Entrevista | Produtor e Diretor de Arte falam sobre Resident Evil Village

0
Entrevista com os Produtores de Resident Evil Village

O Resident Evil Database teve a oportunidade de bater um papo com os produtores de Resident Evil Village, para entender um pouco mais do objetivo da equipe de desenvolvimento para com o jogo e a franquia Resident Evil num todo. Confira abaixo as perguntas que fizemos e as respostas do produtor Tsuyoshi Kanda e do diretor de arte Tomonori Takano.

Please click here to read the original interview in English!

Infelizmente, das 5 perguntas enviadas para a entrevista, somente 4 foram respondidas (tentamos descobrir o paradeiro de Jill Valentine, mas os entrevistados são duros na queda e fugiram da resposta! ^_^”). De qualquer forma, agradecemos aos representantes da Capcom no Brasil por intermediarem a entrevista e nos permitirem ter mais esta incrível oportunidade de aproximação com os desenvolvedores dos jogos da franquia!

Confira abaixo a entrevista traduzida em português:

Muitos fãs vem discutindo a respeito da “essência” de Resident Evil em Resident Evil. Estes fãs dizem que a franquia perdeu sua essência e coisas do tipo nas redes sociais. Da perspectiva da Capcom e dos desenvolvedores, qual é a real “essência” da franquia Resident Evil? Que aspectos todos os jogos devem ter para manter esta essência viva?

Resposta do produtor Tsuyoshi Kanda: Acreditamos que a essência de Resident Evil é sempre nos desafiarmos a tentar coisas novas e respeitar os quatro pilares de medo, combate, exploração e gerenciamento de recursos. O peso que cada pilar carrega naturalmente difere a cada título, mas não muda o fato de que é algo que sempre levemos em consideração ao olhar para cada título de Resident Evil em larga escala.

Não quero colocar ênfase extra na importância de continuamente nos desafiarmos para tentar coisas novas também. Acredito que uma das razões significativas pelas quais a franquia dura há tanto tempo é porque não temos medo de mudar e sempre procurar formas de evoluir com o tempo, sem falar também de criar novas tendências. Acho que é perigoso para qualquer equipe de desenvolvimento ficar se acomodar com o que criou até agora, e faz parte do DNA de Resident Evil sempre estar de olho no futuro para ver como podemos continuar aprimorando a franquia e o gênero do Survival Horror.

Se tiver algum fã que tenha visto o conteúdo que já mostramos até agora e achar que Resident Evil Village não se encaixa no gênero do Survival Horror, eu recomendo fortemente testar o Resident Evil Village por conta própria. Posso dizer com segurança que é um título onde colocamos nossos corações e sinto que os jogadores não irão se arrepender de embarcar novamente no mundo de Resident Evil.

Alcina Dimitrescu em Resident Evil Village

O diretor de arte Takano-san já revelou suas inspirações visuais para criar a Lady Dimitrescu, mas existiram outras inspirações para criar Resident Evil Village, a vila em si e os personagens, como filmes ou livros?

Diretor de Arte Takano: Não é especificamente a Resident Evil Village, ou a mim mesmo, mas a equipe de desenvolvimento num todo tira inspirações de várias formas diferentes de entretenimento, sejam de outros jogos, livros ou filmes. Todos na equipe obviamente tem suas marcas preferidas de terror, mas todos nós estamos ligados no que há de mais popular no entretenimento de terror para ver de onde podemos tirar inspiração.

Em termos de momento atual, o objetivo que eu tinha em mente era tentar algo que fosse esteticamente agradável, mas também assustador. Como a vila é um local aberto, eu queria que as pessoas ficassem com medo da atmosfera, mas também vislumbrassem o sol refletido em uma janela, ou a estética da neve ao seu redor. Imaginei que esta sobreposição de medo e beleza seria uma nova experiência que as pessoas nunca vivenciaram em Resident Evil, ou em outras formas de entretenimento de terror.

LEIA TAMBÉM:
→ Mercador de RE Village também será… cozinheiro!?
→ REsumão: Confira tudo o que rolou no segundo RE Showcase!

O que podemos esperar d’O Duque como personagem? Ele tem uma história também ou é só um elemento de gameplay como o Mercador de RE4?

Resposta de Tsuyoshi Kanda: Sua origem é com certeza envolta em mistério, mas ele é um personagem bastante significante para a aventura de Ethan Winters no mundo de Resident Evil Village. Eu não consideraria um exagero dizer que as mecânicas básicas de gameplay derivam dele, já que ele é a base de se poder customizar armas, criar receitas, comprar e vender itens, além de fornecer a Ethan ainda mais alguns bônus ao longo de sua jornada.

O Duque, mercador de Resident Evil Village

Quanto à frase “sua história chega ao fim” do trailer de anúncio, poderia estar se referindo não apenas a Ethan Winters, apesar de Village ser uma sequência para sua história na franquia?

Resposta de Tsuyoshi Kanda: Pode-se considerar esta afirmação como referência a Ethan Winters. Resident Evil Village é basicamente uma sequência direta de Resident Evil 7, e conecta os eventos de ambos relacionados a ele. Quem jogar os dois jogos poderá vivenciar a história completa de tudo o que Ethan passou no mundo de Resident Evil.


Original Interview in English:

Many fans have been discussing about the Resident Evil “essence” in Resident Evil Village. Those fans say the franchise has lost its essence and stuff like that on social media. From Capcom’s and developers’ perspective, what is the real “essence” of the Resident Evil franchise? What aspects all the games must have to keep this essence alive?

Producer Kanda: We believe the essence of Resident Evil is to always challenge ourselves to try new things and to respect the four pillars of fear, combat, exploration, and resource management. The weight that each pillar carries naturally differs per title, but it doesn’t change the fact that it’s something that we always take into consideration when looking at any large-scale Resident Evil title.

I do want to place extra emphasis on the importance of continually challenging ourselves to attempt new things as well. I believe one of the significant reasons as to why the franchise has lasted as long as it has is because we aren’t afraid of change and always look to see how we can evolve with the times, if not set new trends as well. I think it’s dangerous for any development team to lay dormant and content with what we’ve created thus far, and it is part of the Resident Evil franchise’s DNA in always looking into the future to see how we can continue to improve the franchise and the genre of survival horror.

If there are fans out there who have witnessed the content we have displayed thus far and feel like Resident Evil Village does not fit the realm of survival horror, I strongly urge you to try Resident Evil Village out for yourselves. I can say with confidence that it’s a title that we’ve poured our hearts into and I feel players won’t have regrets giving another go into the world of Resident Evil.

Resident Evil Village

Art director Takano-san already made public his visual inspirations to create Lady Alcina Dimitrescu, but are there other inspirations to create Resident Evil Village, the village itself and the characters, such as movies or books?

Art Director Takano: This isn’t specific to Resident Evil Village, nor myself, but the development team as a whole takes inspiration from many different forms of entertainment, whether it’s other games, books, or movies. Everyone on the team obviously has their preferred brand of horror, but we all keep up with the latest popular pieces of horror entertainment to see where we can draw inspiration from.

In terms of the settings this time around, the goal I had in mind was striving for something that was both aesthetically pleasing, but also terrifying as well. Since the village is out in the open, I wanted people to be terrified of the atmosphere, but to also take in the sights of the sun streaming through a window, or the aesthetics of the snow around them. I figured that juxtaposition of the fear and beauty would be a brand new experience that people may not have experienced before in Resident Evil, or in other forms of horror entertainment as well.

What can we expect from the Duke as a character? Does he have a background story or he’s just a gameplay element just like the Merchant (or Merchants?) from Resident Evil 4?

Producer Kanda: His origin is definitely shrouded in mystery, but he’s very much a significant character to Ethan Winters’ ventures through the world of Resident Evil Village. I wouldn’t consider it an exaggeration in saying that the core mechanics of the gameplay stem from him, since he is the foundation of being able to customize weapons, craft recipes, buy and sell items, as well as provide Ethan with even further bonuses throughout his journey.

Resident Evil Village

About the “his story comes to a close” line from the announcement trailer, could this refer to not just Ethan Winters, despite Village being a sequel to his plot in the RE franchise?

Producer Kanda: You can consider that statement as reference to Ethan Winters. Resident Evil Village is very much a direct sequel to Resident Evil 7 biohazard, and connects the events of both related to him. Players playing both games will be able to experience the full story of what Ethan Winters has gone through in the world of Resident Evil.

COMPARTILHAR