RESUMÃO: Resident Evil

2
979

Raccoon City, 24 de Julho de 1998 – Cerca de 22h. A equipe Alpha dos S.T.A.R.S. passou o dia tentando se comunicar com a equipe Bravo, mandada na noite anterior para investigar os recentes assassinatos misteriosos que ocorreram na região em torno da cidade, nas Montanhas Arklay.

Os membros da Equipe Alpha (Chris Redfield, Jill Valentine, Barry Burton, Albert Wesker, Joseph Frost e o piloto Brad Vickers) sobrevoam a Floresta de Raccoon e descem quando encontram os destroços do helicóptero do Bravo: não havia ninguém lá, além do corpo destroçado do piloto (Kevin Dooley). Eles começam a investigar a região próxima, mas logo são atacados por cães bizarros em estado de decomposição. Joseph é morto cruelmente pelas criaturas, que passam a perseguir os soldados. O piloto, amedrontado, levanta voo e deixa os seus companheiros na floresta, e a única opção que eles têm é correr até encontrar um abrigo. O que encontram é a Propriedade Spencer, uma imensa mansão no meio do nada.

Ao adentrarem, Jill, Barry e Wesker percebem que Chris ficou para trás, e escutam o som de um disparo de arma de fogo. Cabe a Jill e Barry investigarem o som, e eles adentram uma sala de jantar gigantesca. Barry se depara com uma poça de sangue e espera que não seja de Chris, enquanto Jill investiga outra sala e encontra um zumbi devorando o cadáver de um dos membros da Equipe Bravo, o bioquímico Kenneth J. Sullivan. Jill sai correndo e gritando que há um monstro atrás dela, e Barry dá cabo da criatura. Os dois voltam para reportar ao capitão Wesker o acontecido, mas ele desaparece do Hall da mansão. A dupla se separa, Jill segue para as ala leste, enquanto Barry vai investigar a ala oeste da propriedade.

Pouco depois, Chris encontra um caminho alternativo e consegue adentrar a mansão. Em sua busca por seus colegas, ele encontra dois membros da Equipe Bravo: Rebecca Chambers cuidando do responsável pela comunicação, Richard Aiken, que havia sido picado por uma cobra, que eles dizem ser gigantesca. A pedido de Rebecca, Chris segue em busca de um soro para curar Richard, e após ser administrado o remédio, eles levam o soldado para uma sala de repouso.

Enquanto isso, Jill, em sua investigação, é pega de surpresa com uma armadilha em uma sala, ao destacar uma espingarda da parede. O teto da sala seguinte começa a cair, e as portas se trancam! Por um instante de sorte, Barry aparece, salvando a amiga. Jill questiona a presença de Barry e ele desconversa, mas a verdade é que, instantes antes, ele fora confrontado por Wesker, que revela a sua verdadeira identidade de informante da Umbrella, empresa pertencente ao dono da mansão, e a sua missão é usar os S.T.A.R.S., como soldados bem treinados, contra as armas biológicas que eram pesquisadas nos laboratórios subterrâneos da propriedade. Ele obriga Barry a cumprir as suas ordens de apagar quaisquer provas de seu envolvimento com a Umbrella, caso contrário, a Umbrella mataria a sua família. Diante de Jill, ele disfarça e arruma uma desculpa, saindo rapidamente.

Mais tarde, Jill encontra um piano em uma das salas, e toca a partitura que está sobre o instrumento: Soneto ao Luar de Ludwig Van Beethoven. Uma parede se abre, revelando uma estátua, onde ela coloca um emblema de madeira, encontrado na sala de jantar. Na sala de jantar, ela coloca um emblema de ouro na lareira, que ela retira da estátua na sala do piano. O relógio de parede se move, revelando uma chave. Jill usa a chave para abrir uma sala onde enfrenta uma cobra gigantesca, a Yawn.

Enquanto isso, Chris encontra uma passagem no exterior da casa, onde acaba tendo que enfrentar outra ameaça: um caixão cai do teto, revelando uma espécie de zumbi mais forte. Depois de enfrentá-lo, ele pega um artefato, que abre o caminho para uma cabana. Lá, ele visualiza pela janela uma criatura com os braços presos em grilhões, arrastando correntes. Chris é golpeado e desmaia, e instantes depois, quando acorda, a criatura, que um dia fora a bela garota Lisa Trevor, vem mais uma vez em sua direção.

Jill encontra uma segunda casa dentro da propriedade e começa a explorá-la. De trás de uma porta, ela escuta a voz de Barry, falando algo sobre destruir os S.T.A.R.S.. Ela entra e o confronta sobre a conversa, mas ele diz estar falando sozinho. Jill descobre uma criatura chamada Plant42, que precisa de um produto químico para ser enfraquecida. Depois de utilizar o produto, ela vai até o monstro, que a agarra com um tentáculo. Por sua sorte, Barry aparece e a salva.

Na mansão, Chris é surpreendido pelos Hunters, criaturas com pele de lagarto e forma humanoide. Um grito ecoa pelos corredores próximos, e ele encontra Rebecca, acuada, em um canto de uma sala, sendo ameaçada por um Hunter. Chris o mata e eles se separam novamente. Em uma passagem subterrânea, Jill encontra o capitão da equipe Bravo, Enrico Marini, gravemente ferido. Ele a questiona se há mais alguém com ela, mas ela diz que não. Enrico começa a falar sobre o perigo que os S.T.A.R.S. estão correndo, com a existência de um traidor entre eles. Quando ele está prestes a falar mais sobre a Umbrella, um disparo ecoa na sala e Enrico cai morto. Jill olha para trás, mas o responsável pelo tiro já havia fugido.

Chris encontra uma porta embaixo das escadas do hall principal da mansão, e escuta o som de Lisa Trevor ecoando por lá. Ele desce as escadas e encontra Wesker, atirando contra a horrenda criatura. Eles se unem para tentar distraí-la: enquanto Chris empurra pedras, Wesker atira na garota. Um caixão se abre e revela o esqueleto da mãe de Lisa. Ela pega o crânio e desaparece no abismo, gritando a palavra “mãe”. O que Chris não sabia era que Wesker era o traidor dos S.T.A.R.S. do qual Enrico mencionara a Jill, e ele o obriga a seguir até o laboratório subterrâneo da Umbrella na propriedade, onde acaba ficando preso em uma cela.

Jill encontra o laboratório onde a Umbrella realizava as suas pesquisas ilegais com armas biológicas. Wesker estava em uma sala cheia de grandes cápsulas de vírus, e em uma delas, havia uma imensa criatura, o Tyrant T-002. A ordem de Wesker era a de eliminar o monstro, mas ele tinha outros planos. Wesker já havia se vendido para uma corporação rival e a sua prova de lealdade seria entregar o espécime Tyrant para eles. Wesker manda Barry sair da sala, e revela a Jill que não foi a Umbrella quem ameaçara a família de Barry, mas ele mesmo precisava da ajudinha do companheiro para que seus planos funcionassem como o esperado. Barry escuta e volta, atirando em Wesker, que aciona um mecanismo de liberação do Tyrant.

Cabe a Jill enfrentar a criatura, que mata Wesker com suas imensas garras, jogando seu cadáver no chão sem dó. Barry também acaba sofrendo um ferimento do Tyrant, mas Jill consegue derrubá-lo. Ela encontra a cela de Chris o liberta, e eles seguem para o heliporto da propriedade. Os quatro sobreviventes, Jill, Chris, Barry e Rebecca, aguardam um novo contato de Brad Vickers, o piloto do Alpha que fugira amedrontado, que estava sobrevoando o local em busca de sobreviventes. Com um sinalizador, eles chamam a atenção de Brad, mas quando ele está prestes a pousar, o Tyrant reaparece, desta vez mais ágil e feroz. Brad joga para Jill um lança-foguetes, e ela finalmente acaba com o Tyrant de uma vez por todas.


Tem alguma dúvida sobre Resident Evil (Clássico / Remake)?

  • clássico!!!! o primeirão de todos RE…sem dúvida um grande e bom jogo!!!! Série clássica, sempre atualizada e que ainda pode trazer grandes surpresas em termos de lançamentos e segredos a serem revelados!!!!

  • Marcos Antonio

    ótimo resumo