Personagens | William Birkin

Ano de nascimento: 1962 (não confirmado).
Tipo sanguíneo: O
Altura: 1,78cm
Peso: 66,7kg

Aparições em títulos da série:

Biohazard / Resident Evil 0 (2003)
Biohazard / Resident Evil 2 (1998)
Biohazard / Resident Evil: The Darkside Chronicles (2009)
Biohazard / Resident Evil: Operation Raccoon City (2012)


Biografia e Participação na Série:

A trajetória de William Birkin na Umbrella começou cedo: com apenas 16 anos, ele já era um dos internos do Centro de Treinamento Executivo conduzido pelo Dr. James Marcus. Com sua inteligência e seu talento acima da média, ele e Albert Wesker eram dois dos candidatos mais promissores aos olhos não só de Marcus, mas também de Ozwell E. Spencer, um dos fundadores da Umbrella e figura mais influente e poderosa da companhia. Em 1978, após o fechamento do Centro de Treinamento, Birkin e Wesker foram transferidos como pesquisadores-chefe para o Centro de Pesquisas Arklay, localizado no subsolo de uma imensa mansão pertencente a Spencer. Enquanto a pesquisa do T-Virus de Marcus continuava no complexo desativado, o laboratório de Arklay também conduzia a sua própria pesquisa ao vírus.

A principal característica de Birkin é a sua determinação e persistência em obter resultados e ser sempre o melhor, estar sempre em primeiro lugar. Sua confiança foi fortemente abalada em 1981, com a chegada de Alexia Ashford, uma garota prodígio de apenas 10 anos de idade. Birkin, portanto, já não era mais o mais jovem pesquisador da Umbrella, e começou a trabalhar dia e noite em suas pesquisas para provar a todos e a si mesmo que Alexia jamais seria melhor do que ele. A “morte” precoce de Alexia, porém, fez com que William voltasse ao seu estado normal.

Em 1988, o jovem pesquisador já estava casado e tinha uma filha, a pequena Sherry Birkin, com dois anos de idade. A pesquisa do T-Virus chegava finalmente ao nível 3. Sem mais avanços nos experimentos realizados em Arklay, a interrupção da pesquisa de James Marcus se transformou em uma exigência. Birkin e Wesker, que nos últimos tempos vinham agindo como “agentes duplos”, ganhando a confiança de Marcus e levando as informações obtidas a Spencer, foram, então, designados à tarefa de assassinar o ex-diretor do Centro de Treinamento. Após a morte de James Marcus, William assumiu sua pesquisa e levou os créditos pela criação do T-Virus. Naquele mesmo ano, Birkin descobriu o G-Virus durante pesquisas com o parasita Nemesis.

Quatro anos depois, o “Plano G-Virus” proposto por Birkin ao quadro de executivos da companhia foi aprovado, e ele passou a trabalhar em um gigantesco laboratório subterrâneo em Raccoon, construído especialmente para seu projeto. Além de uma equipe, ele trabalhava ao lado de sua esposa, a também pesquisadora Annette Birkin e principal responsável pelo controle de quem entrava e quem saía dos esgotos, um dos locais de acesso ao complexo. Annette, por ordem de William, fazia a comunicação com o chefe da polícia Brian Irons, que recebia altas quantias em dinheiro da Umbrella para impedir que qualquer atividade da empresa viesse a ser investigada, e proteger a existência e o acesso ao laboratório.

Em Julho de 1998, após o acidente no laboratório de Arklay ocorrido em Maio, Wesker e Birkin lideram por ordens da Umbrella o projeto de reativação do Centro de Treinamento Executivo, fechado há 20 anos. Coincidentemente, porém, o ex-diretor do local retorna à vida e tenta executar seu plano de vingança contra os que o assassinaram, contaminando seu antigo complexo. Com isto, os dois se veem obrigados a ativar a autodetonação do local, e o plano falha. Sabendo das intenções de Albert Wesker de abandonar a Umbrella, agora um “navio naufragando” nas palavras do colega, ele lhe entrega uma amostra do Progenitor, a mando de Spencer. Wesker acredita que aquele seja um vírus criado por Birkin que o deixaria em um estado de “morte temporária” e, se fosse compatível com seu organismo, lhe daria incríveis poderes, para que assim pudesse se vender para outra empresa sem despertar suspeitas. Tudo havia sido arquitetado e ordenado por Spencer, que continuava financiando as pesquisas de Birkin com o G-Virus.

Com o passar do tempo, no entanto, ele começa a temer por sua vida e pela vida de sua família. No fundo, sabia que todos os pesquisadores da Umbrella eram, no fim das contas, dispensáveis e eliminados depois de não servirem mais aos propósitos da companhia. Birkin passou a refletir sobre um meio de conseguir algum tipo de garantia de proteção e, sabendo que o governo era o principal cliente da Umbrella na compra de armas biológicas, passou secretamente a negociar o G-Virus diretamente com eles, o que para o governo era mais interessante, já que não haveria intermediários na negociação. A única exigência de William, além da financeira, era ter proteção total contra a Umbrella até completar a sua pesquisa do G-Virus e vendê-la a eles.

Para o azar de Birkin, a Umbrella descobriu suas intenções e, em Setembro de 1998, enviou a Equipe Alpha da USS (Serviço de Segurança da Umbrella), liderada por HUNK, para eliminar o pesquisador e coletar o G-Virus. Diante dos soldados bem armados, William tentou resistir e foi fatalmente baleado. Mantendo uma última amostra do G-Virus em suas mãos e sabendo que sua morte era inevitável, ele se injeta com o vírus e se transforma em um horrendo monstro, dizimando a equipe da USS nos esgotos de acesso ao laboratório e destruindo as amostras do vírus que estavam na maleta roubada pelos soldados.

Alguns dias depois, o caos se instaura na cidade de Raccoon por conta do vazamento do T-Virus. Sua esposa Annette teme pela vida de sua filha Sherry, sabendo que William, agora transformado em monstro, certamente iria atrás dela, já que hospedeiros do G-Virus possuíam a capacidade de se reproduzir implantando embriões em indivíduos geneticamente compatíveis. Annette liga para Sherry e exige que a filha vá para a delegacia, onde acredita ainda ser seguro. Na madrugada de 30 de de Setembro, enquanto buscava uma rota de fuga da cidade ao lado da estudante Claire Redfield, Sherry acaba contaminada com o G-Virus quando seu pai, já sem quaisquer traços de humanidade e inteligência, injeta nela um embrião. Antes que seja tarde demais, Annette e Claire unem forças para salvar Sherry.

Depois de sofrer diversas mutações, William Birkin é finalmente eliminado por Claire e pelo policial Leon S. Kennedy, que salvam Sherry a tempo com um antídoto mencionado por Annette, antes de morrer pelas garras do próprio marido. O legado de Birkin, no entanto, vive em Sherry, portadora do vírus agora “adormecido” por conta do antídoto, e ela permanece, a partir de então, sob a custódia do governo americano.