foram dados como desaparecidos na Floresta de Raccoon, e o quartel general ordenou que a Equipe Alpha procurasse por seus colegas desaparecidos.

Foi então que a Equipe Alpha encontrou o banco de Cerberus que escapara do Complexo de Pesquisa de Arklay. Para evitar o ataque dos Cerberus, um grupo de membros da Equipe Alpha correu para o Complexo de Pesquisa de Arklay. Entretanto, devido a uma série de dispositivos e traições, eles foram separados e encararam o perigo em cada canto do complexo de pesquisa infestado de zumbis. Estes eventos foram a público e ficaram conhecidos como o Incidente da Mansão. Apenas cinco membros dos S.T.A.R.S. sobreviveram a estes acontecimentos inéditos e trágicos. Porém, os relatos deles foram em vão. Toda a cidade de Raccoon foi paralisada pelo tremendo desastre biológico, e os cidadãos receberam a simpatia da nação.

Visão da Frente da Mansão

Enquanto procuravam pela Equipe Bravo dos S.T.A.R.S., a Equipe Alpha fugiu para dentro da mansão depois de serem atacados por um grupo de Cerberus. Quando chegaram, o complexo já estava afetado pelo acidente biológico. Durante tudo isto, o comandante dos S.T.A.R.S., Albert Wesker, atraía seus homens para a mansão. Então colocou seus homens treinados contra B.O.W.s para coletar dados de batalha… Esta é a verdade por trás do Incidente da Mansão.

Hall Principal do 1º Andar da Mansão

A Equipe Alpha, surpreendida pelo ataque dos Cerberus, por pouco evitor o perigo correndo para dentro deste hall. Logo depois, este hall foi usado como ponto de encontro de alguns dos sobreviventes, conforme eles começaram a procurar seus amigos. Contudo, os outros membros desapareceram no hall, tornando a busca toda mais urgente. O hall, que era livre de perigos, desde que a porta principal permanecesse fechada, era por onde os membros dos S.T.A.R.S. passavam várias e várias vezes durante a busca.


Complexo de Pesquisas de Arklay
O Complexo Secreto de Pesquisas Disfarçado de Mansão no Estilo Europeu

O local do Incidente da Mansão, o Complexo de Pesquisas Arklay, parece ter apenas dois andares superiores. Contudo, um elevador escondido sob a fonte de água no jardim leva a um complexo de pesquisas construído para desenvolver o T-Virus. Os pesquisadores usam o heliporto no telhado para acesspo, mas os empregados em geral usam o Expresso Ecliptic, que eles pegariam para o Complexo de Treinamento. Além do cemitério, há um dormitório onde os pesquisadores podiam viver, completo com tanques gigantes de água usados para experiência da B.O.W. Neptune. O primeiro chefe de pesquisa foi o William Birkin. Depois de ele ser mandado para o complexo subterrâneo de pesquisas de Raccoon City, um novo chefe chamado John foi trazido. Contudo, ele foi aparentemente alertado pelos funcionários de alto escalão por falar sua opinião se opondo à Umbrella.

Os Principais Trabalhadores do Complexo de Pesquisas de Arklay

Segue uma lista dos trabalhadores do Complexo de Pesquisas de Arklay, compilada de vários arquivos e fotos descobertas durante a investigação. Quando aos Raios X, não fica claro se estas pessoas eram cobaias ou trabalhadores acidentalmente infectados. O número de zumbis andando pelo complexo ultrapassa o número de nomes da contagem, então isto apenas representa uma pequena porção dos infectados.

Chefe de Pesquisa: John
Pesquisadores Assistentes: E. Smith, S. Ross
Pesquisadores: Henry Sarton, Jon Toleman, Martin Crackhorn, Robert, Steve, um sem nome.
Chefe de Segurança: Anônimo
Chefe da Sala de Dados Visuais: Keith Arving
Guarda-Chefe: Anônimo
Guardas: Scott, Alias
Tratador: Anônimo
Indivíduos do Raio-X: Alex Bennett, Clark David, Ed Fisher, Gail Holland


Missão de Erradicação
O Severo Crime Cometido pela Umbrella e pelo Governo dos EUA

Mesmo depois dos membros da Equipe Alpha sobreviverem ao incidente, acontecimentos misteriosos e bizarros continuaram sendo relatados na cidade. A então chamada “doença do canibalismo” se espalhou por todas as áreas da cidade, e Raccoon entrou em um estado de pânico. Naquele momento, o prefeito Warren recebeu notícias de que os militares estavam iniciando uma operação para colocar em quarentena a epidemia. Ele secretamente saiu da cidade e ficou sob cuidados do exército. Isto deixou poucos didadãos de Raccoon com a possibilidade de chegar aos limites da cidade, forçando mais da metade da população a se virar sozinha.

Toda a Raccoon foi colocada sob lei marcial, e a tropa de choque do Departamento de Polícia de Raccoon, junto com a U.B.C.S. da Umbrella (palavra-chave #11) foi despachada para evacuar os cidadãos. Porém, isto transformou-se numa provação turbulenta. Frente e frente com inimagináveis inimigos zumbis, aquilo virou uma missão suicida sem esperanças. Em pouquíssimo tempo, as ruas estavam lotadas de incontáveis zumbis, e era certo de que o vírus não ficaria dentro dos limites da cidade. Em resposta, o governo dos EUA chamou uma conferência nacional de emergência para discutir medidas a serem tomadas. A situação foi declarada o maior desastre da história humana, e o Presidente dos Estados Unidos da América, apoiado pelo comitê da conferência, declarou um plano de erradicação da infecção. Com isto, em 1º de Outubro de 1998, o exército disparou um novo tipo de míssil no coração da cidade.

Acredita-se que as mortes tenham sido mais de 100.000. Com um único ataque, o governo dos EUA extinguiu a cidade de Raccoon, junto com seus inocentes cidadãos, da face da terra.