Personagens | Parker Luciani

Ano de nascimento: Desconhecido.
Tipo sanguíneo: Desconhecido.
Altura: Desconhecida.
Peso: Desconhecido.

Aparições em títulos da série:

Biohazard / Resident Evil: Revelations (2012)

 


Biografia e Participação na Série:

Parker Luciani é membro da divisão norte-americana da BSAA, mas antes disto, ele foi membro da FBC (Comissão Federal contra o Bioterrorismo), onde permaneceu até 2004. Além de ser descendente de italianos, detalhes sobre o seu passado são desconhecidos, mas é fato notável que um acontecimento que mudou a sua vida foi o incidente conhecido como Pânico de Terragrigia, no mesmo ano.

Terragrigia foi um projeto moderníssimo de cidade artificial em meio Mar Mediterrâneo, e a energia para alimentar a cidade era fornecida por um satélite que funcionava através da luz solar, o Regia Solis. Infelizmente, porém, a ideia da existência de Terragrigia ia contra os ideais do grupo radical Il Veltro, que decidiu causar um ataque bioterrorista na cidade utilizando uma nova ameaça viral, o T-Abyss. A solução encontrada pelo líder da FBC, Morgan Lansdale, para conter o avanço das criaturas liberadas pelo grupo para aniquilar Terragrigia e sua população foi usar justamente o Regia Solis para causar uma explosão na cidade, recebendo uma carga semelhante à explosão nuclear ocorrida em Raccoon, em 1998. Este foi o fim de Terragrigia.

Parker Luciani e sua parceira na época, Jessica Sherawat, como membros da FBC, foram levados à cidade como força militar para conter as armas biológicas, onde acabaram presos em um dos grandes prédios da cidade. Um dos colegas novatos, o cadete Raymond Vester, acabou ferido e precisou da ajuda da dupla para não se tornar mais uma vítima dos monstros, enquanto o líder da organização, Morgan, tratava de arranjar a utilização do Regia Solis para a destruição total da cidade. Após deixar Terragrigia e assisti-la afundando do alto de um helicóptero, Parker decidiu deixar a FBC. Jessica, sua parceira, acaba seguindo os seus passos.

Em 2005, já membro da BSAA, ele e a agente Jill Valentine são convocados pelo diretor da divisão norte-americana, Clive R. O’Brian, para uma investigação de corpos estranhos surgindo em uma praia próxima aos escombros de Terragrigia. Analisando uma das criaturas com o scanner Genesis, Jill encontra uma cápsula dentro dela, contendo o vírus. O’Brian é logo contatado e os avisa que os agentes Chris Redfield e Jessica, que haviam sido designados para uma investigação sobre o retorno do grupo terrorista Il Veltro, desaparecem misteriosamente, e suas últimas coordenadas são no meio do Mar Mediterrâneo, dentro de um cruzeiro de luxo a deriva, o Queen Zenobia.

Jill e Parker seguem as coordenadas na esperança de encontrar a dupla e os resgatar, mas encontram o navio tomado por estranhas criaturas, os Ooze, a tripulação contaminada com o T-Abyss. Ao chegarem a uma sala com um manequim simulando Chris amarrado, o local se enche de gás e eles desmaiam, mas não sem antes vislumbrarem uma figura que diz ser da Il Veltro. Os dois acordam em quartos separados, mas se reúnem pouco depois. Não há sinal de sobreviventes no navio, nem de Chris e Jessica. Antes que consigam sair do Queen Zenobia, porém, a corda que prendia a embarcação da BSAA se solta e eles são surpreendidos mais uma vez, desta vez por Raymond Vester. Mandado ao navio pelo líder da FBC, depois dos rumores do retorno da Veltro, ele estava junto com sua parceira Rachael Foley, mas eles acabaram se separando e ela desapareceu.

Sem contato com o QG da BSAA, Jill e Parker decidem procurar o rádio do navio, mas quando encontram o responsável pela comunicação do navio transformado em monstro, eles aniquilam a criatura e pegam a chave de seu escritório, onde encontram tudo destruído. Uma transmissão da Veltro dá uma demonstração do perigo do T-Abyss se decidirem propagar o vírus no mar: um peixe se transforma em uma criatura horrenda. Ao saberem que o Queen Zenobia foi uma das bases instaladas da organização, a FBC ordena o uso do Regia Solis para a sua destruição.

Em busca de uma saída do navio, eles vão atrás da parceira de Raymond, pois ela pode ter a chave que leva à torre do navio, para voltarem a se comunicar com a BSAA, mas encontram a jovem transformada em monstro e a eliminam. Após recuperar o contato com a BSAA, O’ Brian diz que não tem como convencer Lansdale de cancelar sua decisão, mas os instrui a usar um UAV (veículo não tripulado) para ser rastreado e atrair o raio do Regia Solis para fora do Zenobia. Isto, no entanto, provoca uma onda gigantesca no mar, e o navio quase vira, sofrendo inundações.

Ao mesmo tempo em que Parker e Jill tentam sair dos porões cheios d’água do cruzeiro, Chris e Jessica chegam a outro navio em busca dos parceiros, o gêmeo Semiramis, e não encontram nada, o que atrasa o resgate. O’ Brian os informa do Zenobia e eles seguem para lá, mas a esta altura, os dois já haviam conseguido sobreviver aos porões inundados. Ao passarem pelo Cassino do Zenobia, eles são outra vez surpreendidos pela figura de máscara da Veltro, que promete revelar todos os segredos sobre o Zenobia e a sua relação com o grupo. No entanto, quando ele vai finalmente contar a verdade, um tiro disparado faz com que ele caia da plataforma onde está. O tiro veio da arma de Jessica, acompanhada de Chris. Parker se aproxima do corpo e retira a máscara, revelando Raymond. Ele sussurra algo no ouvido de Parker e cai, murmurando pela verdade sobre Terragrigia.

O grupo se separa com nova formação: os velhos parceiros Jill e Chris seguem para o laboratório dentro do Queen Zenobia para impedir o T-Abyss de ser liberado no mar, enquanto Parker e Jessica cuidam da comunicação com a BSAA e uma forma de deixar o navio. Parker sugere se separar de Jessica, e logo em seguida é contatado por O’Brian, que pergunta se Raymond lhe deu as instruções do que deve fazer. Chegando na ponte de controle do navio, Parker surpreende Jessica armando o sistema de autodestruição. A jovem era cúmplice de Morgan Lansdale, envolvido com a Il Veltro desde o incidente de Terragrigia, tudo como forma de aumentar o poder e os recursos da FBC.

Mesmo Jessica se fazendo de desentendida, Parker continua com a arma empunhada em sua direção, ordenando-a que pare o que está fazendo. Raymond surge em seguida, e mostra que estava usando um colete, e diz a Parker para atirar em Jessica, mas ele não consegue. Ela ainda o convence a se voltar contra Raymond por um instante, e neste segundo ela termina de acionar o sistema de autodestruição e atira em Parker.

Com o Queen Zenobia inundado, afundando aos poucos, e agora com seus minutos contados, Jill e Chris lutam para chegar novamente à superfície do navio, onde serão resgatados pela BSAA. O’Brian revela à dupla pelo rádio que Jessica estava a serviço de Lansdale. No caminho, eles encontram Parker com o ferimento de bala provocado por Jessica, e não conseguem segurá-lo quando uma plataforma se rompe e o rapaz cai. Mesmo relutantes, eles seguem em frente.

Para sua sorte, porém, a queda não o mata, e pouco depois é resgatado por Raymond. Ele é encontrado a deriva no Mar Mediterrâneo, perto da costa da Ilha de Malta, e passa um mês em tratamento antes de retomar os seus serviços como agente da BSAA.