Database Explica: Ashley Graham é menor de idade em Resident Evil 4?

0
Ashley Graham (Resident Evil 4 Remake)

Afinal de contas, a Ashley é uma adolescente em Resident Evil 4?
Bem, só se, pra você, ter 20 anos de idade puder ser considerado um adolescente. Talvez hoje em dia, sim, mas estamos falando de uma história que se passa em 2004.

Ashley Graham é uma estudante universitária de 20 anos de idade. Ela estava voltando da Universidade onde estudava, quando foi raptada pelos Los Illuminados. Estas informações estão em um dos primeiros arquivos a que temos acesso em Resident Evil 4, chamado “Informações sobre Ashley”. Confira a tradução do arquivo abaixo:

Nome = Ashley Graham
Idade = 20
Filha do Presidente dos Estados Unidos.
Fora raptada por um grupo não identificado enquanto voltava da Universidade.
O motivo dos sequestradores ainda é desconhecido. Apesar disso, há uma informação confiável de que o criminoso é uma pessoa de dentro.
Somente algumas poucas pessoas sabem deste sequestro. Isso vem sendo acobertado principalmente pelo fato de que não sabemos quem é o traidor.
O pessoal da inteligência diz que eles têm informações confiáveis de que Ashley fora vista em algum lugar da Europa. Mas até que seja descoberto quem é o traidor, não quero acreditar nisso. Pode ser um truque para despistar.
Temos algumas poucas pistas do paradeiro de Ashley. Mas membros do serviço secreto e quaisquer pessoas relacionadas à Ashley estão sendo interrogados por uma equipe de investigação.
Até mesmo agentes ativos estão sendo investigados em busca de qualquer informação. É só uma questão de tempo até que o sequestrador seja descoberto.

Ashley Graham (Resident Evil 4)

Ainda assim, isto não serve para justificar a Ashley ser medrosa no Resident Evil 4. Porque, na verdade, todo mundo sente medo. E cada pessoa reage de uma forma. O medo é, afinal, o sentimento mais primitivo dos seres humanos, e faz parte do instinto de sobrevivência. Ashley é uma garota de família abastada, uma estudante, e é claro que ela não saberia como reagir na situação em que foi colocada no jogo. Ainda assim, em momentos-chave, ela sempre ajuda como pode. Além disso, se a gente tirar a Ashley medrosa do Resident Evil 4, que é um dos poucos aspectos de terror do jogo, o que nos resta?

“Ah, mas a Ellie no The Last Of Us…”
São contextos de vivência e de personalidade completamente diferentes, em personagens completamente diferentes. A Ellie nasceu naquele mundo caótico e pós-apocalíptico de TLOU. Já a Ashley é uma patricinha, e não é uma característica sendo apontada de forma pejorativa. Nem toda personagem precisa ser uma “Ellie da vida”, assim como todos os jogos não precisam ser The Last Of Us. Vamos manter cada coisa em seu lugar.

Portanto, tá tudo bem sentir medo. Todo mundo pode sentir medo.
Sendo menor de idade, maior de idade, mulher, homem, o que for!

COMPARTILHAR