Personagens | Tyrell Patrick

Ano de nascimento: 1966 (não confirmado)
Tipo sanguíneo: AB
Altura: 1,85m
Peso: 90kg

Aparições em títulos da série:

Biohazard 3: The Last Escape / Resident Evil 3: Nemesis (1999)


Biografia e Participação na Série:

Original da República do Suriname, Tyrell foi um soldado da Legião Estrangeira Francesa por anos, após se mudar para a Holanda. Extremamente ambicioso, ele sonhava em ganhar mais dinheiro com algum tipo de negócio alternativo, mas seu talento para esse tipo de coisa sempre foi praticamente nulo. Acabou se envolvendo na venda de armas no mercado negro, enquanto ainda fazia parte de forças governamentais. Para seu azar, no entanto, algumas das armas que vendera acabaram envolvidas em genocídios e ele foi julgado e considerado culpado pelos crimes, sendo condenado à prisão perpétua.

Foi neste momento que a Umbrella surgiu e mudou o seu destino, e Tyrell aceitou entrar para a U.B.C.S. para evitar sua sentença, tornando-se, assim, um mercenário da Unidade A do esquadrão. Porém, sua ambição ainda era o seu traço mais marcante, e o soldado não hesitou por um único instante quando lhe ofereceram a posição de Observador, o que lhe garantiria mais dinheiro, independente do tipo de serviço que precisaria fazer em troca.

No auge da epidemia do T-Virus em Raccoon, Tyrell foi enviado à cidade com a falsa missão de resgatar os civis sobreviventes, quando, na verdade, o seu objetivo era o de obter dados de batalha das armas biológicas e mutações acidentais espalhadas pela cidade. Ele só não contava com o fato de que os outros Observadores, assim como ele, também eram gananciosos e faziam qualquer coisa por uma alta recompensa pelos obscuros serviços realizados. Assim, enquanto andava pelo Hospital de Raccoon, Tyrell acabou sendo traído e morto por Nicholai Ginovaef, que almejava ser o único Observador a sair vivo de Raccoon, o que lhe daria mais dinheiro e mais prestígio dentro da Umbrella.


Perfil no livro “Resident Evil Archives”:

Membro da Unidade A da Equipe U.B.C.S.. Originalmente nascido na República do Suriname, ele ingressou na Legião Estrangeira Francesa após se mudar para a Holanda. Apesar de ser um mercenário altamente habilidoso, ele se interessou em ter seu próprio negócio alternativo, mas não tinha talento real para ganhar dinheiro. Quando estava na Legião Estrangeira, envolveu-se em vendas de armas no mercado negro, e quando as armas que ele vendeu foram usadas em genocídios, ele foi levado a julgamento e condenado à prisão perpétua. Ele entrou para a U.B.C.S. para evitar esta sentença.

Mas entrar para a U.B.C.S. não diminuiu sua ambição, e então ele aceitou o cargo de Observador para ganhar um dinheiro extra de recompensa. No final, ele se tornou vítima da traição de Nicholai Ginovaef e foi morto.