Tradução | Hiroyuki Kobayashi fala de Resident Evil: Degeneração (1UP)

0

Como surgiu o conceito do filme?
A Sony Pictures, estúdio por trás dos outros filmes de Resident Evil, nos abordou a respeito disto. Ao mesmo tempo, eu estava pensando em tentar fazer algo como uma sequência de Resident Evil 4, mas não no estilo de jogo – um filme. O que nós dois queríamos se encaixou perfeitamente.

Você está preocupado que isto possa confundir os fãs dos filmes em live-action?
Acho que os fãs dos filmes live-action perceberão que Milla Jovovich não está nele, então saberão que é algo diferente. [Risos] Fãs dos jogos de Resident Evil saberão que é uma continuação da série de jogos, e não da trilogia de Milla.

Houve uma grande diferença entre trabalhar em um filme em CG e em um filme live-action? Você sentiu uma sensação maior de liberdade ao fazer um filme, em vez de um jogo, ou foi mais restrito?
Bem, uma grande diferença é que, em CG, podemos usar os personagens atuais dos jogos. Eles se parecem muito. Com live-action, você quer fazer umas coisas malucas. A verdade é que quando se faz algo em live-action, custa muito mais. Para fazer coisas semelhantes em CG, tivemos um orçamento muito menor.

Como você conheceu Makoto Kamiya e decidiu que ele era o melhor diretor para o filme? [Kamiya é mais famoso por seu trabalho com vários filmes de Godzilla no Japão.]
Nós na verdade trabalhamos juntos em Dino Crisis para Xbox, ele foi o diretor de CG neste jogo. Este é o nosso segundo projeto trabalhando juntos.

Você gostou do trabalho dele com os filmes de Godzilla?
Na verdade, eu não sou um grande fã dos filmes de Godzilla. Eu não os assisti. A verdade é que eu sabia que Kamiya havia trabalhado nestes filmes. Quando trabalhamos em Dino Crisis, realmente queríamos causar a sensação de grandes dinossauros andando por aí, e não sabíamos como fazer isto. Obviamente, Kamiya tinha experiência com Godzilla e definitivamente sabia como fazer isto dar certo. Ele realmente foi a melhor escolha para nos ajudar com o jogo.

Quando começou a produção de Degeneration?
Este projeto surgiu para mim em meados de 2006. Depois disto, no fim de 2006, eu abordei o Kamiya a respeito. O projeto realmente começou a rolar no começo de 2007.

Como foi conciliar este projeto com Devil May Cry 4?
[Risos] O diretor de DMC4 – Hideaki Itsuno – ele estava na Capcom, e eu podia falar com ele o tempo todo, então foi mais fácil trabalhar com ele. Kamiya obviamente não trabalha na Capcom, então eu o encontrava uma vez por semana, algumas vezes semana sim e semana não. Ainda assim, manter a comunicação foi a parte difícil.

Então obviamente você se manteve ocupado.
Sim, estive ocupado. Mas 2008 foi um ano mais difícil para mim em relação a Degeneration, porque quando terminamos DMC4, nossa atenção estava agora completamente no filme, e as coisas ficaram realmente ocupadas com ele. Pelo menos as épocas mais conturbadas do jogo e do filme não coincidiram, ainda bem. Em torno do final do projeto do filme, tive muita coisa para verificar, então foi quando eu fiquei realmente ocupado.

A história evoluiu quando vocês trouxeram o Kamiya, ou a visão inicial seguiu pelo caminho todo?
Antes de Kamiya e do escritor do roteiro, Shotaro Suga, aparecerem – eles, na verdade, apareceram juntos – houve reuniões entre a Capcom e a Sony Pictures. Um outro membro da equipe de Resident Evil 5 e eu discutíamos o que queríamos para o roteiro. Nós criamos um roteiro bem simples, e o que queríamos incluir era o T-Virus, um aeroporto, Leon e Claire, e a história se passando nos Estados Unidos. Estes conceitos principais não mudaram. Nós mantivemos estes quatro pontos principais, e quando Kamiya e Suga chegaram, nós obviamente ampliamos a histórias, nos livramos de algumas coisas que não queríamos, adicionamos mais – foi assim que a história evoluiu.

Os mesmos dubladores que fizeram Leon e Claire nos jogos também fizeram as vozes em Degeneration?
Sim. Leon tem o mesmo dublador de Resident Evil 4, e Claire tem a mesma dubladora de Code: Veronica. Na verdade, o dublador de Resident Evil 2 – aquele Leon – foi um dublador diferente. Então teremos o mesmo cara de Resident Evil 4.

Se este filme for um sucesso, você gostaria de continuar fazendo filmes de Resident Evil em CG, ou gostaria de tentar com outra franquia da Capcom?
Já me perguntaram isto muitas vezes, e meu pensamento não mudou. Se ele for um sucesso, então pensarei a respeito. Tenho certeza que se for um sucesso, a administração da Capcom e da Sony Pictures dirão, “Ei, temos que fazer outro”. Neste momento, começarei a pensar sobe o que iremos fazer. Por enquanto, fico dizendo para mim mesmo que não vou pensar sobre outro projeto até que se prove ser um sucesso.

Hipoteticamente, se houvesse outra franquia da Capcom que você pudesse ver transformada em filme, qual seria?
Devil May Cry.

Onde entra o Degeneration na série em relação ao Resident Evil 5? Há uma direção a longo prazo para a série em mente? Vocês criam as idéias para uma história e a terminam, e depois criam outra história?
Resident Evil 5 na verdade começou antes deste projeto, e então eu comecei a trabalhar neste projeto. Aí, eu comecei a trabalhar nele, li o roteiro de Resident Evil 5 e o via como algo fechado – tinha a sua própria história completa. Não é que a equipe trabalhando em Resident Evil 5 esteja pensando sobre o 6, 7 e 8 agora. Mas tenho certeza de que cada membro da equipe em si tem algo em mente sobre o que ele ou ela gostariam de fazer no futuro.

Quais foram as diferenças notáveis que você descobriu em termos de produção de filmes e jogos?
Com jogos, você primeiramente cria como quer que o jogador o jogue, então cria os recursos e como o jogo deve ser jogado, e adiciona a história para incluir estes recursos jogáveis. Com o filme, você apenas mergulha na história. É bem diferente. Com jogos você tem a trama, a jogabilidade, depois trama, depois jogabilidade. Esta sequência. Com filmes, é história, história, história. É muito diferente. É só trama consecutiva.

Quanto ao lançamento do filme em DVD e Blu-ray, ele vai sair antes de Resident Evil 5… Há planos de incluir extras para os fãs ficarem ansiosos com o jogo?
Estamos pensando em incluir demonstrações de Resident Evil 5 (que foram mostradas no filme do filme nos cinemas [japoneses]) no disco. Há muitas coisas co-promocionais nas quais estamos pensando.

Quais são suas opiniões sobre Resident Evil 5? Você gosta da direção que está seguindo, comparada ao que você fez em RE4?
Acho que está demonstrando uma grande evolução. Há o modo cooperativo, e isto é algo que se vê em muitos jogos da próxima geração, e é realmente bom. Agora temos Chris como protagonista, e os fãs gostam mesmo dele, então é bom vê-lo. E você verá Albert Wesker, então é realmente legal.

E quanto a trabalhar com Leon de novo? Você gostaria de fazer outro jogo de Resident Evil e tê-lo como protagonista?
Se houver a oportunidade, eu gostaria, sim.

Fonte: 1UP.com

COMPARTILHAR