Tradução | Entrevista com Milla Jovovich sobre Resident Evil Extinction (Wizard Universe)

0

UP CLOSE: MILLA JOVOVICH
A bela de “Resident Evil: Extinction” se une a Ali Larter para chutar traseiros de zumbis durante o dia e beber margaritas à noite.

WIZARD: Você tem uma linha de moda chamada “Jovovich-Hawk”. Tem algum cinto ou coldre na sua grife?
JOVOVICH: Bem, na verdade, Carmen [Hawk] fez alguns designs maravilhosos para as roupas de Resident Evil. Então, quando se vê alguma roupa no filme, é na verdade uma peça da Jovovich-Hawk. Nós fizemos estes shorts que você vai ver na próxima estação. São as calças “Alice Star” [Estrela Alice]. São em jeans escuro com uma estrela atrás.

WIZARD: Eu acho que roupas cobertas de gosma de zumbis serão a nova linha quente da Fashion Week, você não acha?
JOVOVICH: Bom, as pessoas as amam. A verdade é que nossas roupas são bem direcionadas aos personagens, então não são para os cardíacos.

WIZARD: Qual é o enredo de “Resident Evil: Extinction”?
Este filme se passa em um mundo pós-apocalíptico, no sentido de que a doença se espalhou e mais de 98% do mundo está infectado. Então há grupos de sobreviventes que ficam juntos. Infelizmente, se ficam em um lugar só, os zumbies os pegam. Então, eles tem que ficar mudando de lugar. Então é uma vibração muito “Mad Max” com todos aqueles caminhões malucos, cheios de truques e coisas. Veículos muito legais.

WIZARD: O que a Umbrella Corporation está planejando?
JOVOVICH: Eles estão se tornando mais fortes por trás dos panos e procurando por ela [Alice], porque estão tentando desenvolver um soro baseado em seu sangue. Por eles não a terem, eles tentaram criar clones dela, mas nenhum dos clones saiu exato. Então, não funciona. Ela descobre que a estão clonando, fica muito estressada e tenta derrubá-los! [Risos] No final, Alice se une aos ses amigos, porque ela encontra um mapa que mostra um lugar onde não há infecções. Então, ela quer roubar um helicóptero e levar seus amigos para o norte.

WIZARD: Deve ser o Canadá, certo? A preocupação deles com a saúde é incrível, então eles podem superar um apocalípse zumbístico…
JOVOVICH: [Risos] Hm, não. É, tipo, mais na direção do Alaska.

WIZARD: Zumbis odeiam o frio! De qualquer modo, você disse que este filme é melhor que o segundo, com o qual você disse que ficou um pouco decepcionada. Em que o “Extinction” é melhor?
JOVOVICH: Eu acho que os personagens são mais fortes, as cenas de ação são mais legais e o enredo é realmente legal e empolgante. Não é um típico filme de ação. Eu senti que o último foi mais “explosão, explosão, explosão”. Não teve muito desenvolvimento de personagem. E aqui, você realmente vê ótimas formações de relacionamentos. Quero dizer, olha, as pessoas vão ver esses filmes pela ação, mas como ator você quer se sentir envolvido e você realmente se preocupa com essas pessoas. E eu acho que o Paul [W.S. Anderson] fez um ótimo trabalho escrevendo o roteiro. Acho que ele estava mais inspirado do que quando escreveu “Alien Vs. Predador”, que ele estava escrevendo ao mesmo tempo. E acho que trazer de volta o gênero “Mad Max” é bem legal. É uma coisa que não vemos há tempos.
Trabalhamos pesado neste filme, e tenho que dizer que realmente gostei da versão crua. Mesmo sem os efeitos especiais, ainda ficou ótimo. Espero que todos se divirtam assistindo, porque foi trabalho duro para nós filmá-lo e nosso diretor [Russell Mulcahy] acabou ficando desidratado e precisou ir para o hospital. As filmagens foram tão incríveis que sobrevivemos inteiros. Você definitivamente vai nos ver indo ao inferno, então espero que as pessoas gostem!

WIZARD: Ali Larter de “Heroes” co-estrela com você. Trabalhar com ela foi divertido?
JOVOVICH: Sim! Está brincando? Ali é maravilhosa e uma atriz fortíssima. Ela adaptou muita coisa. Parece um anjo neste filme. Inacreditável! E ela é tão durona! Nós nos divertimos muito e ela é uma garota engraçada. Ficamos nestes hotéis mexicanos e era muito importante ter pessoas com quem você pudesse contar nas filmagens e fora delas. Porque estava, literalmente, uns 40 graus na sombra.

WIZARD: A Ali me disse que vocês duas tomam umas margaritas depois das filmagens, mas você sabe como preparar um Zombie? É bem refrescante…
JOVOVICH: Uma bebida “Zombie”? Eu não sou boa bebedora. Não sou Russa neste sentido. Então não esquento quanto a beber muito, pois não me atrai. Mas foi muito legal, porque ficamos tão ligadas no final do dia que uma margarita não fará mal. [Risos] É meio que “Woo hoo!”.

WIZARD: Quem usa mais maquiagem: modelos ou zumbis?
JOVOVICH: Oh, meu Deus… Bem, eu acho que teria que empatar. [Risos] Porque, definitivamente, com certas pessoas e certas fotografias, acho que as modelos ganham. Mas é uma verdadeira competição, porque às vezes, em um trabalho de modelo, você gasta duas horas na maquiagem, assim como os zumbis. [Risos] Mas as modelos ficam mais bonitas!

Fonte: Wizard Universe

COMPARTILHAR