Personagens | Chris Redfield

Ano de nascimento: 1972 ou 1973 (não confirmado)
Tipo sanguíneo: O
Altura: 1,81cm (em jogos antigos); 1,85cm (em RE5)
Peso: 80,5kg (em jogos antigos); 85kg (em RE5)

Aparições em títulos da série:

Biohazard / Resident Evil Clássico (1996)
Biohazard / Resident Evil CODE: Veronica (2000)
Biohazard / Resident Evil Remake (2002)
Biohazard / Resident Evil: Deadly Silence (2006)
Biohazard / Resident Evil: The Umbrella Chronicles (2007)
Biohazard / Resident Evil 5 (2009)
Biohazard / Resident Evil: The Darkside Chronicles (2009)
Biohazard / Resident Evil: The Mercenaries 3D (2011)
Biohazard / Resident Evil: Revelations (2012)
Biohazard / Resident Evil 6 (2012)
Biohazard / Resident Evil 7 (2017)
Biohazard / Resident Evil Vendetta (2017)
Biohazard / Resident Evil Village (2021)

Participações extras em conteúdos canônicos:

Mangá: Resident Evil Marhawa Desire
Mangá: Resident Evil Heavenly Island
Peça teatral: Biohazard The Stage


Biografia e Participação na Série:

Apesar de seu senso aguçado de justiça, esta característica se contrasta com a personalidade forte de Chris Redfield. Ele simplesmente não sabe lidar com autoridade e sempre teve problemas com disciplina e respeito a hierarquias. Foi por esta razão que Chris, até então um piloto da Força Aérea Americana, foi exonerado do cargo. Sendo um velho conhecido de Barry Burton, foi recrutado para a equipe Alpha dos S.T.A.R.S. pouco depois. Perito em tiro ao alvo e com uma mira incomparável, Chris chegou a ganhar diversos prêmios de melhor atirador em competições internas no R.P.D., e constantemente aprimorava suas habilidades em treinos de tiro com Forest Speyer, da Equipe Bravo.

Chris e seu esquadrão dos S.T.A.R.S., a equipe Alpha, foram mandados para a região da floresta de Raccoon algum tempo depois que a base perdeu a comunicação com a equipe Bravo, que já havia seguido para o local. Os S.T.A.R.S. foram convocados a iniciar investigações na região depois de diversos relatos de assassinatos bizarros ocorrendo nos arredores da cidade. Porém, ao chegarem no local, tudo o que encontraram foi o helicóptero vazio da equipe Bravo no meio da mata. Dentro dele, estava o corpo do piloto, Kevin Dooley, totalmente dilacerado. A equipe e Chris começam a investigar, mas são atacados por cães em decomposição. Sem saída, depois de o piloto da equipe Alpha, Brad Vickers, ter ido embora sem ajudá-los, os sobreviventes correm para dentro do único local próximo onde podem se abrigar: uma mansão. Chris conhece e se une a Rebecca Chambers, a jovem médica recruta da equipe Bravo, em sua tentativa de sobrevivência.

Depois de várias situações arriscadas, Chris descobre que o líder de sua equipe, Albert Wesker, era na verdade um traidor e havia feito tudo com premeditação: desde o acidente com o helicóptero da equipe Bravo até atrair seus companheiros de equipe para dentro daquela mansão e observá-los enfrentar terríveis criaturas, criadas através de manipulação genética, pela gigante farmacêutica Umbrella. Aquela imensa mansão não passava de uma fachada para ocultar as pesquisas ilegais feitas pela companhia em um imenso laboratório subterrâneo no local. Depois de enfrentar a B.O.W. Tyrant T-002, Chris consegue escapar da mansão com seus companheiros (Jill Valentine, Barry, Rebecca e Brad), pouco antes de sua explosão.

Logo após regressarem, os sobreviventes de imediato relataram o que passaram na mansão a toda a cidade, mas, infelizmente, eles foram motivos de piada por toda Raccoon. A cidade, afinal de contas, era o “lar” da Umbrella, e 9 entre 10 habitantes trabalhavam na companhia. Além disso, a corporação era a responsável pelo gigantesco crescimento industrial de Raccoon, e ninguém parecia disposto a colocar isto a perder por causa dos relatos de cinco policiais. A polícia e as autoridades, como o Chefe Brian Irons, simplesmente faziam o que podiam para ocultar e encobrir as atividades da Umbrella e, com isto, o caso foi encerrado e a equipe dos S.T.A.R.S. acabou se desfazendo.

Chris, no entanto, tinha um plano. Já conhecido por seu temperamento explosivo, passou a agir na delegacia como se estivesse sofrendo de um estresse pós-traumático, arrumando confusão com todos, até ser definitivamente afastado com a justificativa de estar precisando de descanso. Com isto, ele passou a ter tempo para investigar a Umbrella por conta própria, entrando em contato até mesmo com o FBI. Para conseguir mais provas, Chris decidiu ir para a Europa, onde investigaria a sede da companhia.

Para evitar que o rastreassem e não arriscar a vida de sua irmã caçula, Claire Redfield, ele deixou de contatá-la, o que fez com que a jovem viajasse até Raccoon em busca do irmão desaparecido, deparando-se com milhares de mortos vivos em uma cidade totalmente entregue ao caos. Era o preço que Raccoon pagava, três meses depois do Incidente da Mansão, por não acreditar nas palavras dos sobreviventes dos S.T.A.R.S.. Claire só soube que Chris havia partido ao encontrar seu diário deixado na delegacia, mas a jovem não desistiria de buscar pelo irmão, especialmente temendo que ele estivesse em perigo.

Em Dezembro, Chris descobre, através do agora agente do governo, Leon S. Kennedy, que sua irmã havia sido capturada enquanto o procurava no laboratório da Umbrella em Paris. Através de um e-mail enviado a Leon, ela passa as coordenadas do local onde está, a Ilha Rockfort, uma ilha particular da Umbrella, comandada pela nobre família Ashford. Chris segue até o local, mas ao chegar lá, encontra tudo em ruínas. Ele, então, descobre que Claire fugira em um dos aviões que saiu da linha antes de sua destruição. Ainda em Rockfort, ele reencontra seu arqui-inimigo, Albert Wesker, que havia sobrevivido ao Incidente da Mansão.

Wesker agora possuía fortes poderes graças ao mesmo vírus que o salvara da morte na mansão há três meses, e Chris descobriu sobre estes poderes da pior forma possível. Ele fica sabendo por Wesker que Claire está na Antártida e talvez até correndo perigo nas mãos da sádica Alexia Ashford, que despertara de seu sono criogênico de 15 anos. Depois de seu confronto com Wesker, Chris faz de tudo para encontrar um meio de chegar até a Antártida e resgatar sua irmã. Por ser ex-piloto da Força Aérea, ele consegue chegar à Antártida de avião e se reencontra com Claire, com quem escapa da ilha depois de enfrentar Alexia e de um confronto com Wesker.

Em 18 de Fevereiro de 2003, agora parte de uma organização regional de contenção biológica, Chris e Jill seguem as pistas de uma fábrica pertencente à Umbrella, onde armas biológicas estariam sendo produzidas em massa, além do desenvolvimento de uma nova B.O.W.. Chegando no local, eles logo visualizam criaturas perambulando por todos os cantos do local comandado por Sergei Vladimir, um coronel da ex-União Soviética e membro de alto escalão da Umbrella. Depois de enfrentarem e derrotarem a arma biológica T-A.L.O.S., o local é tomado pela organização em busca de evidências. Depois da destruição de Raccoon e agora com mais provas para poder ser incriminada de uma vez por todas, começa a derrocada da Umbrella, até a sua falência total.

Com o fim da Umbrella, o pesadelo que parecia estar acabando estava apenas começando, já que seus vírus estavam nas mãos de bioterroristas pelo mundo todo, sendo vendidos no mercado negro. Com isto, Chris e Jill, pouco tempo depois, fundam uma nova organização de elite em combate ao bioterrorismo, a BSAA, que começa como um grupo pequeno até se tornar um verdadeiro exército, com filiais pelo mundo todo e sob jurisdição da ONU. Sendo um dos 11 fundadores originais da BSAA, Chris é agente de alto escalão e participa de um grande número de missões ao lado de Jill, sua inseparável parceira deste a época dos S.T.A.R.S., prendendo bioterroristas pelo mundo todo e evitando centenas de acidentes biológicos como o que destruirá Raccoon anos atrás.

No ano de 2005, eles se envolvem em uma trama elaborada por seu superior, Clive R. O’Brian, para desmascarar Morgan Lansdale, o presidente da FBC, Comissão Federal contra o Bioterrorismo. Morgan estava secretamente envolvido na destruição da cidade de Terragrigia, vítima de um atentado bioterrorista no ano anterior. Jill e seu parceiro de missão na época, Parker Luciani, seguem a um cruzeiro abandonado chamado Queen Zenobia, em meio ao Mar Mediterrâneo, seguindo as últimas coordenadas de Chris e de sua parceira Jessica Sherawat, que haviam desaparecido misteriosamente enquanto investigavam a organização terrorista “Il Veltro” em uma região montanhosa.

Chris e Jessica, contudo, recebem o mesmo tipo de informação de O’Brian, que os informa sobre o desaparecimento de Jill e Parker em um navio no Mar Mediterrâneo. As coordenadas dadas à dupla os leva ao navio Queen Semiramis, enquanto Jill e Parker estão, na verdade, no Zenobia. Eles acabam descobrindo que os navios Zenobia, Semiramis e Dido, em meio ao Mar Mediterrâneo, eram bases da Veltro. Era no Queen Zenobia que o vírus T-Abyss era testado, e novas armas biológicas eram desenvolvidas a partir dele.

Morgan era o financiador das pesquisas mantidas pela Veltro, ele fora o responsável pelo ataque a Terragrigia e ordenara a destruição da cidade com o satélite Regia Solis, com o intuito de mostrar ao mundo o quanto o bioterrorismo deveria ser levado mais a sério e, com isto, conseguir com que a influência e poder da FBC fossem aumentados exponencialmente. Para se manter informado com o que acontecia dentro da BSAA, Morgan tinha um informante: ninguém menos do que a atual parceira de Chris, Jessica. Ele revela seus planos a Jill e Chris através de um monitor no laboratório secreto do Queen Zenobia, acreditando que os policiais não conseguiriam sair vivos de lá.

A dupla não apenas deixa o Queen Zenobia antes de sua destruição, como seguem as pistas que os levam ao Queen Dido, navio onde se encontra Jack Norman, líder da Veltro, que também havia sido enganado por Lansdale. No momento em que os dois encontram Norman, ele havia gravado um vídeo, contando tudo o que acontecera e o envolvimento de Morgan, e infectado com o T-Abyss, sofrendo uma mutação pouco depois. Jill e Chris o derrotam e levam as evidências que incriminam Lansdale a público. A FBC é, então, encerrada, e todos os seus fundos são transferidos para a ampliação da BSAA.

Chris e Jill ainda tinham uma missão acima de todas as outras: o fundador da Umbrella, Ozwell E. Spencer, ainda estava vivo em algum lugar, e precisava ser encontrado, julgado e devidamente punido por seus crimes. Eles seguiram pistas do paradeiro de Spencer por anos, até, em 2006, serem levados a uma pista confiável que lhes dava a localização exata do aristocrata. Chegando ao local, depois de reviverem alguns pesadelos que os faz lembrar do Incidente da Mansão, os policiais se deparam com a figura de Spencer caída no chão de um grande salão em seu castelo particular na Europa. Ele havia sido morto por ninguém menos do que Albert Wesker.

Um confronto se inicia, e com Chris prestes a morrer pelas mãos de seu arqui-inimigo, Jill não hesita em salvá-lo: ela se lança na direção de Wesker, fazendo-o soltar Chris, mas Jill e o vilão acabam despencando de uma janela, direto para um precipício. Aquilo foi um grande golpe na vida de Chris. Ele jamais superaria a perda de sua parceira e, acima de tudo, sua amiga de longa data. No entanto, em vez de desistir como qualquer outro faria, Chris passou a dedicar sua vida unicamente ao combate do bioterrorismo, arriscando-se em missão atrás de missão.

Em 2009, a BSAA, no encalço do contrabandista Ricardo Irving, conhecido por seu envolvimento em diversas transações no mercado negro, descobre sua localização em uma região instável da África, um vilarejo chamado Kijuju. Chris mais uma vez fez questão de estar presente também nesta missão, mas não poderia ir sozinho, devido ao estado crítico em que estava a região: corrupção, violência e um governo negligente tornaram o local hostil, especialmente para estrangeiros. Devido a esta situação, a agente da filial da África Ocidental, Sheva Alomar, é convocada para ser sua nova parceira. Parceira, uma palavra que ainda doía dentro do peito de Chris sempre que pronunciada. O que eles não sabiam é que aquele lugar estava condenado, e eles estavam envolvidos em um pesadelo tomado por armas biológicas para todos os lados.

Com a Umbrella destruída para sempre, havia agora uma outra corporação seguindo o seu legado de destruição: a Tricell, que ironicamente era uma das empresas que patrocinava a BSAA, assim como a Umbrella patrocinava os S.T.A.R.S. e suas ações militares. Mais de dez anos depois, história se repetia, e os agentes estavam a mercê de traidores e corruptos no alto escalão de um grupo que tinha o objetivo de salvar vidas. Pouco depois, os dois descobrem que não apenas Wesker está vivo, como também é possível que Jill esteja viva e sendo mantida em algum lugar. Mesmo desolados, Chris e Sheva seguem adiante para chegar ao fim desta história.

Como suspeitavam, Jill estava viva, e sendo usada por Wesker como uma espécie de guarda-costas sem vontade própria, já que vinha sendo controlada através de uma substância que a fazia obedecer a todas as ordens do vilão. Quando Chris finalmente consegue libertar Jill e fazê-la voltar a ser quem era, ela pede apenas que ele acabe de uma vez por todas com os planos de dominação global de Wesker. Depois de muito relutar, ele aceita, e segue com sua nova parceira, Sheva, em busca de uma forma de deter Wesker definitivamente. Após desestabilizar as forças do vilão com uma overdose do soro que controlava o vírus em seu organismo, segue-se um confronto dentro do jato que ele usaria para espalhar sua suprema criação, o vírus Uroboros, na atmosfera terrestre.

Os policiais conseguem deter Wesker e derrubar a aeronava antes que o Uroboros seja liberado, mas Albert ainda está vivo e totalmente fora de controle. Ele se infecta com o Uroboros, já que pode controlá-lo, e a batalha final entre Wesker e Chris ocorre em uma região vulcânica. Depois de muita luta, Chris e Sheva são resgatados de helicóptero pelo agente da BSAA, Josh Stone, e por Jill e, juntos, aniquilam Albert Wesker de uma vez por todas. Chris agora respirava aliviado, pois mesmo sabendo que o pesadelo do bioterrorismo não havia acabado, Wesker nunca mais estaria envolvido direta ou indiretamente nas mortes de tantas pessoas inocentes.

Em 12 de Agosto de 2010*, Chris, acompanhado de seu pupilo na BSAA, Piers Nivans, segue para a Universidade de Philosophy, na Austrália, para investigar o estranho aparecimento de zumbis no campus. Lá, ele se reune com Rebecca Chambers, hoje consultora da BSAA, e com Sophie Home, da BSAA da Oceania. O caso se tratava de um ex-pesquisador da Umbrella, o professor Liam Howard, agora fazendo pesquisas no campus com um novo vírus, descoberto a partir do T-Virus, com a fusão de DNA de um fóssil irlandês. As pesquisas tinham o aval do reitor da universidade, Ezra Sennett, que esperava, com as pesquisas, avançar os limites da humanidade no aprendizado.

O filho de Liam, Tyler Howard, também aparece na universidade. Há cinco anos, ele havia forjado a sua morte para se tornar membro do Serviço Secreto dos Estados Unidos. Quando o professor soube da morte de seu filho, decidiu usar o vírus para tentar trazê-lo de volta, mas como esta tarefa seria impossível sem o DNA de Tyler, ele decidiu “resetar” o mundo. Sua cobaia era Mary Gray, uma aluna prodígio da universidade, com uma doença incurável no sangue, com quem ele desenvolveu uma relação de pai e filha.

Depois que o professor relata toda a verdade para os agentes da BSAA, ele se injeta com o vírus e se transforma em um zumbi, sendo morto pelo próprio filho, Tyler. Mary lamenta a morte de Liam e sofre uma mutação, transformando-se em uma imensa criatura com tentáculos, mas Chris, usando um lança-foguetes, dá cabo de sua existência, antes que faça mais alguma vítima no campus. (*Estes eventos de 2010 fazem parte da peça teatral, Biohazard The Stage, cuja única temporada de apresentações aconteceu no Japão.)

No início de 2012, Chris e sua equipe tomam conhecimento de uma nova ameaça viral, o C-Virus, durante um incidente em um tradicional colégio asiático, chamado Marhawa Academy. Eles logo descobrem que o C-Virus é usado para causar o terror no local, após ser injetado em uma das alunas, que acabou sofrendo mutação e se transformando em uma criatura bizarra, controlada por uma figura misteriosa.

Em 24 de Dezembro do mesmo ano, Chris e sua equipe Alpha da BSAA participam de uma missão na República da Edônia, no Leste Europeu. O soldado Nivans continua sendo seu braço direito. Durante a missão, a BSAA luta contra mercenários infectados com o C-Virus, liberado por uma nova organização bioterrorista, a Neo-Umbrella, liderada por “Ada Wong” (na verdade, trata-se de Carla Radames, sósia de Ada, resultado do experimento do chefe de segurança nacional e conselheiro presidencial, Derek C. Simmons, anos atrás). Em uma armadilha arquitetada pela própria Ada/Carla, a equipe de Chris é contaminada com o C-Virus e seus membros se transformam em armas biológicas. Somente Chris e Piers sobrevivem, e Chris é levado para o hospital local depois do ataque.

Ao despertar, o líder da equipe Alpha não tem qualquer lembrança do ocorrido, devido a uma amnésia pós-traumática causada pela gravidade da tragédia e agravada por uma pancada sofrida na cabeça. Ele acaba fugindo do hospital antes mesmo de ser examinado e segue para o subúrbio do Leste Europeu, onde permanece por meses até ser encontrado por Piers. A mobilização pela busca de Chris se estende por todas as filiais da BSAA, e até Sheva Alomar, sua parceira na missão da África, em 2009, oferece apoio a Nivans, que assume a liderança da nova equipe Alpha.

Depois de meses, a investigação finalmente revela o paradeiro de Chris, e a situação em que Piers e os membros da BSAA o encontram é a pior possível: o outrora lendário Redfield não passava agora de um bêbado encrenqueiro, prestando serviços de guarda-costas para pagar sua estadia e suas bebidas na Edonia. Chris ficou conhecido em um dos bares que frequentava como “cachorro errante”, sempre depressivo e violento, e sem qualquer memória de quem era anteriormente.

Em 29 de Junho de 2013, com uma nova ameaça bioterrorista de autoria da Neo-Umbrella, assolando a cidade chinesa de Lanshiang, a BSAA mobiliza suas equipes para serem enviadas ao local. Eles precisam de Chris por sua experiência. E é durante a nova missão que o ex-líder começa a recuperar sua memória, revendo fatos de sua trágica experiência envolvendo o C-Virus e Ada Wong na Edônia. Chris finalmente se lembra de tudo, e o ódio e a sede de vingança por Ada o deixam cego, fazendo-o tomar diversas decisões imprudentes, que só não lhe causaram a morte devido a intervenção de Piers.

É um encontro imprevisível com Leon, durante sua caçada por Ada, que faz com que Chris finalmente retome sua consciência e seu senso de justiça, e isso ocorre a tempo de assumir uma missão ainda mais difícil: salvar Jake Muller, filho biológico de Albert Wesker, e a agente do governo Sherry Birkin. Jake é a única esperança para salvar a humanidade do C-Virus, e por uma ironia do destino, é Chris quem tem a tarefa de resgatá-lo em uma instalação subterrânea da Neo-Umbrella.

No derradeiro encontro, Chris revela a Jake que conhecera seu pai e fora o responsável por sua morte, causando a ira do jovem ex-mercenário. Jake ameaça Chris com uma arma, mas a gravidade da situação impede um confronto ainda maior entre os dois: Haos, a mais poderosa arma biológica da Neo-Umbrella, está prestes a ser liberada, e Chris e Piers devem impedir que ela chegue à superfície. Durante a batalha com a B.O.W., Piers fica fatalmente ferido e perde seu braço direito. Para salvar Chris, Piers não vê alternativa, senão se injetar com uma amostra do C-Virus obtida logo após a morte de Ada/Carla, sofrendo uma imediata mutação que regenera seu braço, mas o transforma em um dos muitos J’avo que a BSAA combateu na Edônia e na China.

Chris e Piers, por fim, derrotam Haos e seguem para a saída do complexo, mas Piers, sabendo do risco que representava agora, decide ficar, e empurra Chris para dentro da cápsula de fuga, forçando seu capitão a partir sozinho. Em um último sacrifício, Piers impede de uma vez por todas que Haos escape do complexo agora em ruínas, enquanto a cápsula de fuga sobe até a superfície. A morte de seu aprerndiz é um novo trauma na vida de Chris, mas agora, ao invés de sucumbir, ele segue adiante, sabendo que não pode fugir da responsabilidade de lutar por um mundo livre do bioterrorismo.

Um ano após os eventos de 2013, Chris se envolve na captura do bioterrorista e traficante de bioarmas, Glenn Arias. Escondido em uma mansão, ele havia capturado uma informante da BSAA junto com seu filho. A missão de Chris e sua equipe era a de encontrar a informante com vida, e prender Glenn. A missão falha, e posteriormente um atentado bioterrorista, na cidade de Nova York, é planejado por Glenn. Quando Chris descobre, vai pedir ajuda à doutora Rebecca Chambers e ao agente federal Leon S. Kennedy. Rebecca descobre que o atual vírus com o qual Glenn trabalha tem traços do parasita Las Plagas do culto Los Illuminados, desmantelado por Leon no passado.

O grupo descobre que o vírus será distribuído pela água. Depois que Rebecca é capturada por Glenn, cabe à dupla Leon e Chris impedir o ataque em NY, destruindo os tanques que contém o vírus. Chris descobre o esconderijo de Glenn, e parte em busca do antivírus e do resgate de Rebecca. Os dois entram em confronto, mas Chris consegue vencer. Como último trunfo, Glenn libera seu capanga, Diego. Os dois se fundem e se transformam em um Tyrant. O monstro é eliminado por Leon e agentes da BSAA, que auxiliavam na missão.

Nessa mesma época, Chris participa de uma missão no Deserto de Mojave, junto com uma equipe chamada de “Lobo de Caça”, quando Claire, membro da Terra Save, o contata. Ela pede ajuda para lidar com um misterioso surto zumbi na Ilha Sonido de Tortuga, durante as gravações de um reality show chamado Survival Idol. No entanto, Chris não pode sair de onde está para atender o pedido da irmã, então, contata a BSAA europeia e solicita que eles deem o devido auxílio no caso. O agente Parker Luciani é enviado ao local. (*Eventos que fazem parte do mangá Heavenly Island, que nunca chegou ao Brasil.)

Em Julho de 2017, Chris integra a equipe especial da “New Umbrella”, em busca da contenção de uma nova ameaça biológica, conhecida como mutamiceto (ou mofo), um fungo que adentra seu hospedeiro e o faz sofrer alucinações, além de poder transformá-lo em uma horrenda criatura conhecida como mofado. A “New Umbrella” é, na verdade, a mesma Umbrella que havia falido anos antes, mas graças a uma concordata que fizeram com o governo americano em 2007, eles retornaram com suas atividades. Desta vez, o compromisso da empresa era o de colaborar na busca e pesquisa contra o bioterrorismo, trabalhando em conjunto com a BSAA para pagar por seus pecados do passado.

Mesmo não confiando na regeneração e nas novas políticas da empresa, Chris e a equipe da New Umbrella sobrevoam a região de Dulvey na Louisiana, onde a arma biológica Eveline E-001, da série E do mofo, foi parar, depois de um incidente com o navio que a transportava junto com os agentes Mia Winters e Alan Douglas.

A família Baker foi a principal vítima de Eveline, que os transformou em seus escravos e os fazia obedecer a ordens absurdas de raptar pessoas pela região, para agregar à sua “família”. O casal Jack Baker e Marguerite Baker acabam padecendo nas mãos de Ethan Winters, que chegara à região para encontrar sua esposa Mia, e acabou se deparando com o caos e a violência causados por Eveline.

Algumas horas depois do fim de Eveline, pelas mãos de Ethan Winters e da New Umbrella, cabe a Chris capturar Lucas Baker e acabar com a atividade do mutamiceto série E de uma vez por todas. Para isto, ele se infiltra na região das minas, local que Lucas usava para monitorar Eveline a pedido da organização Conexões (Connections). Antes de Chris, três soldados já haviam se infiltrado no local, mas foram capturados por Lucas em suas armadilhas ardilosas, e agora caberia a Chris, não somente capturar o rapaz, como ainda salvar os companheiros de equipe.

Mesmo com os truques mortais por todo o lugar, Chris sobrevive e encontra Lucas enviando um e-mail para a organização para a qual vinha trabalhando. Ele admite ter se divertido ao matar os soldados capturados por ele, e ameaça Chris o tempo todo, dizendo que ele será o próximo. Como última tentativa, Lucas tenta esfaquear Chris, mas é mortalmente baleado. O mutamiceto adormecido em seu organismo reage e ele se torna uma imensa criatura, mas tem seu fim através das mãos do agente mais bem preparado da BSAA.

Algumas semanas depois, a BSAA encontra a única sobrevivente da família Baker: a jovem Zoe Baker, filha mais nova do casal Jack e Marguerite. Ela havia sido encontrada por membros da New Umbrella, mas foi seu tio Joe Baker quem realmente correu atrás de uma cura para a garota, além de livrá-la da última ameaça representada pela figura de seu pai Jack, que tentava impedir Joe de levar a cura à garota. Zoe sobrevive, apesar de seus cabelos permanecerem brancos como efeito do mutamiceto.

Após os eventos na Louisiana, Chris passa a criticar abertamente as ações da BSAA, e assume o controle direto do esquadrão Lobo de Caça, a única em que ainda confiava, para realizar suas próprias investigações. O objetivo de Chris era rastrear a origem do mutamiceto que dizimou os Bakers e mudou para sempre a vida da família Winters. Ethan e Mia agora viviam no Leste Europeu, sob proteção da BSAA, e haviam tido uma linda bebê chamada Rosemary Winters (Rose). Mas, indo na contramão do que a BSAA havia prometido aos Winters, de que eles poderiam recomeçar e viver em paz, Chris e seu esquadrão vinham monitorando os seus passos e os arredores da casa onde viviam.

Até que, na madrugada de 9 de Fevereiro de 2021, Chris e seus soldados invadem a casa de Ethan. Eles disparam contra Mia a queima-roupa, para o desespero de Ethan, que nada entende. A verdade é que a pessoa em quem Chris atirou não era Mia, e sim uma mulher denominada Mãe Miranda, cujo mutamiceto lhe deu a habilidade de “imitar” a aparência de outras pessoas. Ela estava infiltrada na casa dos Winters, porque queria levar a bebê Rose embora. O plano de Miranda era trazer de volta à vida a sua filha, Eva, que havia falecido aos 10 anos durante a época da Gripe Espanhola. O grupo retira Rose e Ethan, desacordado, de casa. Mas, durante o transporte, Miranda (se passando por Mia) acorda, e causa o capotamento de um dos furgões, onde ela, Ethan e Rose estavam sendo carregados. Miranda consegue, então, realizar seu objetivo: ela pega Rose e a leva para seu vilarejo, onde pretende realizar uma cerimônia para o renascimento de Eva. Ethan acorda do desmaio pouco depois, e segue os rastros até também ir parar no vilarejo.

Anos atrás, Miranda havia descoberto um organismo ancestral, o Megamiceto, em uma caverna no vilarejo. O megamiceto originou, então, a substância mutamiceto (ou mofo). Como o megamiceto cataloga o DNA de todos os seres vivos com os quais entra em contato, Miranda tratou de catalogar o DNA de Eva para que, um dia, quando tivesse o receptáculo perfeito, pudesse fazer sua filha retornar à vida. Chris vinha rastreando e investigando, há 3 anos, a organização Conexões (ou Os Contatos; “The Connections” em inglês), responsável por criar a B.O.W. Eveline com o uso do mofo. Finalmente, ele chegara em Miranda, a responsável por lhes fornecer o mutamiceto e amostras do DNA de Eva.

Infiltrados no vilarejo de Miranda, o esquadrão estabelece uma base na igreja e começa a analisar amostras do mofo encontrado em habitantes infectados, transformados em criaturas denominadas localmente de Licanos. Pouco depois, Chris encontra o laboratório de um dos Lordes locais, Salvatore Moreau, e conclui que era ele o responsável pelos experimentos que transformaram os habitantes do vilarejo em monstros. Tudo em prol de encontrar o receptáculo perfeito para a filha de Miranda. Para sua surpresa, Ethan também estava lá, em busca de Rose, e os dois se reencontram brevemente no laboratório de Moreau. Ele diz a Ethan para ficar fora disso, mas a conversa é interrompida pela aparição de uma criatura marinha. Chris empurra Ethan para poupá-lo de ser engolido vivo.

Depois da morte de Moreau, Chris se infiltra na Fábrica de outro Lorde, Karl Heisenberg, enquanto membros de sua equipe monitoram Miranda. Ele instala explosivos por toda a Fábrica e planeja armar uma cilada para Heisenberg, usando um equipamento de uma liga de metal que ele não tem o poder de controlar. Enquanto está analisando a máquina, Ethan aparece mais uma vez, e agora Chris decide finalmente lhe contar toda a verdade sobre Miranda e o mutamiceto. Sua justificativa para não ter revelado tudo antes era a de que não queria civis envolvidos no caso, mas agora era tarde demais. Ethan promete a Chris que irá fazer Miranda pagar por tudo o que fez, e os dois se reconciliam como amigos.

Mas enquanto Chris fazia os últimos preparativos para acabar com Heisenberg, Ethan tem um encontro fatal com Miranda. Ela o mata, arrancando seu coração. A morte de Ethan é reportada a Chris por um de seus soldados, e Chris decide que agora é a hora de agir de vez contra Miranda e o Megamiceto. Imensos tentáculos de mofo começam a emergir na superfície, tomando toda a vila. Chris recebe a notícia de que a BSAA enviou helicópteros para o local, mas não demora até que veem este helicóptero sendo derrubado. Chris imediatamente questiona a chegada e o envolvimento da organização no local.

Após lidar com um grupo de Licanos, durante uma operação de neutralização de uma imensa massa de mutamiceto no meio do vilarejo, Chris encontra uma passagem subterrânea e desce para investigar. Ele finalmente encontra o local onde estava o Megamiceto e instala nele um detonador, que levará não só o Megamiceto pelos ares, mas também todo o território do vilarejo. Pouco mais adiante, Chris também encontra o laboratório de Miranda, diversos relatórios de suas pesquisas e até uma carta escrita por Spencer, fundador da Umbrella. Presa em uma cela, estava a verdadeira Mia. Ele diz que eles precisam fugir de lá o mais rápido possível e conta a ela que Ethan está morto, mas Mia revela que Ethan é “especial”.

Enquanto o grupo de Chris monitorava Miranda, Ethan reaparece, após ter sido resgatado pelo Duque. Apesar de ter tido seu coração arrancado, a capacidade renegerativa do mutamicedo ainda mantinha seu corpo funcionando, e é com suas últimas forças que ele consegue derrotar Miranda e salvar Rose. Chris chega ao local e avisa a Ethan que eles precisam fugir imediatamente, pois o vilarejo irá explodir. Porém, Ethan, sabendo que está condenado à morte inevitável, pega o detonador das mãos de Chris e coloca Rose em seus braços. Ethan lhe pede para ensinar sua filha a ser forte, e decide ficar para trás para acionar a bomba que irá acabar com o Megamiceto de uma vez por todas.

Chris corre com Rose nos braços, para dentro do helicóptero, entrega a criança a Mia e ordena que a aeronave levante voo imediatamente. Depois de lamentar e revelar a Mia que Ethan ficara para que eles pudessem fugir, um dos soldados chama sua atenção. Ele revela que a BSAA enviou armas biológicas no lugar de soldados para a missão de lidar com o mutamiceto. Suas desconfianças contra a organização que fundara eram, então, reais.

Epílogo de Resident Evil Village: Chris cumpriu o que prometera a Ethan, e sempre cuidou de Rose, zelando por sua segurança. A garota, já adolescente, visita o túmulo do pai toda semana, e esconde suas verdadeiras habilidades com o mutamiceto, de modo que “nem Chris sabe do que ela é totalmente capaz”.