Criaturas & B.O.W.s | Vespas

As vespas são mutações acidentais que ocorreram com o T-Virus durante o acidente que aconteceu no Complexo de Pesquisas Arklay. Seu ninho fica localizado na Residência/Guardhouse da propriedade Spencer, que serve de fachada na Floresta de Raccoon para os laboratórios subterrâneos.

A consequência física deste contato dos insetos com o vírus foram o seu crescimento de tamanho, além de carregar o vírus em pequenas quantidades em seus ferrões, espalhando a infecção para outros seres, humanos e não-humanos. Assim como os Corvos, como são animais voadores, eles podem propagar o vírus para locais mais distantes, mas, por alguma razão, elas decidiram se fixar em seus ninhos locais. Como não seria diferente, elas se alimentam de sangue humano e seus ataques em bandos podem ser fatais.

A chegada de Jill Valentine e Chris Redfield na Residência possibilitou dar um fim ao ninho, já que o inseticida comum parece ser efetivo contra elas, independentemente do poder do vírus em seus organismos.

Em Resident Evil 7, elas reaparecem, e respondem aos comandos da matriarca da família, Marguerite Baker, um dom adquirido da arma biológica Eveline. Assim como as vespas da mansão Spencer, estas também criaram ninhos em locais específicos da casa antiga da propriedade dos Baker. Assim que um invasor se aproxima, há duas possibilidades: ou elas atacam imediatamente, ou esperam pelas ordens de Marguerite, e perseguem sua presa por longas distâncias. Neste caso, por não haver um inseticida, a solução é apelar para o lança-chamas ou lança-granadas com munição incendiária, além das armas convencionais também serem excelentes para destruir os ninhos.